Descansado, Cowboys enfrenta o Giants em horário nobre

Descansado, Cowboys enfrenta o Giants em horário nobre

494

(foto: Chris Chambers/Getty Images North America)

 

Depois da bye week vinda com uma vitória fácil sobre o Jacksonville Jaguars, o Dallas Cowboys volta ao cenário de destaque do futebol americano. Jogando no horário nobre, o Sunday Night Football, o Time da América enfrenta ninguém mais que o New York Giants, um de seus rivais de divisão. Vindo de derrota em casa para o San Francisco 49ers, o Giants vem com tudo para cima do Cowboys para não ver sua temporada acabar mais cedo por mais um ano. Já do lado de Dallas, a missão é vencer para manter vivo o sonho de playoffs.

 

Plano de Jogo

No frio congelante dos Estados Unidos, o Rafa analisou as duas principais armas do Eli Manning: Rueben Randle e o calouro Odell Beackham Jr. Além de mostrar como pará-los, o Plano de Jogo dessa semana ainda mostra como Dez Bryant pode ter (mais) um ótimo jogo. Para ver a edição dessa semana, clique aqui.

 

Podcast

Também voltando da bye week, o podcast dessa semana fez um pouco diferente das outras: um apanhado geral da temporada. Destaques, decepções, surpresas e muito mais! Além disso, os participantes analisaram os pontos chaves do jogo contra o New York Giants. Ouça o que o Cowboys deve fazer para vencer a partida clicando aqui.

 

Fique de Olho

  • DeMarco Murray

Assim como foi em todos os outros jogos da temporada, Murray será um perigo para o time do Giants. Sem o DT Cullen Jenkins, lesionado, o caminho para o Murray ficará ainda mais fácil. Estabelecendo o jogo terrestre, principalmente no frio de Nova York, será fundamental para poupar Romo e ter o controle do relógio.

  • Dez Bryant

Com Prince Amukamara lesionado e fora do resto da temporada, o caminho para mais um grande jogo do Dez ficou ainda mais fácil. Tendo que improvisar o Rodgers-Cromartie ou Zackary Bowman no lugar que Amukamara ocupava, Dez Bryant pode ter uma chance de ouro para se aproveitar e conseguir um bom jogo.

  • Rueben RandleRueben Randle / Brandon Carr

Como já dito no Plano de Jogo, Randle é o jogador pra ficar de olho do Giants. Sim, o Odell vem fazendo excelentes jogos e excelentes recepções, mas por isso ele receberá mais atenção e será melhor marcado. Com problemas na posição de linebacker, Rueben deverá tentar muitas recepções no famoso box, onde o Cowboys deverá ter atenção ou possivelmente essa será a jogada de muitos firstdowns do time de Nova York.

 

Desfalques

  • Dallas Cowboys

Tyler Patmon, como já dito, se recupera de uma lesão e está fora;

Josh Brent, Tony Romo, Tyrone Crawford,  Doug Free, Nick Hayden e Rolando McClain estão listados como prováveis, mas devem jogar sem maiores problemas.

  • New York Giants

Jacquian Williams, Justin Pugh e Cullen Jenkins não treinaram durante a semana e estão fora;

Mathias Kiwanuka, com uma lesão no joelho, está listado como provável, mas deve jogar.

 

O que esperar?

Com problemas na linha defensiva, o Giants deve ter problemas em parar o jogo terrestre do Murray, que deverá aparecer mais. Também com problemas na secundária, Dez Byrant e Terrance Williams podem ser os responsáveis por big plays do Dallas Cowboys. Do lado de Nova York, a ameaça fica pelo lado do ataque. Eli, mesmo jogando mal, sempre tem boas atuações contra Dallas e esse jogo não deverá ser diferente. Com Odell Beckham Jr. em boa fase, marcá-lo será fundamental para anular o ataque nova iorquino. Lary Donnell, o tight end, também deve ser motivo de atenção, principalmente na redzone.

 

Uma vitória do Cowboys daria…

  • Um recorde de 8-3 pela primeira vez desde 2009, e a 11ª vez na história da franquia;
  • A quinta vitória consecutiva fora de casa, a maior série desde a série de 10 jogos entre 2006 e 2007;
  • A quarta vitória consecutiva contra o Giants, a maior série desde 1992-1994, quando foram cinco vitórias;
  • A segunda “varrida” consecutiva no Giants, e a 20ª na história;
  • Um recorde de 4-1 contra o Giants no MetLife Stadium;
  • Um recorde de 2-1 na divisão;
  • Um recorde de 18-8 em jogos seguidos a bye week;
  • A 25ª vitória do time no Sunday Night Football, a maior marca da liga.

 

Curiosidades

Por ser um confronto de divisão, Dallas Cowboys e New York Giants fazem uma rivalidade de mais de 50 anos. Entre todas as franquias da NFL, apenas o Washington Redskins e o Philadelphia Eagles (107 e 106, respectivamente) disputaram mais jogos contra o Dallas Cowboys do que o Giants. Das 105 partidas disputadas entre as equipes, a vantagem vai para Dallas: são 60 vitórias contra 43 derrotas e dois empates. O Cowboys detém um recorde positivo não só em casa (33-20-1) como também fora de casa (27-23-1).

Apesar da vantagem na temporada regular, o Cowboys conta com um retrospecto ruim nos playoffs. Foi apenas um jogo entre as equipes na pós-temporada, em 2007, mas a vitória ficou para o Giants. Naquele ano, o Cowboys tinha um dos melhores times da liga e acabou perdendo a chance de jogar mais um Super Bowl. Ao invés disso, foi o New York Giants que chegou ao Super Bowl e venceu o até então invicto New England Patriots.

No ano de 2013, o Dallas Cowboys conseguiu um sweep sobre o Giants, ou seja, vitórias em casa e na casa do adversário. Foi a 19ª vez que o Cowboys conseguiu um sweep sobre o time de Nova York, e a primeira vez desde 2007.

O confronto ficou marcado também pela primeira partida entre as equipes. Em 1960, Cowboys e Giants empataram em 31-31, marcando a única “não-derrota” do Dallas Cowboys na sua temporada de estreia na NFL.

 

Transmissão

Por ser em horário nobre americano, o jogo terá transmissão não só da ESPN, como também da Esporte Interativo. O jogo será às 23h30 no horário de Brasília, com tempo real também de nosso twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.