Antes de enfrentar o Dallas Cowboys neste último domingo (9), o cornerback dos Bengals, Adam “Pacman” Jones, disse que a linha ofensiva do Time da América era tão boa que até mesmo a sua filha poderia encontrar buracos para correr. Após a vitória da equipe texana, ele não mudou muito de opinião.

“Eles foram ainda melhores do que eu pensei”, disse Jones, que teve cinco tackles e um passe desviado na partida. “Eu tiro o meu chapéu para eles. Agora vejo por que [Jerry Jones] está pagando US$ 100 milhões para esta linha. Esses caras bloqueiam de uma forma que, como eu disse na semana passada, até a minha filha poderia ter corrido.”

Adam Jones e a secundária de Cincinatti lutaram contra o jogo aéreo, com Dak Prescott completando 18 passes de 24 tentativas, lançando para 227 jardas, incluindo um TD de Cole Beasley. Prescott chegou a fazer conexão com seis recebedores diferentes no confronto.

Já as jogadas pelo chão de Dallas totalizaram 180 jardas, com Ezekiel Elliott sendo o melhor da partida nas jogadas terrestres, alcançando a marca de 134 jardas corridas. O veterano Alfred Morris também ajudou no backfield, correndo para 33 jardas em 6 carregadas.

Adam Jones ainda disse que o elogio à linha ofensiva não tira os méritos de Zeke nem menospreza a sua capacidade como running back. O calouro já correu para 546 jardas nesta temporada e lidera a liga nesta estatística.

“Ele foi muito bem hoje”, disse Jones sobre Elliott. “Ele foi um animal”.

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me