E que vitória, Dallas Cowboys! Apesar de um susto em uma jogada vergonhosa antes do intervalo, o Time da América controlou a partida por quase todo o tempo e conseguiu sair com a vitória por 28 a 17.

 

Informações Gerais
Time 1 2 3 4 OT Final
⚪ Dallas Cowboys (5-3) 7 7 7 7 0 28
🔴 Kansas City Chiefs (6-3) 0 10 7 0 0 17

 

Pontuação

  • TD 🏈 DAL: Cole Beasley (6 jardas | passe de Dak Prescott)
  • FG 🎯 KC: Harrison Butker (38 jardas)
  • TD 🏈 DAL: Dak Prescott (10 jardas | corrida)
  • TD 🏈 KC: Tyreek Hill (56 jardas | passe de Alex Smith)
  • TD 🏈 KC: Travis Kelce (2 jardas | passe de Alex Smith)
  • TD 🏈 DAL: Ezekiel Elliott (2 jardas | corrida)
  • TD 🏈 DAL: Cole Beasley (7 jardas | passe de Dak Prescott)

 

O Jogo

Enfrentando um dos times mais fortes da NFL, o Dallas Cowboys entrou na partida sabendo que precisava da vitória. Isso porque o Philadelphia Eagles havia vencido o Denver Broncos e poderia se distanciar ainda mais com um tropeço de Dallas.

Para quem esperava um jogo dominado pelos ataques, acabou tendo um começo decepcionante. Foi somente na quinta campanha da partida, a terceira do Dallas Cowboys, e somente na metade do primeiro quarto para o zero sair do placar. Com uma campanha que já começou próxima do meio do campo após bom trabalho da defesa no drive anterior, o ataque marchou até a end zone, chegando no touchdown em um passe sutil de Dak para Cole Beasley. Com um ponto extra com emoção de Mike Nugent, batendo na trave antes de entrar, Dallas abria 7 a 0.

Após a campanha do TD, o jogo voltou a ser dominado pelas defesas. Enquanto o Chiefs conquistou um field goal em uma campanha isolada, os punters apareciam com frequência na partida, graças ao ótimo trabalho das duas defesas. O placar só se alterou novamente depois do two minute warning, quando o Cowboys recebeu a bola e conseguiu encaixar uma campanha de 82 jardas terminando em outro TD, dessa vez com Dak Prescott correndo com a bola. Foi aqui que começou a tragédia.

Com 13 segundos restando, o Chiefs conseguiu um retorno até a linha de 37 jardas graças a uma falta fora de jogo de Byron Jones. Com isso, o time optou por não ajoelhar e arriscar uma pontuação antes do intervalo. Com dois segundos restando, Smith fez um passe curto para Hill que, mesmo encarando sete defensores do Dallas Cowboys, conseguiu entrar na end zone. Uma das jogadas mais trágicas da defesa nos últimos anos e levou o placar para o intervalo em 14 a 10 para o Time da América.

Na volta para o segundo tempo, a defesa ainda parecia abalada com a jogada cedida antes do intervalo. Na primeira posse do Chiefs, Smith não teve dificuldade em percorrer o campo até achar Travis Kelce na end zone para virar a partida para o time visitante. O momento do jogo virava todo para o Chiefs e o Cowboys entrava em uma espiral difícil de se sair.

Só esqueceram de avisar isso para Dak Prescott e companhia.

Sem dar chances para o azar, o ataque comandou uma campanha logo em sequência impecável, com 12 jogadas e terminando com Ezekiel Elliott correndo para a end zone. O Dallas Cowboys voltava a ficar na frente do placar, agora por 21 a 17. Como se não bastasse a defesa aparecer na campanha seguinte, o ataque voltou a pontuar na outra campanha, mais uma vez com Cole Beasley.

Depois das duas campanhas impecáveis do ataque, o Chiefs se viu precisando de 11 pontos em nove minutos para empatar o jogo. Sem perder o tempo, Smith foi movendo as correntes e chegou até o campo de ataque, até um herói inesperado aparecer. Na última terceira descida da campanha, o calouro Taco Charlton finalmente conseguiu seu primeiro sack como profissional. Para melhorar a situação, Jeff Heath interceptou Alex Smith na quarta descida seguinte, praticamente selando a vitória do Dallas Cowboys.

A partir desse momento, o ataque voltou ao campo para gastar o relógio e assim o fez. O Chiefs até teve a bola de volta, mas havia muito o que fazer e pouco tempo para se fazer. No fim, deu o time da casa.

 

 

Melhores Momentos

Todos os direitos do vídeo para a NFL

 

Números
Coletivos
 Estatística Dallas Cowboys Kansas City Chiefs
 Jardas Aéreas 249 263
 Jardas Terrestres 131 68
 Jardas Totais 380 331
 First Downs 24 17
 Turnovers Sofridos 0 1
 Faltas (jardas) 5 (65) 8 (52)
 Tempo de posse 31:17 28:43

 

Individuais
  • Passando

DAL: Dak Prescott: 21/33, 249 jardas, 2 TD,  0 INT. Rating: 106,8

KC: Alex Smith: 25/34, 263 jardas, 2 TD, 1 INT. Rating: 102,3

  • Correndo

DAL: Ezekiel Elliott: 27 att, 93 jardas, TD
DAL: Dak Prescott: 3 att, 27 jardas, TD
DAL: Alfred Morris: 1 att, 11 jardas

KC: Kareem Hunt: 9 att, 37 jardas
KC: Alex Smith: 5 att, 19 jardas
KC: Tyreek Hill: 4 att, 9 jardas

  • Recebendo

DAL: Terrance Williams: 9 rec, 141 jardas
DAL: Dez Bryant: 6 rec, 73 jardas
DAL: Cole Beasley: 4 rec, 24 jardas, 2 TD
DAL: Jason Witten: 1 rec, 5 jardas

KC: Travis Kelce: 7 rec, 73 jardas, TD
KC: Tyreek Hill: 2 rec, 64 jardas, TD
KC: De’Anthony Thomas: 3 rec, 41 jardas
KC: Charcandrick West: 5 rec, 30 jardas

 

✅ Pontos Positivos

Depois de vários jogos apagado, T-Will ressurgiu em grande estilo. O camisa 83 liderou o time em recepções e jardas. Mesmo não anotando nenhum touchdown, o jogador foi o responsável por garantir bons first downs das campanhas que terminaram em pontuação. Além disso, o jogador não teve problemas com drop, felizmente.

  • RB Ezekiel Elliott

Jogo vem e jogo vai e Zeke continua fazendo a diferença. Apesar de não ter tido nenhuma carregada com muitas jardas daquelas de colocar num vídeo de melhores momentos, Elliott teve uma grande partida e ultrapassou as 100 jardas totais. Além disso, anotou o touchdown que deu a liderança final ao time.

  • WR Cole Beasley

Foram algumas semanas sem aparecer até ressurgir da melhor forma possível. Beasley foi crucial na red zone, anotando dois touchdowns para sacramentar a vitória do Dallas Cowboys.

 

⛔ Pontos Negativos

Essa foi praticamente unanimidade dos leitores do site. O que a defesa do Dallas Cowboys fez na jogada ao ceder o touchdown pro Tyreek Hill foi não só inexplicável como inaceitável. Por sorte ela não influenciou no resultado final do jogo, mas não diminui a vergonha que foi o lance.

  • FS Byron Jones

Três lances resumem o jogo de Byron Jones: uma falta de 15 jardas que permitiu a jogada citada acima, sua atuação na jogada citada acima e sua marcação no TD de Travis Kelce. Dia para se esquecer do nosso safety.

  • CB Orlando Scandrick

Apesar de não ter tido um jogo péssimo, Scandrick foi abaixo do que costuma ser e por isso entra nos pontos negativos. Scandrick ainda cometeu mais uma interferência de passe na campanha que terminou em touchdown de KC no segundo tempo.

 

Próximo Jogo

O Dallas Cowboys volta a viajar para jogar longe de seus domínios, dessa vez indo para o novo estádio do Atlanta Falcons. O jogo será às 19h25 no horário de Brasília e já tem transmissão confirmada da ESPN. O tempo real do jogo, é claro, você só encontra no nosso Twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.