Fim. Depois de estar perdendo por grande vantagem no começo do segundo quarto, o Dallas Cowboys conseguiu reagir e empatar o jogo no último quarto duas vezes. Um field goal no fim, entretanto, deu a vitória ao Green Bay Packers e eliminou o Time da América da temporada de 2016 da NFL.

 

Informações Gerais
Time 1 2 3 4 OT Final
⚪ #1 Dallas Cowboys  3 10  0 18 0 31
🧀 #4 Green Bay Packers 7 14 7 6 0 34

 
 
Pontuação

  • FG 🎯 DAL: Dan Bailey (50 jardas)
  • TD 🏈 GB: Richard Rodgers (32 jardas | passe de Aaron Rodgers)
  • TD 🏈 GB: Ty Montgomery (3 jardas | corrida)
  • TD 🏈 GB: Ty Montgomery (1 jarda | corrida)
  • TD 🏈 DAL: Dez Bryant (40 jardas | passe de Dak Prescott)
  • FG 🎯 DAL: Dan Bailey (33 jardas)
  • TD 🏈 GB: Jared Cook (3 jardas | passe de Aaron Rodgers)
  • TD 🏈 DAL: Jason Witten (6 jarda | passe de Dak Prescott)
  • TD 🏈 DAL: Dez Bryant (7 jardas | passe de Dak Prescott) | 2PT bem sucedida (Dak Prescott)
  • FG 🎯 GB: Mason Crosby (56 jardas)
  • FG 🎯 DAL: Dan Bailey (52 jardas)
  • FG 🎯 GB: Mason Crosby (51 jardas)

 

O Jogo

Assim como foi durante toda a temporada, o Dallas Cowboys começou atacando. A campanha até começou bem, mas um sack em Dak Prescott acabou fazendo com que Dan Bailey entrasse e o Cowboys anotasse apenas três pontos. O problema veio a seguir.

Com bastante facilidade, Aaron Rodgers comandou o Packers para o touchdown. Foram duas bobeadas da defesa que deram free plays e Rodgers não perdoou, lançando um passe de 32 jardas para Richard Rodgers para virar o jogo para 7 a 3. Depois que o ataque foi pro punt após uma falta de conduta antidesportiva que matou a campanha, o Green Bay Packers pontuou novamente, e de novo com facilidade. Sob o comando de Rodgers, o time visitante ampliou a vantagem para 14 a 3 após corrida de Montgomery para a end zone.

A situação ainda ficaria pior. Depois do ataque sair de campo sem um first down conquistado, o Green Bay Packers ampliou a vantagem para 21 a 3 depois de outra corrida de Montgomery para a end zone. Para muitos, o jogo já estava acabado ali.

A partir desse momento, o Cowboys começou sua reação. Com bons passes de Dak Prescott, o time chegou ao seu primeiro TD do jogo em um belo passe para Dez Bryant, que fez a recepção e correu até a end zone. Depois de finalmente parar Rodgers, o Cowboys ficou novamente próximo de anotar outro touchdown, mas três passes incompletos forçaram o time a ficar só no field goal. O jogo chegava ao intervalo e o Cowboys perdia por 21 a 13.

Com a posse de bola, o ataque do Packers fez mais uma vez a defesa de Dallas passar vergonha. Em mais uma boa campanha, o Packers voltou a ampliar a vantagem em um play action e passe para Jared Cook. Era um déficit de 28 a 13 com 11 minutos restanto no terceiro quarto. E foi aqui que a reação começou.

Precisando pontuar, o Dallas Cowboys conseguiu uma boa campanha, chegando até o campo de ataque. O que ninguém esperava era que Micah Hyde interceptaria o passe de Dak Prescott em uma screen. Com Green Bay a um touchdown de praticamente ganhar o jogo, a defesa de Dallas apareceu no momento crucial. No que seria um passe longo para TD, Jeff Heath voou e interceptou Aaron Rodgers, dando mais uma chance de reação para o Time da América. E o ataque aproveitou.

Em uma boa campanha alternando passes e corridas de Ezekiel Elliott, o Dallas Cowboys diminuiu a vantagem com um touchdown de Jason Witten, seu primeiro da carreira em pós-temporada. Com a defesa tirando o ataque de GB de campo novamente, o Cowboys fez o que parecia ser impossível: empatar a partida. Foi novamente com Dez Bryant que o Time da América anotou o touchdown e com Dak Prescott correndo para confirmar a conversão de dois pontos e vencer o jogo.

Ezekiel Elliott jogou bem e foi peça chave na reação do time

Com quatro minutos restantes, a defesa precisava parar o ataque do Packers para dar uma chance de virada. Isso acabou acontecendo, mas com apenas um minuto e meio restando e cedendo um field goal de 56 jardas para GB. A reação aconteceu novamente, com Dak Prescott conduzindo o time para a linha de 32 jardas, mas um passe desviado na linha de scrimmage matou a campanha. Na bola, Dan Bailey chutou novamente um FG de mais de 50 jardas e empatou o jogo novamente.

Restavam 35 segundos no relógio. A defesa do Dallas Cowboys segurou o ataque do Green Bay Packers para uma 3ª para 20 com 12 segundos restantes, até que Aaron Rodgers achou um passe inexplicável de 36 jardas para Jared Cook. Isso colocou Mason Crosby em condição de chutar o field goal da vitória com apenas três segundos restantes. Jason Garrett até tentou congelá-lo pedindo tempo, mas Crosby acertou novamente o FG e deu a vitória ao Packers no estouro do relógio. O Dallas Cowboys estava eliminado da temporada de 2016.

 

Melhores Momentos

Todos os direitos do vídeo reservados para a NFL.

 

Números
Coletivos
 Estatística Dallas Cowboys Green Bay Packers
 Jardas Aéreas 302 356
 Jardas Terrestres 138 87
 Jardas Totais 440 443
 First Downs 25 27
 Turnovers Sofridos 1 1
 Faltas (jardas) 6 (50) 3 (22)
 Tempo de posse 30:14 29:46

 

Individuais
  • Passando

DAL: Dak Prescott: 24/38, 302 jardas, 3 TD, 1 INT. Rating: 103,2

GB: Aaron Rodgers: 28/43, 356 jardas, 2 TD, 1 INT. Rating: 96,7

  • Correndo

DALEzekiel Elliott: 22 att, 125 jardas
DAL: Dak Prescott: 2 att, 13 jardas

GB: Ty Montgomery: 11 att, 47 jardas, 2 TD
GB: Aaron Ripkowski: 4 att, 24 jardas
GB: Aaron Rodgers: 2 att, 16 jardas

  • Recebendo

DAL: Dez Bryant: 9 rec, 132 jardas, 2 TD
DALTerrance Williams: 4 rec, 68 jardas
DAL: Jason Witten: 6 rec, 59 jardas, TD
DAL: Cole Beasley: 4 rec, 45 jardas

GB: Jared Cook: 6 rec, 104 jardas, TD
GB: Davante Adams: 5 rec, 76 jardas
GB: Randall Cobb: 7 rec, 62 jardas
GB: Richard Rodgers: 1 rec, 34 jardas, TD

 

✅ Pontos Positivos

Dez Bryant foi o bom e velho Dez Bryant. Um jogo incrível, onde passou das 100 jardas, anotou dois touchdowns e, sem qualquer exagero, jogou demais. Ponto para a comissão técnica por tê-lo colocado no jogo, seja em rotas e passes curtos quanto recepções longas.

  • QB Dak Prescott

O maior medo para os que queriam ver Tony Romo titular no meio da temporada era a possibilidade de Dak Prescott não render sob pressão de um jogo difícil. O que vimos foi exatamente o contrário. Dak Prescott teve uma de suas melhores partidas da temporada, lançando para três TDs e mais de 300 jardas. Sua capacidade de reverter o placar e de conduzir a última campanha foi coisa de veterano, não de um calouro que mal chegou na NFL.

  • SS Jeff Heath

O “GOAT”! De tão criticado, Heath deu a volta por cima e teve uma partida espetacular. Além da interceptação em momento chave, Heath ainda conseguiu um sack que poderia ter matado a partida. Sua segunda interceptação só não veio por conta de uma falta de Anthony Brown na jogada.

 

⛔ Pontos Negativos

Tudo bem que a arbitragem hoje foi péssima (para os dois lados, diga-se de passagem), mas o Dallas Cowboys exagerou nas faltas. De seguradas para interferências na defesa, o excesso de faltas implodiu o time nesse jogo e foi um dos responsáveis pela derrota.

  • OT Doug Free

O mais veterano da linha ofensiva pode não ter jogado mal, mas suas faltas acabaram custando caro para o Dallas Cowboys. Com a idade chegando e no último ano de contrato, Free precisa eliminar esse tipo de erro se quiser se manter na liga como titular.

  • WR Brice Butler

Uma falta de 15 jardas no começo do jogo e um drop na end zone. Precisa de mais para colocá-lo aqui?

 

Próximo Jogo

Com a derrota, o Dallas Cowboys está oficialmente eliminado da temporada de 2016 da NFL. Isso significa que só veremos o Time da América em campo em setembro, na temporada regular, ou em agosto na pré-temporada. ☹

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.