Em um jogo que as defesas se sobressaíram, o Dallas Cowboys contou com um fumble forçado pelo time de especialistas para garantir a vitória que pode ter colocado o time nos playoffs, dependendo apenas de outros resultados. Evitando uma conversão de dois pontos no fim, o time garantiu a vitória por 17 a 15.

 

Informações Gerais
Time 1 2 3 4 OT Final
🔵 Dallas Cowboys (11-1)  0  7  0 10 0 17
👾 Minnesota Vikings (6-6) 3 0 3 9 0 15

Pontuação

  • FG 🎯 MIN: Kai Forbath (48 jardas)
  • TD 🏈 DAL: Ezekiel Elliott (1 jarda | corrida)
  • FG 🎯 MIN: Kai Forbath (36 jardas)
  • FG 🎯 MIN: Kai Forbath (33 jardas)
  • TD 🏈 DAL: Dez Bryant (8 jardas | passe de Dak Prescott)
  • FG 🎯 DAL: Dan Bailey (39 jardas)
  • TD 🏈 MIN: Jerrick McKinnon (3 jardas | passe de Sam Bradford) (2PT não convertido)

 

O Jogo

Assim como em 11 dos 12 jogos da temporada, o Dallas Cowboys começou a partida atacando. Ao contrário de várias outras vezes, o time pouco produziu e já precisou ir para o punt. Depois de forçar um punt do Vikings, o Cowboys quase entregou o ouro com um fumble de Ezekiel Elliott, mas o próprio conseguiu recuperar a bola antes de qualquer defensor do Vikings. Ainda assim, o Cowboys acabou devolvendo a bola e Minnesota se aproveitou para abrir o placar com um field goal.

Perdendo por 3 a 0, o Dallas Cowboys passou do meio do campo pela primeira vez no começo do segundo quarto, mas pôs tudo a perder com um fumble de Lucky Whitehead, esse sim recuperado pela defesa. Precisou a defesa forçar outro punt pro ataque do Cowboys acordar para o jogo. Em uma campanha que contou com Dak Prescott convertendo uma 3ª para 13 jardas correndo e ainda lançando um passe de 56 jardas para Dez Bryant, o Cowboys saiu com 7 pontos depois de uma corrida de Ezekiel Elliott e o ponto extra de Dan Bailey.

No segundo tempo, o jogo voltou da mesma maneira que começou: punt para todos os lados. Foi só no meio do terceiro quarto que o Vikings conseguiu anotar um field goal para diminuir a vantagem para 7 a 6 e, mais importante, forçar um fumble em Dak Prescott, dando ao time outro FG ao fim da campanha, virando a partida para 9 a 7.

Kyle Wilber força o fumble na jogada que decidiu a partida para Dallas.
Kyle Wilber força o fumble na jogada que decidiu a partida para Dallas.

Já no último quarto, o Dallas Cowboys precisava pontuar e só foi conseguir graças ao seu time especialistas. Depois do punt, Kyle Wilber conseguiu forçar o fumble em Thielen para dar uma nova chance ao ataque, dessa vez já na red zone. Só bastou uma jogada para Dak Prescott conectar Dez Bryant para o touchdown.

Depois de mais um bom trabalho da defesa forçando o punt, o Cowboys conseguiu anotar um field goal para ampliar a vantagem para 17 a 9, forçando o Vikings a anotar um TD com a conversão para empatar o jogo. Quando a defesa obrigou Minnesota a devolver a bola, Dallas tinha a oportunidade de matar o jogo já naquela campanha.

Em três jogadas, o Cowboys cometeu dois erros. Primeiro com Dak, que fez o slide antes de garantir a primeira descida que mataria o jogo, e depois no snap, que acabou acontecendo um fumble que resultou numa corrida para perda de jardas de Zeke.

Com a bola de volta antes do two minute warning, o Vikings aproveitou a nova chance dada e não perdoou: avançou todas as jardas até conseguir seu TD, com Jerrick McKinnon. Na hora da conversão de dois pontos, o Vikings não conseguiu completar o passe e, somado ao onside kick errado, só pode ver o Cowboys ajoelhar para a vitória.

 

Melhores Momentos

Todos os direitos do vídeo reservados para a NFL.

 

 

 

Números
Coletivos
 Estatística Dallas Cowboys Minnesota Vikings
 Jardas Aéreas 139 247
 Jardas Terrestres 140 87
 Jardas Totais 279 334
 First Downs 13 21
 Turnovers Sofridos 2 1
 Faltas (jardas) 10 (78) 8 (57)
 Tempo de posse 26:43 33:17

 

Individuais
  • Passando

DAL: Dak Prescott: 12/18, 139 jardas, 1 TD, 0 INT. Rating: 108,3

MIN: Sam Bradford: 32/45, 247 jardas, 1 TD, 0 INT. Rating: 91,6

  • Correndo

DALEzekiel Elliott: 20 att, 86 jardas, TD
DAL: Dak Prescott: 6 att, 37 jardas
DAL: Alfred Morris: 1 att, 11 jardas

MIN: Jerrick McKinnon: 9 att, 41 jardas
MIN: Matt Asiata: 6 att, 30 jardas

  • Recebendo

DAL: Dez Bryant: 4 rec, 84 jardas, TD
DALCole Beasley: 2 rec, 23 jardas
DAL: Ezekiel Elliott: 4 rec, 19 jardas
DAL: Terrance Williams: 2 rec, 13 jardas

MIN: Adam Thielen: 7 rec, 86 jardas
MIN: Stefon Diggs: 8 rec, 59 jardas
MIN: Kyle Rudolph: 6 rec, 45 jardas
MIN: Jerrick McKinnon: 5 rec, 14 jardas, TD

 

✅ Pontos Positivos

Mesmo com o jogo aéreo do Cowboys indo mal na partida, Dez se destacou com uma linda recepção que colocou o time pro seu primeiro touchdown no jogo e, claro com um TD dele próprio após um passe lateral de Dak.

  • CB Anthony Brown

Dá pra acreditar que ele foi selecionado na sexta rodada? Ótima partida do Anthony Brown, uma das maiores revelações da temporada até agora.

  • CB Orlando Scandrick

Apesar de ter cometido uma falta que anulou uma interceptação, Scandrick só cedeu 4 recepções o jogo todo: nenhuma para mais de 6 jardas. Impressionante.

 

⛔ Pontos Negativos

Gavin Escobar não só deixou de contribuir, como também atrapalhou e muito o time. Foram duas faltas cometidas (uma discutível, por sinal) que custaram 25 jardas e mataram duas campanhas do time. Em um jogo disputado, essas faltas poderiam muito bem ter custado a vitória.

  • OT Doug Free

Depois de muitos bons jogos, Free foi muito mal. Além de ceder pressões constantes em Dak, com uma delas resultando no fumble sofrido pelo QB, Free ainda cometeu uma falta desnecessária que anulou uma grande corrida do Ezekiel Elliott.

  • WR Lucky Whitehead

Já não é a primeira vez que Whitehead frequenta os pontos negativos do time. Foram retornos ruins de punt e um fumble em uma jogada pelo ataque que coroaram sua noite ruim.

 

Próximo Jogo

Depois de dois jogos seguidos na quinta-feira, o Dallas Cowboys tem 10 dias até o próximo jogo, um Sunday Night Football contra o New York Giants. A partida será no dia 11 de dezembro, às 23h30 no horário de Brasíia. A ESPN e o Esporte Interativo já confirmaram a transmissão e o tempo real, é claro, será feito em nosso Twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.