Power Ranking

636
Foto: Smiley N. Pool / The Dallas Morning News

Com o futuro definido na pós-temporada, o Dallas Cowboys poupou seus titulares e acabou saindo derrotado para o Philadelphia Eagles. E qual foi o impacto disso nos Power Rankings americanos?

A resposta você vai conferir abaixo:

 

ESPN.com

espn

Posição: 2º (Variação: -1)

Entrnado na temporada, o NFL FPI deu ao Cowboys 37% de chance de ir aos playoffs. Avançando ao fim da Semana 17, o Cowboys venceu 13 jogos pela terceira vez na história da franquia e é o número 1 da NFC. Tudo isso jogando com um quarterbackrunning back calouro.

 


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 2º (Variação: -1)

Randy Gregory teve uma boa Semana 17, com sete tackles e um sack. Não dói ter um jogador desse talento no fim da temporada, logo antes dos playoffs.

 


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

Eles mativeram a sequência contra o Lions. Mas agora eles precisam pegar leve em um jogo fora de casa em Filadélfia que não vale nada.

 


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

A derrota em Philly significou que o Cowboys não superou o recorde da franquia em vitórias em uma temporada ou bater o percentual de vitórias dos times de 1968 e 1977. O grupo de 1968 tinha um quarterback em fim de carreira que tinha uma personalidade amável e que era conhecido — injustamente — por não levar Dallas mais longe na temporada. Esse QB era incrivelmente forte, levando-o a jogar mesmo sem estar em suas condições físicas ideais. Sua última temporada acabou com ele terminando no topo da classificação em jardas aéreas. Hmm. Parece com alguém que nós conhecemos? Ele pode não ser Don Meredith, mas se você viu sua campanha no domingo, você sabe que Tony Romo não merece se aposentar ainda. E se você disser que ele é o melhor quarterback do time, eu não ficaria bravo com você.

 


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

Coloquem Jason Garrett como Técnico do Ano.

Esse homem merece depois do seu malabarismo digno do Cirque du Soleil. Pense bem: Ele lidou com grandes egos (Dez Bryant, Jerry Jones), nutriu dois calouros estrelas (Dak Prescott, Ezekiel Elliott) e — mais do que tudo — deu 13 vitórias ao Time da América.

O que mais ele precisa fazer? Amarrar o Jumbotron do Jerry’s World?

Garrett se destaca pela comissão técnica que ele indicou. Olhe o trabalho do técnico da linha ofensiva e pupilo de Bill Callahan, Frank Pollack, em Dallas. Essa OL se impôs sobre quase todas as linhas defensivas mais fortes do jogo (Ravens, Steelers, Packers, etc.). Por outro lado, o coordenador ofensivo Rod Marinelli juntou as peças do que eu chamo da melhor defesa de renegados da NFL. 11 caras voando para a bola independente se é um passe ou corrida.

Sim, Dallas é um time com talento top cinco dessa temporada. Eu não ouvi muito sobre o trabalho que Garrett e cia. fizeram, na verdade. Esse é o maior motivo pelo qual os ‘Boys podem estar em Houston no mês que vem.

 


O USA Today manteve o time na segunda colocação, elogiando a atuação de Tony Romo. Já o Pro Football Focus também colocou o Dallas em 2º no ranking geral, mas indicou queda do time na classificação do ataque (de 2ª para 4ª) e uma melhora na defesa (de 13ª para 12ª).

1038
Foto: Jae S. Lee / The Dallas Morning News

A vitória dessa semana veio e apagou a imagem ruim deixada pela derrota da semana passada. Mas será que isso é o suficiente para mudar o pensamento da imprensa americana sobre o Dallas Cowboys?

Confira abaixo o que andaram dizendo sobre o time e sua classificação essa semana:

ESPN.com

espn

Posição: 1º (Variação: 0)

Lembram quando Dak Prescott perdeu pro Giants na Semana 14 e alguns estavam pedindo Tony Romo como titular de novo? Bom, desde então Prescott está 47 de 56 (83,9%) com três passes para touchdown e um TD correndo. Com a primeira posição da NFC definida, a questão que fica é: Prescott (e Ezekiel Elliott) serão poupados na Semana 17 contra o Eagles?

 


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 1º (Variação: 0)

Nós precisamos começar a falar sobre o defensive end David Irving como uma possível diferença nos playoffs. Irving, que ganhou o prêmio de Jogador Defensivo da Semana na NFC por seu desempenho contra Green Bay no começo da temporada, teve três sacks nos últimos dois jogos. Ele pode fazer uma jogada ou duas que mudaria o rumo de um jogo mês que vem.

 


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

Eles continuaram a sequência contra o Lions. Mas por ora eles precisam pegar leve em Philadelphia em um jogo fora de casa que não significa nada.

 


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

Apesar do fato de que eu vi quase todas as jogadas dos primeiros 14 jogos do Cowboys, os 28 pontos consecutivos no Monday Night foram chocantes. Não apenas porque o ataque estava movendo tranquilamente. Vamos falar de um rosto da defesa. Depois de permitir três touchdowns do Lions nas primeiras três campanhas, a unidade de Rod Marrinelli se ajustou e então conseguiram a interceptação que mudou o rumo do jogo. Jon Gruden fez um baita trabalho analisando a defesa de Rod Marinelli também. Mudando de assunto… Quantos de vocês fãs do Cowboys congelaram ao ver o replay da pancada no joelho de Tyron Smith?

 


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 2º (Variação: 0)

Os problemas de Dallas no fim da temporada duraram por cerca de 30 segundos.

O Cowboys é claramente o favorito da NFC. Precisaria de um jogo completo para tirar as aspirações de Super Bowl do time.

Dak Prescott é a chave mais uma vez. Ele seguiu sua performance super precisa de semana passa com — adivinhem — outra performance super precisa e cirúrgia na noite contra Detroit. É difícil superar Matthew Stafford; Prescott conseguiu.

Então ele deu a bola para Ezekiel Elliott para seu comum touchdown longo. Se Zeke tivesse jogado a partida inteira, Dallas teria vencido por 30 pontos na Semana 16.

 


O USA Today manteve a situação de semana passada com o Dallas Cowboys em segundo, questionando a ideia do time não poupar titulares para semana que vem. Já o Pro Football Focus manteve Dallas em 2º no ranking geral, mas aumentou a classificação do ataque do time (de 3ª para 2ª) e mais uma vez da defesa (de 15ª para 13ª).

656

Fala, rapazeada!

O Dallas Cowboys massacrou o Detroit Lions e empata como a melhor campanha da história da franquia. Confira como ficou a classificação dos jogadores após o fantástico desempenho de domingo:

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

Dois quartos e meio foram suficiente para Zeke fazer o que sabe de melhor e garantir a manutenção do primeiro lugar no nosso Power Ranking. Dessa vez foram “só” 80 jardas e 2 TDs.

2 – QB Dak Prescott (+1)

O tempo de vacas magras já é passado. Prescott teve mais um jogo excepcional e volta para a segunda colocação. Zeke que se cuida, porque o Dak vem forte pra roubar a primeira posição!

3 – C Travis Frederick (+1)

Pro Bowl para o Frederick é pouco. Mais uma ótima partida dele, que segue firme e consolidado como um dos melhores centers da NFL.

4 – LB Sean Lee (-2)

O desempenho do Sean Lee não foi tão bom quanto nas últimas semanas e isso representa sua queda. Mas não se engane: ele ainda é um monstro e está jogando demais!

5 – WR Dez Bryant (+2)

Se tivessem chamado uma jogada pro Dez ter feito a dança da chuva, certamente ela teria funcionado. Afinal, Dez só não fez chover na partida. Foram dois touchdowns recebidos e um lançando em sua melhor partida da temporada

6 – OG Zack Martin (-1)

Outra vez a explicação do “não jogou tão bem quanto quem o ultrapassou” serve aqui. Vocês conseguem entender quando é o Dez Bryant que subiu na posição e não o Zack Martin que caiu, né?

7 – LT Tyron Smith (-1)

Tyron poderia ter se mantido na sexta posição, mas acabou cedendo um sack para Ziggy Ansah e não esteve jogando como sempre jogou. Ou seja: ele foi apenas muito bom, e não excepcional. Felizmente sua lesão não preocupa.

8 – DE David Irving (+2)

Outra vez Irving dominou a linha ofensiva adversária. Mesmo com os desfalques da linha defensiva forçando a atenção em Irving, ele conseguiu sacksfumble e desviar passes também. Fim de temporada impressionante do jogador.

9 – CB Brandon Carr (+)

Depois de duas semanas enfrentando os melhores recebedores da liga, Carr está de volta ao PR por conta de sua atuação contra Detroit, onde segurou os recebedores adversários para apenas duas recepções em passes em sua direção. Nada mal, não é?

10 – CB Orlando Scandrick (+)

Outro jogador de secundária aqui no nosso PR. Scandrick cedeu apenas 50 jardas em passes de um dos melhores quarterbacks da temporada. Tá bom ou quer mais?

Menção Honrosa: P Chris Jones

Esqueça a atuação dele. Isto aqui já vale a menção honrosa do Power Ranking:

531

Salve, torcedor do Time da América!

Com a vitória sobre o Tampa Bay Buccaneers, o Dallas Cowboys está a um passo de se tornar o time com melhor campanha em toda a conferência nacional. Sendo assim, vamos ver como ficou a classificação dos jogadores para essa semana:

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

“Esperando alguém me tirar do primeiro lugar”

2 – LB Sean Lee (+1)

Mais um jogo de 10 tackles para Lee, que já briga pela liderança do quesito dentre todos os jogadores da NFL. Quer algo mais impressionante que isso?

3 – QB Dak Prescott (+3)

Depois que um jogo ruim o tirou do Top 5, seu ótimo jogo o coloca de volta no Top 3. Segundo maior aproveitamento de passes da história da NFL para jogadores que tentaram pelo menos 30 passes. Isso é surreal.

4 – C Travis Frederick (-2)

Frederick jogou mal para ter caído de posição? De forma alguma, já que ele foi ótimo abrindo espaços para Zeke e não cedeu nenhuma pressão para Dak Prescott. Sua queda só veio porque Dak e Lee jogaram ainda mais do que ele.

5 – OG Zack Martin (-1)

Outro jogador em queda, mas pelos mesmos motivos que o Frederick. Não jogou mal, apenas não foi tão bom quanto o desempenho dos jogadores acima.

6 – Tyron Smith (-1)

Tyron mais uma vez cometeu sua falta semanal de holding. Apesar disso, seu jogo continua sendo extremamente sólido.

7 – WR Dez Bryant (+1)

Dez saiu do pior jogo da temporada (e talvez da carreira) com um bom jogo de oito recepções. Mais acionado na partida pelas jogadas do coordenador ofensivo, Dez só não anotou seu touchdown por detalhe. Uma pena.

8 – SS Barry Church (+1)

Mais uma boa partida de Barry Church, seja em tackles para parar o jogo corrido ou na cobertura marcando o passe. A volta do Church mudou essa defesa da água pro vinho.

9 – CB Anthony Brown (-2)

A maior queda do nosso PR de hoje. Não há motivo para críticas, é claro. Brown não jogou mal, apenas não foi tão bem quanto nas últimas partidas.

10 – DE David Irving (+)

A explosão que Irving teve no último jogo foi brincadeira. O RT do Bucs deve estar procurando-o até agora. Com dois sacks, quatro apressadas no quarterback e uma batida no braço de Winston que gerou uma interceptação, Irving teve um dos melhores jogos da carreira.

Menção Honrosa: CB Brandon Carr

Brandon Carr foi bastante criticado no TD longo do Adam Humphries, é verdade. Mas segurar Mike Evans, um dos WR com melhores números da temporada, para apenas 59 jardas e 4 recepções é um feito e tanto.

697
Foto: Jae S. Lee / Dallas Morning News

Diante da primeira derrota do time nos últimos 12 jogos, o Dallas Cowboys viu a opinião da imprensa americana mudar um pouco sobre seu time.

Confira abaixo o que disseram sobre a última partida do time:

 

ESPN.com

espn

Posição: 2 (Variação: -1)

Nas últimas duas semanas o Cowboys teve uma média de 12 pontos por jogo, cometeu cinco turnovers e converteu duas de 24 jogadas de terceira descida (8,3%). É apenas um tropeço ou é motivo de preocupação? Teremos uma ideia melhor essa semana quando o Boys jogam contra o Bucs.

 


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 1 (Variação: 0)

Não é motivo para pânico ou para tirá-los da liderança ainda. Sim, há problemas, mas todo time tem o seu. O Cowboys jogou no domingo à noite fora de casa e no frio, com três derrotas a menos que qualquer time da NFC. Provavelmente não havia uma tonelada de urgência e não foi um grande choque que eles perderam.

 


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 2 (Variação: -1)

Eles precisam ser encorajados pelo que a defesa vem melhorando em seu jogo. O pass rush vai ser chave daqui em diante.

 


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 2 (Variação: -1)

A defesa, abençoado seja o coração de Rod Marinelli, está jogando demais. Ezekiel Elliott teve o jogo mais discreto de 100 jardas desde qualquer jogo de Troy Hambrick. No entanto, o jogo aéreo vem sendo bem ausente de três semanas pra cá. Dak Prescott lançou para 195, 139 e 165 jardas, com apenas três touchdowns e três turnovers. Aqui está o fato: Dak aproveitou uma campanha fantástica como calouro, excedendo todas as expectativas. Mas faça o teste visual. O Giants foi conservador no ataque porque eles sabiam que Prescott não seria capaz de bater a sua defesa. Agora ele terá que se reeguer diante da defesa mais ‘quente’ da liga, com Tampa Bay indo para Dallas para o Sunday Night Football.

Um último pensamento: não culpe o fumble de Dez Bryant pela derrota. Bryant quase nunca sofre fumble, e isso foi uma jogada que aconteceu em um milisegundo — onde ambos os quarterbacks tem de 3 a 5 segundos antes de fazer passes errados.

 


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 2 (Variação: -1)

Estaria aberto o manual de como bater Dallas?

Se sim, então Minnesota o escreveu semanas atrás naquela quase derrota. E o rival New York Giants o leu de cabo a rabo antes de servir o Time da América sua segunda derrota.

Estou preocupado que esse time não possa vencer se Dak Prescott tiver que fazer tudo sozinho. Estou preocupado que a defesa não possa estar no lugar certo para fazer big plays, mas não conseguir fazer. Por ora, eu vou pegar o currículo de Dallas como um sinal de que as jogadas dominantes podem voltar.
 


O USA Today foi mais um a colocar o Dallas Cowboys na posição de número 2. Já o Pro Football Focus também colocou Dallas em 2º no ranking geral, mas apresentou queda maior do time no ranking dos ataques (de 1º para 4º) e uma variação positiva na classificação das defesas (de 21º para 18º).

499

Fala, rapazeada!

Depois de 11 vitórias, a derrota infelizmente veio para o Giants. Com desempenhos variados, confira o Power Ranking dessa semana considerando a atuação recente dos jogadores:

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

Zeke passou das 100 jardas pela primeira vez desde o jogo contra o Pittsburgh Steelers e conseguiu jogar bem diante da ineficiência do ataque ao longo do jogo.

2 – C Travis Frederick (+2)

Bem de novo, Frederick não cedeu nenhuma pressão para Dak Prescott, apesar de não ter sido espetacular em jogadas de corrida. No entanto, seu desempenho é o suficiente para entrar no Top 2.

3 – LB Sean Lee (+5)

18 tackles, pressão no quarterback, um fumble forçado e um recuperado. Lee foi o coração da defesa e é candidado fortíssimo para o Pro Bowl.

4 – OG Zack Martin (+2)

Assim como Frederick, Martin não cedeu nenhuma pressão para Dak Prescott no interior da linha ofensiva.

5 – LT Tyron Smith (0)

Smith teve alguns problemas enfrentando Olivier Vernon, mas teve uma partida boa no geral. No jogo terrestre, olha o que ele fez contra o Eli Apple:

6 – QB Dak Prescott (-4)

Não tem o que dizer. Prescott foi péssimo e irreconhecível. Se contássemos só a atuação do último jogo, Dak estaria fora do Top 10.

7 – CB Anthony Brown (+2)

Outra grande partida do Brown, que conseguiu coroar seu desempenho com a primeira interceptação de sua carreira como profissional.

8 – WR Dez Bryant (-6)

Uma recepção na partida inteira, sofrendo um fumble logo depois. Um escorregão na rota ainda gerou outro turnover para o ataque. Partida de se esquecer para o Dez.

9 – S Barry Church (+)

Ele voltou e jogando muito bem. Não conseguiu segurar duas interceptações, mas talvez o receio pelo seu braço possa ter causado isso. Não tira o mérito da sua boa partida, é claro.

10 – LB Anthony Hitchens (+)

Depois de aparecer na menção honrosa, Hitchens entra de vez no Top 10 diante de mais uma partida sólida contra o Giants. Que continue assim!

Menção Honrosa: CB Brandon Carr

No mano-a-mano contra Odell em toda a partida, Carr fez um grande jogo. A recepção do touchdown de OBJ não foi 100% a sua responsabilidade e não apaga sua boa atuação ao longo de toda a partida.

649
Foto: Tom Fox / The Dallas Morning News

Com 11 vitórias consecutivas, o Dallas Cowboys foi o primeiro time a se garantir matematicamente nos playoffs. E o reflexo disso foi a classificação do Time da América nos Power Rankings dessa semana:

ESPN.com

espn

Posição: 1 (Variação: 0)

O Cowboys garantiu uma vaga nos playoffs na Semana 13 e venceu seu jogo na quinta-feira contra Minnesota apesar da pior marca da temporada em pontos, jardas e conversões de terceiras descidas. Dallas tem uma chance de vingar sua única derrota da temporada quando joga contra o Giants na noite de domingo da Semana 14.


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 1 (Variação: 0)

Dallas é favorito por volta de um field goal contra o Giants essa semana. Isso significa que eles são favoritos em cada jogo restante da temporada regular (at Giants, vs. Buccaneers, vs. Lions, at Eagles). Será que veremos um time terminando 15-1 pela segunda temporada consecutiva?


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Eles venceram uma partida feia em Minnesota, mas ela vale da mesma forma. Agora enfrentam uma partida difícil contra o Giants fora de casa.


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Que jogo ruim na última quinta em Minnesota. Do color rush para o ataque desgovernado para as decisões ruins da arbitragem (fumbles que não foram fumbles; Cowboys perdendo uma interceptação por uma falta que foi causada pelo ataque; a falta não marcada na conversão de dois pontos), o jogo do TNF não foi o melhor de todos. Ainda, Dallas mostrou que pode vencer jogos feios, incluindo Dak Prescott não forçando muitos passes, mas sendo capaz de prolongar jogadas correndo com a bola. Mesmo que Tony Romo ainda seja melhor, esse elemento não é visto em um QB do Cowboys desde os tristes dias de Quincy Carter. Uma menção gratuita para Quincy Carter… Eu devo ter acabado de amaldiçoar o time.


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Dez Bryant sabe como é jogar nos playoffs.

Jason Witten sabe como é jogar nos playoffs.

Mas Dak Prescott e Ezekiel Elliot não. Então olhem para o jogo de quinta como uma prévia do que será em janeiro. O melhor time do Power Ranking passou — por pouco.

Foi bonito? Claro que não. Elliott encontrou pouco espaço para correr contra o front seven do Vikings. Prescott precisou arrumar uma jogada heroica no fim do jogo para ganhar o jogo. E os árbitros deram para Dallas um erro que ajudou bastante.

Cada obstáculo foi superado. Os jogadores veteranos sabem que serão jogos difíceis em janeiro. Agora, as estrelas de Dallas também sabem.


O USA Today e a Sports Illustraded ainda mantém o Dallas Cowboys como número 1. Já o Pro Football Focus também colocou Dallas em 1º no ranking geral, mas elevou o time no ranking dos ataques (de 2º para 1º) e na classificação das defesas (de 23º para 21º).

625

Salve, salve, torcedor do time mais vencedor da NFL em 2016!

O último Thursday Night Football foi mais do que suado, mas o Dallas Cowboys conseguiu sair de Minnesota com uma vitória sobre o Vikings. Diante dessa partida, muitas atuações fizeram nosso Power Ranking ter variações!

Confira o Power Ranking dessa semana considerando a atuação recente dos jogadores:

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

É, Zeke não teve um de seus melhores jogos, é verdade. Mas vale lembrar que ele teve mais de 100 jardas totais (corridas e recebidas) e poderia ter mais umas 50 se algumas faltas não tivessem anulado suas corridas.

2 – WR Dez Bryant (+1)

Um dos poucos destaques do ataque, Dez fez o suficiente para mover as correntes do ataque. Suas recepções deram ao time um touchdown diretamente e outro indiretamente, já que ele caiu na linha de uma jarda e Zeke terminou o trabalho depois.

3 – QB Dak Prescott (-1)

Prescott não jogou bem, mas também não jogou mal. Diante de uma forte defesa, Dak evitou as interceptações, mas acabou saindo com um fumble. Sua habilidade correndo acabou sendo mais decisiva que a habilidade lançando a bola.

4 – C Travis Frederick (+2)

Tirando o snap ruim no fim, que matou a campanha, Frederick foi o melhor da linha ofensiva na partida.

5 – LT Tyron Smith (+2)

Tyron voltou a cometer faltas, mas conseguiu se redimir com um bom trabalho nos bloqueios. Do seu lado, pouco se viu pressão para Prescott.

6 – OG Zack Martin (-2)

Do trio de ferro da linha ofensiva, Zack foi o pior — “menos melhor”, vamos dizer assim. Isso não significa que ele tenha jogado mal, é claro.

7 – LB Sean Lee (+1)

Outro bom jogo de Sean Lee. Apesar de ter falhado no touchdown no fim da partida, Lee não merece ser creditado por uma partida ruim por conta de um lance.

8 – CB Orlando Scandrick (+)

Em toda a partida, Scandrick só cedeu quatro recepções para o Vikings. Nenhuma delas para mais de 6 jardas. Isso já explica a atuação do sósia do José Aldo, não é mesmo?

9 – CB Anthony Brown (+)

É sério mesmo que selecionamos esse cara na 6ª rodada do Draft? Mais uma atuação digna de um veterano para o calouro.

10 – DE DeMarcus Lawrence (+)

D-Law teve 11 pressões somando todos os oitos jogos que ele participou na temporada. Só na noite passada, foram 9. Só faltou vir o sack

Menção Honrosa: LB Anthony Hitchens

Depois de semanas apagado e com desempenhos bem abaixo do que ele pode, Hitchens ressurgiu no TNF liderando o time em tackles. Sua interceptação só não veio porque Scandrick cometeu uma falta que a anulou. Uma pena…

768

Doze semanas se passaram para o Dallas Cowboys finalmente ser considerado por unanimidade o melhor time da NFL. Veja abaixo o que estão falando do time:

ESPN.com

espn

Posição: 1 (Variação: 0)

O QB Dak Prescott completou 30 dos seus últimos 33 passes no último quarto e prorrogação nessa temporada, com o Cowboys vencendo 10 jogos consecutivos. Prescott tem um QBR Total de 89,8 (nota de 0 a 100 feita pela ESPN) no quarto período e prorrogação, o melhor da NFL. O Cowboys leva seu show para a estrada contra Minnesota na quinta-feira.


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 1 (Variação: 0)

Provavelmente não foi dito o suficente sobre como o linebacker Sean Lee vem sendo valioso. Ele vem sendo tremendo, como sempre, e está se mantendo saudável. Ele nunca jogou os 16 jogos da temporada, mas ele esteve em todos os 11 até agora nesse ano. Esse é um grande motivo do Cowboys estar jogando tão bem.


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Eles emplacaram 10 vitórias consecutivas, mas ainda precisam se preocupar com o pass rush. Eles não tiveram um sack contra o Redskins.


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Esse trem não vai parar tão cedo. Ouvi muita especulação que o Seahawks é uma ameaça maior que o Cowboys. Hmm. Sim, a secundária do Cowboys está sendo queimada. Eles estavam bem melhor quando Morris Claiborne e Barry Church estavam saudáveis. Quer saber? Church está de volta e Claiborne deve seguir o mesmo caminho em algumas semanas. Se você acha que Dallas é um confronto favorável para Seattle, talvez você precise ver os melhores momentos da última vez que o Seahawks viu esses caras na sua frente (isto é, com um QB decente jogando, e não Matt Cassel).


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 1 (Variação: +1)

Com 10 vitórias, Dallas é o melhor time da NFC — e da NFL.

É apenas justo que Dak Prescott, Ezekiel Elliott e cia. agora sentem no topo do Power Ranking. Eles superaram todos os desafios que enfrentaram de forma maiúscula.

Isso inclui as blitzes do Redskins. Washington forçou a pressão quando nada mais funcionava no Thanksgiving. Prescott evitou-a e lançou um grande passe para Dez Bryant matar o jogo.

O Cowboys foi superado na Semana 12. Eles ficaram atrás em tempo de posse de bola também. Mas quando o jogo apertou, Kirk Cousins e seu ataque estavam no banco olhando Dallas anotar um touchdown para ampliar a vantagem para 12 pontos com seis minutos restantes. O Cowboys é o melhor time da NFL.


Liga dos 32

liga-dos-32-logo

Posição: 1 (Variação: 0)

Com grande autoridade, o Dallas Cowboys não encontrou resistência para bater seu grande rival de divisão. Novamente com um show ofensivo, a equipe vence e continua reinando com vantagem de dois jogos na NFC. Com mais três vitórias nos cinco próximos jogos, o Cowboys garante o mando de campo e o titulo da divisão. A pergunta que fica é: quem vai parar o “America’s Team” e sua juventude fora de série?


O USA Today e a Sports Illustraded continuam classificando o Cowboys como número 1. Já o Pro Football Focus também manteve Dallas em 1º no ranking geral e 2º no ranking dos ataques, mas indicou uma queda de quatro posições para a 23º na classificação das defesas.

661

Fala, galera!

Como se não bastasse a vitória do último fim de semana, o Dallas Cowboys aproveitou o Dia de Ação Graças para dar mais uma vitória aos seus torcedores, dessa vez contra o Washington Redskins.

Confira o Power Ranking dessa semana considerando a atuação recente dos jogadores!

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

Por mais que Ezekiel Elliott tenha tido dois quartos e meio de uma atuação apagada, ele ainda assim resolveu o jogo ao passar das 100 jardas totais (corridas e recebidas) e ainda anotando 2 TDs. Ou seja: até em um dia ruim ele ainda joga bem.

2 – QB Dak Prescott (0)

Outra partida que Dak teve seus erros de leitura em alguns pontos da partida, mas que acabou compensando com muita qualidade, principalmente no fim. Suas corridas foram fundamentais para manter as campanhas vivas.

3 – WR Dez Bryant (0)

Foram “apenas” 72 jardas para Dez Bryant, mas poderiam ter sido muito mais se Dak tivesse visto a jogada abaixo.

4 – OG Zack Martin (+3)

Entre os jogadores de linha ofensiva, Martin foi sem dúvidas o destaque da partida. Ele não só jogou bem, como também promoveu uma gafe do Troy Aikman que a galera da 5ª séria americana não perdoou

5 – WR Cole Beasley (+1)

Beasley não chegou a conquistar nenhum touchdown ou uma grande quantidade de jardas, mas ele foi decisivo quando se precisou dele. Só isso basta.

6 – C Travis Frederick (-1)

Frederick foi mal para ter caído uma posição? Na verdade não. Ele só não foi tão bem a ponto de estar a frente do Beasley.

7 – LT Tyron Smith (-3)

Primeira grande queda de Tyron Smith no Power Ranking. Por mais que ele não tenha cedido nenhum sack e tenha jogado bem, Smith cometeu faltas que comprometeram o time.

8 – LB Sean Lee (+)

O General está de volta depois de algumas semanas fora do Power Ranking. Com 14 tackles totais no jogo do Thanksgiving, é impossível não considerá-lo por aqui.

9 – FS Byron Jones (0)

Com exceção de dois lances que foram mais mérito de Jordan Reed que outra coisa, Jones teve mais um jogo sólido na temporada.

10 – OG Ron Leary (0)

Leary segue firme como um dos pontos fortes da linha ofensiva, mesmo que tenha começado a temporada como reserva. Mais uma boa partida dele contra o Redskins.

Menção Honrosa: WR Terrance Williams

Foi só uma recepção, mas somente isso bastou para que ele entrasse aqui. Se ele só fizer uma recepção como essa todos os jogos, já vai valer o contrato pago esse ano.