DeMarcus Lawrence falou neste domingo pela primeira vez desde que soube que seria suspenso por quatro jogos na temporada de 2016.

Apesar de ser a sua primeira fala pública, ele garantiu que neste tempo se cercou com pessoas importantes para ele – seus companheiros de equipe e outras pessoas do Dallas Cowboys.

“Pedi desculpas para a minha equipe, à família Jones, à instituição. Eles sabem como eu  lamento profundamente pelo meu erro”, disse Lawrence. “Mas agora é seguir em frente, o foco é voltar para a temporada após a suspensão.”

Lawrence foi suspenso em abril por ter violado a política de abuso de substâncias da NFL, sendo proibido de jogar por quatro jogos. O jogador disse que teve tempo nas OTA’s de se desculpar com a equipe pessoalmente.

“Em momentos difíceis como este você precisa aprender a se levantar e ser homem diante dos seus erros”, disse ele. “Eu fiz isso. Me levantei como homem e falei com meus companheiros de equipe, e eles entendem como estou arrependido.

Líder da defesa com 8 sacks na temporada passada, sua ausência deverá ser sentida.  Esta suspensão, juntamente com a de Randy Gregory, tem feito os Cowboys se prepararem para um começo de temporada sem os seus dois mais talentosos defensive ends.

Com a ausência de Gregory no Training Camp, Lawrence tem o desafio não apenas de se preparar mas também o de ajudar os jovens pass rushers do elenco dos Cowboys.

“Eu tenho vindo aqui para um dia duro de trabalho para ter a certeza de que os garotos estão prontos para assumir o seu papel”, disse ele. “Eu venho até aqui para tentar focar na minha técnica, para me certificar de que estarei pronto e em forma quando eu voltar, e também para ter certeza de que os rapazes estão prontos.”

Ele também esteve lá para ouvir as palavras do head coach Jason Garrett. O jogador veterano com três anos de experiência tem permissão para participar do Training Camp e dos jogos da pré-temporada, onde certamente a comissão técnica pretende fazer uso dele.

“Nós temos certeza de que ele coloca sobre si uma grande responsabilidade, ele está determinado a fazer isso”, disse Garrett.

Mesmo que por pouco tempo, o seu entrosamento será bom para a sua volta ao futebol. A sua cirurgia em suas costas na offseason o limitou nas OTA’s, resultando em oito meses sem participar de um legítimo snap, mas ele já disse no domingo que as suas costas estão saudáveis. Além disto, é esperado ele volte com outra atitude nesta temporada.

“Realmente, eu aprendi quais são as minhas prioridades. Você sabe o que tem que fazer e precisa fazer todo mundo saber disto. Eu não quero seguir daquela maneira. Eu sei o que colocar em primeiro lugar a partir de agora”.

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me