Mesmo com Tony Romo liberado para treinar, o quarterback Dak Prescott parece não estar preocupado. E por que deveria?

O calouro está tendo um início de carreira brilhante, com um recorde de 7-1. Seu passer rating de 104,2 ocupa a quarta posição na liga. Ele já lançou para 12 touchdowns e apenas 2 interceptações.

“Nada muda para mim”, disse Prescott. “Eu sou o mesmo cara de quando eu era o terceiro QB do time nos OTA’s. Nada muda. Nada vai alterar a forma que eu encaro o jogo.”

É provável que Romo seja o reserva de Prescott na partida contra Pittsburgh. O quarterback draftado este ano na quarta rodada foi perguntado se tinha feito o suficiente para manter a titularidade pelo resto da temporada.

“Eu realmente não penso sobre o que eu fiz ou o que poderia ter feito”, respondeu. “Eu só penso em ir para o treino todo dia e dar a esta equipe uma chance de ganhar no domingo.”

Dak Prescott continua elogiando Tony Romo por sua ajuda, e, em meio a risos, falou sobre a disputa da posição.

“Eu não vou mudar o que esta situação é. É sobre o meu amor e a minha paixão pelo esporte. A maneira como eu vou continuar encarando-o, não importa quem é o outro cara ou o que está acontecendo ao meu redor, qual o meu recorde, como foi a minha última performance. É tudo sobre como eu posso melhorar no meu próximo jogo.”

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me