Como era esperado, o Dallas Cowboys decidiu aumentar o tempo de estadia do guard Zack Martin no time, exercendo com a opção de quinto ano do seu contrato de calouro, mantendo o jogador até pelo menos o fim da temporada de 2018.

Em janeiro o vice-presidente da franquia, Stephen Jones, já tinha afirmado que a permanência de Martin seria uma prioridade do time.

Esta decisão indica a intenção da diretoria de manter a discutivelmente melhor linha ofensiva da NFL. No ano passado, o time texano renovou com o center Travis Frederick, que assinou um contrato de seis anos no valor de US$ 56 milhões. Em 2014, o left tackle Tyron Smith também renovou com a equipe, num acordo de US$ 110 milhões durante oito anos, três meses após o time ter utilizado a opção do quinto ano do seu contrato.

Segundo o repórter da ESPN americana, Field Yates, o valor do quinto ano de Martin será de pouco mais de US$ 9 milhões.

Tradução: “Fontes: Os Cowboys usarão a opção do quinto ano do G Zack Martin em 2018. O valor será de US$ 9.341 milhões.”

Martin, que foi escolhido na 16ª escolha geral do Draft de 2014, rapidamente se tornou um dos jogadores mais consistentes da liga. Ele foi o primeiro calouro dos Cowboys nos últimos 45 anos  a ser nomeado All-Pro, o que se repetiu em 2015 e 2016.

O próximo passo da equipe, provavelmente, será ampliar a duração do contrato de Martin, garantindo os três jogadores de linha ofensiva mais dominantes da franquia nos últimos anos.

 

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me