DeMarco Murray: “Eu penso em ganhar o Super Bowl”

DeMarco Murray: “Eu penso em ganhar o Super Bowl”

504
Foto: Ronaldo Martinez / Getty Images

Depois de liderar a NFL em jardas terrestres e de ser cotado como possível MVP da temporada, DeMarco Murray emergiu na temporada de 2014 como um dos melhores running backs da liga. Com problemas no salary cap, o Dallas Cowboys reluta em dá-lo um grande contrato. No The Dan Patrick Show, na última quinta-feira, Murray falou sobre seu futuro.

“Eu não sei ainda. Nós estamos vendo isso diariamente”, disse Murray. “Não estamos muito preocupados com isso no momento. Nós conversaremos quando tivermos que conversar. Nesse momento não temos”.

Um dos possíveis motivos para Murray não receber um contrato com alto salário é a renovação de Dez Bryant, que também pode virar um free agent em março.

“Espero que, quando tudo for resolvido, permaneçamos aqui”, disse Murray. “Ele está aqui por cinco (anos) e eu por quatro e nós construímos um grande time, junto com o técnico Garrett e o resto do time. Eu acho que o time está indo na direção certa.”

E caso não dê certo, Murray está pronto para jogar em outro lugar?

“Sim. Eu entendo o aspecto do negócio em sim”, respondeu. “Não haverá ressentimentos se nós não chegarmos a um acordo juntos. Mas acredito que vamos conseguir e então vamos ver o que acontece”.

Já de acordo com Jon Machota, do Dallas Cowboys Morning News, Murray não pensa em dinheiro.

“Eu não penso sobre (um grande contrato), eu penso em ganhar um Super Bowl. O que é melhor para mim é ganhar um Super Bowl e ganhar um agora. No fim, dinheiro vai ser relevante em algum ponto. Mas você definitivamente quer ganhat o que você vale e coisas assim. No fim, o que interessa é ganhar um Super Bowl”.

Também de acordo com Machota, Murray não vê problemas em ter um grande número de corridas por jogo.

“Eu não sofro muitos hard hits. Eu me sinto ótimo, eu não estou preocupado com isso (número de corridas)”, finalizou.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.