Os Cowboys encontram um cornerback valioso na sexta-feira a noite – mas um cornerback que vem com questões imediatas sobre questões extra-campos.

O destaque de Michigan Jourdan Lewis foi a 92ª escolha no geral no draft de 2017, sendo o segundo cornerback seguido escolhido pelos Cowboys para ajudar a reformular a sua secundária. Tudo isso é muito bom no diz que respeito ao futebol americano, mas as questões se levantam sobre um suposto incidente doméstico ocorrido em março.

Lewis está enfrentando uma acusação de delito decorrente de violência doméstica no dia 15 de março em um incidente com sua namorada. Está agendado um julgamento com juri com início para 24 de julho.

Dez minutos depois de selecionar Lewis, a diretoria dos Cowboys foi questionada sobre o incidente. O dono e gerente geral Jerry Jones disse que era uma questão que foi discutida suficiente nos Cowboys e que se sentia confortável em escolhe-lo no draft.

“Nós tínhamos analisado completamente a situação dele. Nós já tínhamos feito isso há muito tempo,” disse Jones. “Um dos seus grandes atributos é o seu excepcional caráter fora de campo durante sua vida. Acima de tudo, ele tem um grande caráter futebolístico também. Então nós estamos satisfeitos que estamos bem com essa situação.”

Lewis, que foi nomeado o Defensive Back do ano em 2016 na Conferência Big Ten, foi ainda mais categórico quando perguntado sobre suas questões legais.

“Como eu já disse a todos, eu realmente penso que todas as acusações serão retirada e eu vou ser exonerado de tudo,” falou eu. “Eu sou totalmente inocente. Sinceramente eu acredito nisso. E é isso que espero que aconteça na minha próxima data de julgamento.”

É interessante destacar que em 24 de julho, os Cowboys já terão começado seu training camp. Mas quando perguntado se o julgamento irá interferir em sua disponibilidade para o camp, Lewis insistiu que não.

“Eu não acho que irá atrapalhar. Eu penso que tudo será encerrado, ali mesmo– naquele primeiro julgamento,”disse ele. “Eu somente estou olhando para frente, mirando o training camp.”

Essa confiança foi tema único em uma noite que os Cowboys, potencialmente, adicionou duas grandes peças a sua defesa. O técnico dos Cowboys, Jason Garrett, foi perguntado sobre seu nível de confortabilidade com a escolha, e ele ecoou os sentimentos de tanto Jones como seu novo jogador – justificando toda sua confiança necessária ao adicionar Lewis ao elenco.

“Nossos recrutadores fizeram um grande trabalho ao pesquisar sobre essa situação e fazendo a due diligence. O resultado disso tudo foi que sentimos muito bem com esse jogador, não somente como jogador, mas como pessoa,” disse Garrett. “Greg Jackson, nosso técnico para secundária, estava na comissão em Michigan, e ele o conhece muito bem. Nós conhecemos todos os técnicos lá também. Toda a due diligence que fizemos nos fez sentir muito confortáveis com essa situação.”

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian