Qualquer programa de televisão ou evento esportivo que tiver 30 pontos de audiência no mercado de Dallas-Fort Worth estará sorrindo de orelha a orelha. É um número ótimo. Isso significa que uma média de 30% de todas as casas com televisão na área ligaram em algum momento no programa. Isso traduz em aproximadamente 794.550 casas.

Ao analisar de forma relativa, no entanto, esse é um número baixo para Dallas Cowboys e Green Bay Packers. E foi exatamente o que aconteceu na partida do último domingo, transmitida localmente pela Fox.

Na temporada passada, o jogo entre Cowboys e Packers (também jogado em outubro) teve 37 pontos de audiência na mesma faixa de horário. Os 30 pontos de audiência marcam uma queda de 19 por cento. Em outros números, isso significa 209.408 casas a menos sintonizadas no jogo.

Eu sei o que você deve estar pensando, mas historicamente a diferença de audiência entre jogos em casa e fora são mínimas.

Além disso, a audiência do Cowboys apresenta uma queda durante toda a temporada. Em cinco jogos na temporada passada, o time teve uma média de 31,5 pontos de audiência. Em 2017, o time está em 30,3. Isso significa 52.722 casas a menos sintonizadas nos jogos. Uma queda de 4 por cento.

Tudo isso aconteceu no meio de problemas políticos no país. Talvez a queda de audiência seja pelos jogadores ajoelhando no hino nacional. Talvez seja uma reação para a novela envolvendo Ezekiel Elliott. Ou talvez seja uma coincidência.

Vale também mencionar que a audiência da NFL está em queda em todos os Estados Unidos. Ao todo, a temporada de 2017 demonstra uma queda de 6% em sua audiência comparada ao ano passado.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.