O último dia de Draft chegou. Após dois dias de evento que nos renderam jogadores como Ezekiel Elliott, Jaylon Smith e Maliek Collins, chegou a hora do dia em que as últimas quatro rodadas são definidas.

Com 155 escolhas a serem feitas, o terceiro dia é o mais extenso do Draft, durando toda a tarde. O Dallas Cowboys conta com seis escolhas para essas quatro rodadas, mas com uma observação: o time só escolhe em duas das quatro rodadas. Serão duas escolhas na quarta rodada e quatro na sexta rodada.

De fato, vamos para a análise dessas escolhas.

 

As escolhas do Dallas Cowboys no terceiro dia do Draft de 2016

 

Quarta Rodada
  • Número da escolha: 3ª da quarta rodada (101ª geral do Draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao terminar a temporada com um recorde de 4-12, o Dallas Cowboys garantiu a 101ª escolha geral do Draft, ficando na frente do San Diego Chargers (que também teve um recorde de 4-12) por conta dos critérios de desempate.

 


  • Número da escolha: 37ª da quarta rodada (135ª geral do Draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao perder Jermey Parnell para o Jacksonville Jaguars no período de Free Agency de 2015, o Dallas Cowboys garantiu a escolha compensatória de quarta rodada.

 


Jogadores favoritos para as escolhas

 

Ronald Blair

  • Posição: Defensive End
  • Universidade: Appalachian State
  • Altura: 6’2” (1,88m)
  • Peso: 284 lbs (129 kg)

 

Análise Geral: 

Ronald Blair é um dos melhores pass rushers restantes do Draft. Com o Dallas Cowbos ainda sem selecionar um jogador da posição, Blair entra como possível candidato para a escolha de quarta rodada. Blair tem boa agilidade lateral e muito efetivo no pass rush. Possui braços longos e grandes mãos, e consegue ser efetivo no bullrush. Teve uma boa partida contra Clemson, melhor universidade que enfrentou em sua carreira. Seus problemas extra-campo podem fazer o Cowboys evitar selecioná-lo

 


Dak Prescott

  • Posição: Quarterback
  • Universidade: Mississippi State
  • Altura: 6’4” (1,88m)
  • Peso: 226 lbs (102 kgs)

 

Análise Geral:

Prescott chegaria a Dallas para brigar pela posição de reserva esse ano com Kellen Moore, e deveria ter a função garantida a partir de 2017. Caso desenvolvido adequadamente, pode ter uma chance de ser o titular da equipe depois que Romo se aposentar. Os técnicos fizeram um workout privado com Prescott algumas semanas atras. Nesse terceiro dia, é esperado que haja uma corrida pelos quarterbacks restantes, e a quarta rodada deve ser a única possível para o Cowboys selecioná-lo.

 


Jallen Mills
  • Posição: Defensive Back
  • Universidade: LSU
  • Altura: 6’0” (1,83 m)
  • Peso: 191 lbs (87 kgs)

 

Análise Geral: 

Mills foi um dos jogadores que participou do Dallas Day, e com isso teve grande exposição com os técnicos do Cowboys. Jogador versátil e que acrescentaria a secundária do time. Apenas Scandrick e Byron Jones tem contratos para além de 2016 dos jogadores der secundária de Dallas. Cotado para sair no segundo dia do Draft, Mills acabou caindo para o terceiro dia. Sem nenhum motivo aparente pela queda, Mills pode ser um dos primeiros a serem selecionados no dia.

 


Connor Cook
  • Posição: Quarterback
  • Universidade: Michigan State
  • Altura: 6’4” (1,93 m)
  • Peso: 217 lbs (99 kgs)

 

Análise Geral:

Titular por 4 anos e detentor da maioria dos recordes da universidade de Michigan State. Experiência, esquema de jogo parecido com a NFL, inteligência e trabalho de pés fazem muitos acreditar que Cook é o quarterback mais pronto para a NFL. Boa leitura de jogadas e antecipação em seus passes. Consegue fazer os passes em movimento. Boa força em seus lançamentos e boa mecânica de passe. Não tem tanto upside como outros quarterbacks da classe. Não completou mais de 60% de seus passes em nenhuma temporada na NCAA. Times questionam sua liderança e relacionamento com os companheiros de time, que não o escolheram como capitão para sua última temporada na universidade. Poderia ser um ótimo reserva para Romo em 2016 e possivelmente titular após sua aposentadoria, caso evoluísse alguns aspectos em seu jogo.

 


Jogadores que correm por fora

 

Zack Sanchez

  • Posição: Cornerback
  • Universidade: Oklahoma

Zack Sanchez é um dos melhores cornerbacks ainda disponíveis. Sanchez foi duas vezes first team All-Big 12 e titular de 37 partidas em seus três anos com OU. Mesmo tendo 15 interceptações e 28 passes desviados nessas três temporadas, muitos questionam o físico leve de Sanchez e sua decisão prematura de ir para a NFL.

Vadal Alexander

  • Posição: Offensive Guard
  • Universidade: LSU

Alexander foi titular de LSU ao lado de La’el Collins e ganhou prêmios jogando tanto como left guard como right tacke. Com a saída de Mackenzy Bernadeau, o Cowboys está de olho em um jogador que possa ser reserva e jogar em mais de uma função. Stephen Jones já deixou claro a intenção de selecionar um jogador nesse estilo, e Alexander pode estar cotado.

 

Matt Judon

  • PosiçãoDefensive End
  • Universidade: Grand Valley State

Judon é um dos melhores edge rushers restantes no Draft. Dominante na segunda divisão da NCAA, Judon pode receber uma chance em jogar no nível profissional por sua habilidade em pressionar o quarterback. Projetado para sair na quarta rodada, o Cowboys pode arriscar e esperá-lo até a sua escolha compensatória no fim da rodada.

 


Sexta Rodada

 

  • Número da escolha: 14ª da sexta rodada (135ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao realizar uma troca com o Oakland Raiders pelo Brice Butler, o Dallas Cowboys cedeu sua escolha de quinta rodada e recebeu a de sexta rodada de Oakland junto com o wide receiver.


  • Número da escolha: 37ª da sexta rodada (212ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao perder Bruce Carter para o Tampa Bay Buccaneers no período de Free Agency de 2015, o Dallas Cowboys garantiu a escolha compensatória de sexta rodada.


  • Número da escolha: 41ª da sexta rodada (216ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao perder Henry Melton para o Tampa Bay Buccaneers no período de Free Agency de 2015, o Dallas Cowboys garantiu a escolha compensatória de sexta rodada.


  • Número da escolha: 42ª da sexta rodada (217ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao perder Justin Durant para o Atlanta Falcons no período de Free Agency de 2015, o Dallas Cowboys garantiu a escolha compensatória de sexta rodada.

 


Jogadores possíveis para as escolhas

Jason Fanaika

  • Posição: Defensive End
  • Universidade: Utah State

Fanaika teve 5 sacks e 10,5 tackles para perda de jardas na temporada de 2015.  Apesar de ser um pouco cru, Fanaika melhoraria o elenco em uma posição carente e com algumas temporadas evoluindo no banco, pode se tornar uma boa peça ao time.

Deon Bush

  • Posição: Defensive Back
  • Universidade: Miami (FL)

Bush é um jogador que revezou entre as posições de cornerbacksafety durante sua carreira com o Hurricanes. Pode também jogar no special teams, o que o torna um jogador valioso para a escolha nessa altura do Draft.

 

Brandon Allen

  • Posição: Quarterback
  • Universidade: Arkansas

Caso o Dallas Cowboys não selecione um quarteback na quarta rodada, Allen é uma das opções restantes para suprir a necessidade do time. Apesar de ser baixo, Allen tem um braço forte e mostrou muito atleticisimo.

 

Kevin Hogan

  • Posição: Quarterback
  • Universidade: Stanford

Hogan é outro atleta que o Cowboys pode buscar em suas últimas escolhas do Draft. Com problemas no trabalho com os pés e um braço não tão forte, Hogan compensa com sua inteligência. Foi o quarterback com maior porcentagem de passes curtos completos na Pac-12 e pode se tornar um reserva OK para Tony Romo.

 

Kyle Friend

  • Posição: Center
  • Universidade: Temple

Friend é um daqueles jogadores que conseguem jogar em mais de uma posição da linha ofensiva. Com a saída de Bernadeau, o Cowboys está procurando um jogador parecido e Friend pode ser quem o time procura.

 

DeMarcus Robinson

  • Posição: Wide Receiver
  • Universidade: Florida

Robinson deverá ser um dos melhores wide receivers do Draft no momento em que o Cowboys estiver no relógio na sexta rodada. Robinson tem bastante talento vertical e consegue ganhar jardas após a recepção. Entretanto, problemas fora de campo deram ao jogador suspensões dentro de campo, o que pode tirar o interesse do Cowboys no jogador.

 

Rashard Robinson

  • Posição: Cornerback
  • Universidade: LSU

O trauma de um CB de LSU em Dallas é óbvio, mas Robinson pode ser uma boa escolha na sexta rodada. Em termos de talento, Robinson é um jogador muito sólido, mas lidou com problemas fora de campo que o tiraram de vários jogos ao longo de sua carreira no college, inclusive toda a temporada de 2015.

Corey James

  • Posição: Linebacker
  • Universidade: Colorado State

James foi um dos jogadores a visitar o Dallas Cowboys e o time tem um histórico recente de selecionar linebackers nas últimas rodadas do Draft. Pode ser uma das escolhas compensatórias do time.

 


Chance de Troca?

Possível. Como o Dallas Cowboys tem apenas duas escolhas não-compensatórias, isto é, as únicas disponíveis para/-troca, o time pode acabar tentando descer posições para ganhar algumas escolhas ou, principalmente, usar a escolha de sexta rodada para subir.

Com algumas escolhas do Draft de 2017 já comprometidas (a de 5ª rodada, por exemplo, foi trocada para o Buffalo Bills pelo Matt Cassel), é improvável que o time faça uma troca como a feita para selecionar o TE Geoff Swaim em 2015.

 


Transmissão

O segundo dia do Draft acontece HOJE, 30/04/2016, às 13h no horário de Brasília. O horário é a tarde por conta das quatro rodadas que serão feitas. Não haverá transmissão no Brasil, mas faremos nosso tempo real no Twitter.

 


Quer ver a análise do segundo dia do Draft? Então clique aqui!

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.