A temporada de 2015 não fui muito boa para o Dallas Cowboys. Sem Tony Romo, lesionado, o time teve uma campanha muito ruim, com apenas 4 vitórias e 12 derrotas.

Por conta disso, os Cowboys tiveram a quarta escolha no geral no draft, onde selecionaram Ezekiel Elliott. E se a nova contusão de Romo parecia trazer uma temporada de mais dificuldades para o America´s Team, Dak Prescott, também selecionado no draft de 2016, mostrou logo no primeiro jogo da pré-temporada que tudo poderia ser diferente.

E foi mesmo. Com uma campanha de 13 vitórias e 3 derrotas, o primeiro lugar no geral da NFC, o Dallas Cowboys ressurgiu nessa temporada. E por mais que o Super Bowl e, por consequência, o troféu Vince Lombardi não tenham vindo esse ano, a franquia merecia receber reconhecimentos por seu trabalho esse ano.

Foi o que aconteceu essa noite, na premiação dos melhores da NFL. Zeke, Dak, Jason Garrett e a linha ofensiva foram devidamente condecorados entre os melhores de 2016. Os Cowboys foram o time com o segundo maior número de troféus (4), atrás somente dos Falcons (5).

Ezekiel Elliott ganhou o prêmio FedEx Air & Ground Award como melhor jogador terrestre da temporada. Elliott liderou a NFL em jardas terrestres nessa temporada e ao receber o prêmio, agradeceu aos torcedores e dividiu os méritos com os companheiros de equipe.

Tradução: Ezekiel Elliott agradeceu a todos os torcedores dos Cowboys por ganhar o prêmio terrestre FedEx. Deu crédito ao ataque, que era “uma máquina muito bem regulada”.

O segundo prêmio da noite talvez fosse desconhecido por muitos, mas o vencedor não foi surpresa alguma.

O Built Ford Tough Offensive Line of the Year Award foi para a linha ofensiva do Dallas Cowboys.

A linha ofensiva de Dallas, que ajudou o ex-Cowboy DeMarco Murray liderar a NFL em jardas terrestres em 2014 e fez o mesmo pelo novato Ezekiel Elliott nessa temporada, é geralmente reconhecida como a melhor da liga.

Tradução: Os homens grandes trazem para casa o prêmio de Melhor Linha Ofensiva do Ano!

O terceiro prêmio recebido pelos Cowboys era barbada para a franquia. O quarterback Dak Prescott e o running back Ezekiel Elliott estiveram lado a lado durante toda a temporada liderando o ataque dos Cowboys. A única dúvida era saber quem ganharia o Offensive Rookie Of The Year.

Dak Prescott acabou levando o prêmio, e ao se levantar para receber o prêmio, cumprimentou Elliott e pediu: “Vai comigo receber o prêmio”.

Ao receber o troféu, o quarterback pediu uma faca para “cortar o troféu na metade”, agradeceu a linha ofensiva dos Cowboys, a quem de chamou de “grande muralha”, e terminou seu discurso com uma pequena piada:

“E obrigado as 31 equipes por me deixarem passar.”

Tradução: Parabéns ao @dak Melhor Novato Ofensivo do Ano!

O último prêmio recebido foi para o técnico Jason Garrett como Melhor Técnico do Ano. Ao comandar a reviravolta da franquia em apenas uma temporada de diferença, sem seu quarterback titular e com dois novatos comandando seu ataque, Garrett foi agraciado com o troféu e homenageou sua comissão técnica e seus jogadores.

“Sou apenas uma extensão do nosso time de futebol americano. Eu aceito esse prêmio em nome deles”.

Tradução: Parabéns a Jason Garrett, Técnico do Ano!

Além dos prêmios, vale ainda menções honrosas:

  • Dak Prescott e Ezekiel Elliott estiveram entre os cinco mais votados para MVP da temporada;
  • Rod Marinelli e Scott Linehan ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente, na votação de melhor técnico assistente da temporada;
  • Frank Pollack, técnico da linha ofensiva, foi o décimo mais votado para melhor técnico assistente da temporada;
  • Sean Lee esteve entre os cinco mais votados como o Melhor Jogador Defensivo da Temporada.
Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian