A equipe dos Cowboys adicionaram dois quarterbacks que não foram selecionados no draft deste ano. E pelo menos um deles quis ser um jogador dos Cowboys há muito tempo.

Austin Appleby, o jogador atuou por três anos para Purdue, depois ele jogou um ano pela Florida Gators. O jogador perdeu a vaga de titular em Purdue para um calouro, comentou recentemente que sempre teve vontade de ser jogador dos Cowboys desde que tinha seis anos de idade.

Dallas também contratou outro quarterback não selecionado no draft desta temporada, seu nome é Cooper Rush.

Não está acreditando nas palavras de Appleby? Há algumas fotos antigas circulando no Twitter, confira abaixo:

Tradução: Nunca deixe alguém te dizer que você não pode viver seus sonhos!

“Bem, isso é obviamente uma foto minha de quando eu tinha…Eu não sei quantos anos eu tinha nesta foto, talvez 4 ou 5?” Disse Appleby a Scalzo. “Eu sempre sonhei em ser um jogador dos Cowboys desde que toquei em uma bola pela primeira vez. Meu pai é de Cleveland, meu avô é de Pittsburgh e sempre iria assistir aos jogos dos Browns, e meu avô sempre ia torcer para a equipe que estivesse jogando contra os Browns, porque ele era um fanático torcedor dos Steelers. Ele levou meu pai para Cleveland, e Roger Staubach atuava pelos Cowboys e ele se apaixonou pela equipe. E ele influenciou seus filhos fortemente a torcerem pela equipe de Dallas.”

“Desde que eu era criança, sonho em ter uma estrela em meu capacete.”

Tradutor: Além de ser grato pela oportunidade e eu absolutamente vou vestir e ser um Dallas Cowboys! Deus é tão bom!

Essa não é apenas a única conexão com a equipe dos Cowboys do jogador. De acordo com Scalzo, o coordenador ofensivo da Universidade da Florida estava na comissão técnica de Scott Linehan quando ele era o técnico principal dos Rams. Linehan é agora o coordenador ofensivo para os Cowboys.

Cooper Rush e Austin Appleby (Universidade da Florida), ambos têm uma oportunidade de ouro no próximo mês para brilharem no Rookie Camp e OTAs. Se qualquer um destes quarterbacks não selecionados impressionar a comissão técnica como Romo fez em 2003, eles podem convencer a equipe a deixarem de contratar um quarterback veterano para adicionarem a posição no elenco do time.

Marcus Vinicius Tavares

Marcus Vinicius Tavares

Colaborador em Blue Star Brasil
Torce para os Cowboys desde 1995 e acompanha fielmente o time desde 2005. Curte o bom e velho rock and roll e tem como a comida favorita: Hamburger! Trocar idéia e beber uma gelada são seus passatempos prediletos.
Marcus Vinicius Tavares