O mês de março começa e com isso os times começam a não só dispensar jogadores, como também ir revelando aos poucos os jogadores que não vão ter seus contratos renovados. Dentre diversas transferências, renovações e trocas, o período da Free Agency é um dos mais movimentados de toda a offseason.

Mas você sabe exatamente o que é esse período? Você vê a explicação completa a seguir.

 

O que é o período de Free Agency?

Se você já acompanhou minimamente o futebol da bola redonda, você já viu que existe um período chamado “janela de transferências”. Nele, os times podem livremente contratar jogadores de outros times e inscrevê-los sem problemas para as competições da próxima temporada — vamos ignorar aqui a janela do meio de temporada do soccer. A Free Agency da NFL é quase a mesma coisa.

O período da Free Agency é o momento no qual os times podem contratar jogadores novos para a próxima temporada, assim como no futebol. Mas calma que há um detalhe muito importante: na NFL os jogadores não podem simplesmente comprar um jogador de outro time.

Ao contrário do futebol da bola redonda, não se pode “pagar a cláusula” de jogadores ou simplesmente contratá-los em troca de uma quantia em dinheiro. Na NFL, você só pode contratar o jogador em duas opções: (1) Esperando o contrato do jogador acabar; ou (2) Realizando uma troca (seja por outros jogadores ou por escolhas do Draft). Isso é apenas uma das medidas da liga para evitar que times mais ricos se sobressaiam e para manter o equilíbrio que deixa o campeonato com a competitivade que estamos acostumados a ver.

Antes de explicar o que acontece no período da Free Agency, é importante destacar que na NFL existem três principais tipos de free agents: os irrestritos, os restritos e os exclusive rights. Recomendamos ler esse post antes de seguir nesse texto, pois ele será importantíssimo para entender o que vamos escrever daqui para frente.

A Free Agency pode ser separada em três períodos distintos. Vamos à eles:

Período pré-tampering: Se você ainda é um novato e pouco conhece sobre a NFL, você não deve estar acostumado ao termo tampering. Uma boa tradução para ele é a palavra aliciar, no qual os times fazem contato com os jogadores sem que o atual time do jogador saiba. Na NFL, isso é ilegal e, se provado, pode trazer problemas ao time que aliciou o jogador, como multas em dinheiro ou no salary cap e até perda de escolhas no Draft. Entre o fim do prazo para trocas da temporada anterior (geralmente em outubro/novembro) e a semana da Free Agency em março, os times não podem entrar em contato com jogadores de outros times e seus empresários. Nesse período, os times focam em renovar com seus próprios jogadores, para evitar que eles “testem” o mercado e acabem sendo contratados por outro time. É nesse período que os times têm o direito de usar a franchise tag e a transition tag — explicaremos isso melhor em um outro post. Em 2017, o período pré-tampering ocorre até às 19h (horário de Brasília) no dia 7 de março.

Período de tamperingComo o próprio nome já diz, esse é o período em que os times têm a permissão de começar a negociar com os empresários dos jogadores sem qualquer risco de punição. Mas atenção: os clubes somente podem negociar com os jogadores que se tornarão free agents irrestritos. Para os outros casos, o time do jogador ainda tem até o prazo final desse período para utilizar a opção de renovação automática (tender). Nesse período, os times não podem anunciar de forma oficial as contratações e/ou as trocas, por mais que elas já tenham sido vazadas para a imprensa. em 2017, esse período ocorre entre os dias 7 e 9 de março.

Período da Free Agency: A janela de transferências finalmente se abre! O primeiro dia da Free Agency é considerado o ano novo da NFL, o primeiro dia da nova temporada. A partir das 18h no horário de Brasília, os times podem começar a anunciar de forma oficial as contratações e as trocas feitas durante o período de tampering. Também a partir desse horário no primeiro dia, os free agents restritos e de direitos exclusivos que não receberam a opção de renovação de seus clubes originais passam a se tornar agentes livres irrestritos e podem assinar com qualquer clube. Os times podem contratar jogadores sem contrato a qualquer momento da offseason e durante a temporada regular (aqui entra o sistema de waivers, que será explicado mais tarde). Já as trocas continuam livres até a primeira metade da temporada, geralmente em outubro. Em 2017, a Free Agency começa oficialmente no dia 9 de março.


Gostou do texto? Então compartilhe com os amigos e também leia esse sobre os tipos de free agents.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.