Com muitos erros, Cowboys cede a virada no fim e perde para...

Com muitos erros, Cowboys cede a virada no fim e perde para o Packers

1328
Foto: DallasCowboys.com

Infelizmente não foi. Mesmo controlando a partida até o terceiro quarto, o Dallas Cowboys contou com seus próprios erros e cedeu a virada para o Green Bay Packers, que venceu por 26 a 21. Com fumble do Murray e field goal errado do Dan Bailey, o Dallas Cowboys encerrou sua campanha nos playoffs com uma decisão polêmica da arbitragem em recepção de Dez Bryant nos minutos finais, sacramentando a vitória de Green Bay. Com esse resultado, o Cowboys está oficialmente eliminado da temporada de 2014 da NFL.

 

O Jogo

Começando com a bola, o Dallas Cowboys dessa partida se assemelhou ao time que começou contra o Detroit Lions. Devagar, o time foi pro punt sem ganhar nenhum firstdown. Do lado do Packers, touchdown em passe de Rodgers para Quarless, após uma campanha com grandes corridas de Eddie Lacy.

Com a bola novamente, o Dallas Cowboys fez o que sabe fazer de melhor: controlar o relógio. Alternando boas corridas e passes curtos, uma interferência de passe de Tramon Williams em Terrance Williams colocou Dallas na linha de 1, que não perdoou: passe de Tony Romo para Tyler Clutts, o fullback, que anotou o primeiro touchdown de sua carreira e o do Cowboys no jogo: 7 a 7.

Após caminhar quase todo o campo, a defesa apareceu. Com um sack, Jeremy Mincey forçou o fumble em Aaron Rodgers e recuperou a bola, dando uma chance ao Cowboys. Romo, sem perdoar, pontuou: passe de 38 jardas para T-Will virar o jogo: 14 a 7.

No fim da partida, chance de pontuar novamente: chegando na linha de 27 jardas a 32 segundos do fim, o Dallas Cowboys foi para o field goal, mas acabou bloqueado. O Packers, no entanto, não perdoou: em uma campanha que contou com uma recepção polêmica de Cobb e outra de 30 jardas, Green Bay anotou um field goal e deixou a partida 14 a 10 ao final do primeiro tempo.

Fumble do Murray custou caro ao Dallas
Fumble do Murray custou caro ao Dallas

No começo do terceiro quarto, problemas para Dallas: Murray, até então muito bem no jogo, sofre o fumble, recuperado por Green Bay, que converteu o turnover em um field goal, colocando o placar em 14 a 13. Reagindo, Murray liderou a campanha com grande corrida, terminando em um touchdown seu, correndo uma jarda até a endzone. Mostrando 21 a 13 no placar, o Packers mostrou sua força dentro de casa: apesar de encarar uma terceira para 15, Rodgers conseguiu o passe para Adams que, se livrando de Sterling Moore, correu 48 jardas para o touchdown: 21 a 20.

Após mais uma campanha terminando em punt, Green Bay não perdoou novamente. Em um drive com somente passes, o Packers tomou a liderança no placar novamente após passe de Aaron Rodgers para o tight end Richard Rodgers. Sem conseguir a conversão de dois pontos, o placar ficou em 21 a 26 para Green Bay.

Dez faz a recepção, mas zebras dão passe incompleto
Dez faz a recepção, mas zebras dão passe incompleto

Precisando pontuar, Dallas chegou até a linha de 32 jardas do campo de ataque, onde encarou uma quarta para duas jardas. No lance da partida, Romo lança para Dez Bryant, que faz a recepção e cai na linha de uma jarda. Ao revisarem a jogada depois do desafio do técnico do Packers, porém, os juízes deram passe incompleto, na decisão mais polêmica da partida. De novo com a posse, bastou ao Packers conseguir firstdown e gastar o relógio, terminando ao ajoelhar e dando a vitória para Green Bay.

 

Números

  • Passando

Tony Romo: 15/19, 191 jardas, 2 TD. Rating: 143,64

Aaron Rodgers: 24/35, 316 jardas, 3 TD. Rating: 125,42

  • Correndo

DeMarco Murray: 25 att, 123 jardas, TD

Joseph Randle: 2 att, 15 jardas

Eddie Lacy: 19 att, 101 jardas

James Starks: 5 att, 16 jardas

  • Recebendo

Jason Witten: 6 rec, 71 jardas

Cole Beasley: 3 rec, 38 jardas

Dez Bryant: 3 rec, 38 jardas

Terrance Williams: 1 rec, 38 jardas, TD

Tyler Clutts: 1 rec, 1 jarda, TD

Davante Adams: 7 rec, 117 jardas, TD

Randall Cobb: 8 rec, 116 jardas

Andrew Quarless: 4 rec, 31 jardas, TD

Jordy Nelson: 2 rec, 22 jardas

Richard Rodgers: 1 rec, 13 jardas, TD

Pontos Positivos

  • Tony Romo

Muitas vezes criticado injustamente por não ser um quarterback decisivo, Romo se mostrou um jogador em que o time (e a torcida) pode confiar. Com apenas quatro passes errados, sendo um deles um drop de Jason Witten e a recepção do Dez Bryant revertido pela arbitragem, Romo mostrou sua precisão e sua qualidade na partida de hoje. O seu rating de quase 144, onde o máximo é 158,3, já mostra como foi sua atuação na partida.

  • Jason Witten

O camisa 82 mostrou mais uma vez que é decisivo. Dito no pré-jogo como jogador para ficar de olho, Witten correspondeu. Sendo o jogador com maior número de recepções e jardas dentre os recebedores, Witten foi um dos maiores responsáveis pelos 21 pontos anotados pelo Cowboys na partida, mesmo não tendo anotado nenhum touchdown.

 

Pontos Negativos

  • Sterling Moore

O primeiro ponto negativo não poderia ser outro que não fosse o Sterling Moore. Mal na cobertura e na execução dos tackles, Moore foi queimado pelo calouro Davante Adams, que passou das 100 jardas. No pior dos lances, Moore falhou em cobrir Adams, que converteu uma terceira para 15 e anotou um touchdown de 48 jardas. A favor, Moore impediu a conversão de dois pontos de Green Bay, que acabou não adiantando muito.

  • Linha Defensiva

A DL do Dallas Cowboys foi simplesmente um fracasso. Sim, Jeremy Mincey forçou um sack e um fumble no segundo quarto. Mas foi apenas a única jogada relevante da linha defensiva na jogada. Com Rodgers machucado e longe de estar 100%, esperava-se uma pressão maior em cima do camisa 12 de Green Bay, que acabou não vindo. Eddie Lacy, que passou das 100 jardas, também não teve dificuldades em passar pela linha defensiva.

  • Dan Bailey

kicker com melhor aproveitamento da história da NFL não foi bem. Mesmo com seu field goal errado sendo bloqueado, Bailey errou um de 45 jardas que foi anulado por uma falta. Além disso, seu baixo número de touchbacks permitiu que as campanhas de Green Bay começassem já em boa posição de campo.

Menção Honrosa: Arbitragem

Não, a arbitragem não foi a responsável pela derrota do Dallas Cowboys. Entretanto, suas decisões foram polêmicas e não podem deixar de serem citadas. No drive do field goal do Packers antes do intervalo, Randall Cobb teve uma recepção em que o replay mostrou que ela poderia ter batido no chão. Na revisão, recepção confirmada. Já a decisão mais controversa fica na recepção de Dez Bryant, onde as zebras reviram a jogada e deram passe incompleto. Apesar disso, as decisões da arbitragem não foram, mesmo que polêmicas, responsáveis pelo resultado final da partida.

 

Próximo Jogo

Com a derrota, o Dallas Cowboys está oficialmente fora da temporada de 2014 da NFL. Apesar disso, alguns jogadores do time jogarão o famoso jogo das estrelas da NFL, o Pro Bowl. Já o Dallas Cowboys em si só voltará a campo na primeira semana de setembro, com a temporada de 2015 da NFL.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.