O técnico de running backs Gary Brown participou de uma entrevista com o Oakland Raiders na quarta-feira, aumentando a possibilidade de que o time possa perder mais um técnico nessa temporada.

O técnico de wide receivers Derek Dooley, o técnico de tight ends Steve Loney, o técnico de quarterbacks Wade Wilson, o técnico de special teams Rich Bisaccia e o técnico de secundária Joe Baker são os técnicos que já saíram do time ao final da temporada 2017.

Dooley, Wilson e Baker chegaram ao fim de seus contratos e o time não os ofereceu uma renovação. Loney se aposentou. Bisaccia saiu do time para se juntar a Jon Gruden em Oakland. Gruden foi quem deu a Bisaccia seu primeiro emprego na NFL com o Tampa Bay Buccaneers em 2002.

Mas Brown, que também chegou ao final de seu contrato, é um dos nomes que os Cowboys querem manter na equipe devido ao sucesso com os running backs do time ao longo dos anos, especialmente em 2017 quando Ezekiel Elliott foi suspenso por 6 jogos.

Brown foi importante no desenvolvimento do jovem running back Rod Smith e no ressurgimento do veterano Alfred Morris. Os dois jogadores ajudaram o time a ter o terceiro melhor ataque terrestre da liga, com média de 135,6 jardas por jogo.

Brown está com os Cowboys desde 2013 e desde então o time já teve dois running backs com o maior número de jardas corridas em uma temporada na liga, DeMarco Murray teve 1 845 em 2014 e Elliott teve 1 631 em 2017.

Ele também fez parte da campanha de 2015 onde Darren McFadden correu para mais de 1000 jardas em apenas 10 jogos.

Apesar do time querer renovar com o treinador, nada formal foi executado, permitindo que Gruden possa tentar leva-lo até Oakland.

Ficar em Dallas com o jovem Ezekiel Elliott talvez seja mais atraente para Brown do que lidar com Marshawn Lynch que já passa dos 30 anos em Oakland.

Brown também foi técnico do Cleveland Browns por 3 anos antes de se juntar ao Time da América.

Com certeza seria um contratempo para a comissão técnica dos Cowboys perder Gary Brown.

Rafael Loureiro

Rafael Loureiro

Colaborador em Blue Star Brasil
Calouro, vindo de Santa Maria-RS, 18 anos, 6' 157 lbs e escolheu não correr o 40 yard dash. Viciado em NFL e apaixonado pelo Dallas Cowboys, agora compõe a equipe do Blue Star Brasil.
Rafael Loureiro