DRAFT | O que esperar do segundo dia?

DRAFT | O que esperar do segundo dia?

1049
Foto: Jason DeCrow / AP Photo

Depois da análise sobre o primeiro dia do draft para o Dallas Cowboys, chegou a vez de falar sobre o segundo dia. Menos badalado que o primeiro dia, o segundo não fica atrás em relação a importância no evento e no futuro dos times.

O segundo dia do draft conta com a segunda e a terceira rodada. Ao contrário do primeiro dia, cada time tem apenas sete minutos para selecionar um jogador ou realizar alguma troca. A ESPN já divulgou que transmitirá o segundo dia do draft, que ocorrerá no dia 1º de maio.

De fato, vamos às análises das escolhas do Dallas Cowboys para o segundo dia:

 

As escolhas do Dallas Cowboys no segundo dia do draft 2015

 

Segunda Rodada
  • Número da escolha: 28ª da segunda rodada (60ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao ser um dos quatro times eliminados na rodada divisional dos playoffs da temporada de 2014 da NFL, o Dallas Cowboys garantiu a 60ª escolha geral por conta dos critérios de desempate da liga.

 

Jogadores favoritos para a escolha

 

Jay Ajayi
Foto: Idaho Statesman, Kyle Green / AP Photo
Foto: Idaho Statesman, Kyle Green / AP Photo
  • Posição: Running Back
  • Universidade: Boise State
  • Altura: 6-0
  • Peso: 221 lbs

Apenas por talento, Jay Ajayi está entre os 5 melhores Running Backs do draft. Titular por dois anos em Boise State, Ajayi conseguiu a impressionante marca de 28 touchdowns terrestres em seu último ano na universidade.

É um jogador com tamanho ideal para a posição de Running Back. Muito físico, conseguindo jardas após o contato. Boa aceleração e explosão em suas corridas. Consegue fazer os cortes necessários para encontrar o buraco na linha ofensiva. Ótimo em situações de 3ª descida para poucas jardas e próximo à goaline. Um dos melhores running backs da classe recebendo passe.

A sua proteção contra o passe ainda precisa de evolução. Levou muitas corridas para perto da sidelines, algo que não será possível na NFL. Não tem ótima velocidade para um running back. Teve problemas com fumbles em sua carreira. Lesão degenerativa no joelho, sem cura, que pode encurtar sua carreira.

Jay Ajayi seria uma boa opção para o Cowboys na segunda rodada, e seria o running back titular como calouro. Sua lesão no joelho, porém, pode fazer com que ele ainda esteja disponível em rodadas mais tardias, como a terceira ou quarta rodada. O jogador também demonstrou vontade de jogar em Dallas em um programa de TV.

 

Benardrick McKinney
Foto: dabarsbeat.com
Foto: dabarsbeat.com
  • Posição: Linebacker
  • Universidade: Mississippi State
  • Altura: 6-4
  • Peso: 246 lbs

Selecionado para o melhor time da conferência SEC em 2014, McKinney foi um dos principais jogadores de Mississippi State ao longo de sua carreira, liderando o time em tackles nos seus últimos dois anos na universidade.

É um bom jogador fazendo os tackles e é conhecido por seus big hits, não cedendo jardas após o contato com o corredor. Tamanho ideal para jogar de Linebacker da NFL. Muito bom parando as corridas entre os tackles. Escapa bem dos bloqueios para chegar no running back. Jogador muito físico e forte. Tem boa habilidade no pass rush, tendo se alinhado como defensive end em algumas ocasiões.

Seus problemas começam na cobertura contra o passe. Não tem boa velocidade, o que o prejudica na tentativa de parar as corridas por fora dos tackles. Dificuldade na mudança de direção. Na NFL, deve ser apenas um jogador de 2 downs, saindo de campo em situações de passe.

McKinney deve ser escolhido na segunda rodada do Draft, e em Dallas poderia ser o titular na posição de strong side linebacker. Acrescentaria fisicalidade e a habilidade de parar as corridas e pressionar o quarterback a defesa do Cowboys.

 

Shaq Thompson
Foto: Joe Nicholson / USA TODAY Sports
Foto: Joe Nicholson / USA TODAY Sports
  • Posição: Linebacker
  • Universidade: Washington
  • Altura: 6-0
  • Peso: 228 lbs

Thompson foi um dos principais jogadores da defesa de Washington na última temporada. É um ótimo atleta, tendo jogado algumas partidas como running back.

Jogador com ótima velocidade e agilidade. Faz bem a leitura das jogadas. Bom nos tackles. Forçou muitos turnovers ao longo de sua carreira universitária, tendo conseguido 4 touchdowns defensivos em 2014. Bom na marcação contra o passe, podendo ficar em campo os 3 downs. Pode jogar nas 3 posições de Linebacker. 

Por sua habilidade na defesa contra o passe, alguns scouts o projetam como safety, apesar de sua vontade de permanecer como linebacker. Não tem o físico ideal para jogar de LB na NFL. Precisa ganhar peso para permanecer na posição. Precisa evoluir em sua habilidade de escapar dos bloqueios.

Thompson seria uma boa escolha para o Cowboys, podendo ser titular no strong side como calouro, e tem a flexibilidade para jogar nas outras funções de Linebacker em caso de lesão. Deve ser escolhido entre a segunda e terceira rodada.

 

Damarious Randall
Foto: Matt Kartozian / USA TODAY Sports
Foto: Matt Kartozian / USA TODAY Sports
  • Posição: Safety
  • Universidade: Arizona State
  • Altura: 5-11
  • Peso: 196 lbs

Segundo alguns insiders, o Cowboys considera Randall como o melhor safety da classe. Ele é um jogador com boa velocidade. O melhor safety na cobertura de passes do Draft, sendo projetado como Free Safety na NFL. Muito bom forçando turnovers. Consegue localizar a bola no ar para desviar o passe ou conseguir a interceptação. Retornou duas INTs para touchdown em 2014. Bom nos tackles. Utilizado diversas vezes na blitz, e obteve muito sucesso nesse quesito.

Randall, entretanto, precisa melhorar contra o jogo terrestre, principalmente nos ângulos em direção a bola. É um pouco baixo para a posição. Caiu algumas vezes nos play-actions. 

Caso selecionado, Randall brigaria com Wilcox para a vaga de Free Safety em Dallas. Mesmo que não fosse titular, poderia ser utilizado em situações de passe, já que pode ser melhor nesse quesito que os atuais safeties do elenco. Deve ser selecionado na segunda rodada do Draft.

 

Jogadores que correm por fora

 

P.J. Williams

  • Posição: Cornerback
  • Universidade: Florida State

Bom tanto em man como zone coverage, Williams pode ser uma boa opção na segunda rodada. É mais agressivo do que o necessário na marcação e teve problemas fora de campo, sendo preso por dirigir embriagado. Talento para estar entre os 3 principais cornerbacks do elenco, caso selecionado por Dallas.

Devin Smith

  • Posição: Wide Receiver
  • Universidade: Ohio State

Uma escolha que surpreenderia muitas pessoas, pela posição do jogador. Smith foi um dos únicos wide receivers a visitar o Valley Ranch no período pré-draft. Jogador de muita velocidade, que seria um alvo de bolas longas para Tony Romo. Deve ser escolhido na segunda rodada.

Tevin Coleman

  • Posição: Running Back
  • Universidade: Indiana

Coleman não deve sobrar na escolha de segunda rodada do Cowboys. Talvez seja necessário um trade up para pode escolher o jogador. Porém, chegaria para ser titular como calouro e um ótimo substituto de DeMarco Murray.

Grady Jarrett

  • Posição: Defensive Tackle
  • Universidade: Clemson

Jarrett não tem o tamanho ideal para a posição, porém compensa com ótima agilidade, explosão e aceleração. Bom jogador no pass rush, com ótimos movimentos para escapar dos bloqueios. Deve ser escolhido na segunda rodada.

Ronald Darby

  • Posição: Cornerback
  • Universidade: Florida State

Darby foi um dos cornerbacks a visitar o Valley Ranch no período pré-draft. Participou de diversas competições de atletismo durante o ensino médio, o que mostra seu atleticismo. Jogador muito veloz e bom na marcação homem a homem. Precisa ser menos agressivo com a bola no ar, e parar melhor as rotas curtas. Jogador de segunda rodada.

 

Terceira Rodada
  • Número da escolha: 27ª da terceira rodada (91ª geral do draft)
  • Como conseguiu a escolha? 

Ao ser um dos quatro times eliminados na rodada divisional dos playoffs da temporada de 2014 da NFL, o Dallas Cowboys garantiu a 91ª escolha geral por conta dos critérios de desempate da liga.

 

Jogadores favoritos para a escolha

 

Duke Johnson
Foto: Robert Duyos / Sun Sentinel
Foto: Robert Duyos / Sun Sentinel
  • Posição: Running Back
  • Universidade: Miami
  • Altura: 5-9
  • Peso: 207 lbs

Recordista em jardas terrestre na Universidade de Miami, Duke Johnson está entre os running backs mais bem cotados do draft. Jogava em um esquema de bloqueio por zona em Miami, o mesmo utilizado em Dallas.

Tem ótima paciência em suas corridas. Consegue localizar o buraco na linha ofensiva, fazer o corte e explodir para um bom avanço. Ótima agilidade, não perdendo velocidade em seus cortes. Consegue escapar de tackles frequentemente. Bom recebedor saindo do backfield. 

Sua altura e peso, entretanto, preocupam. Muitos times não o vêem como um running back que possa carregar a bola 20-25 vezes por partida. Apesar de tentar, muitas vezes encontra problemas na proteção ao passe, por conta de seu tamanho. Teve problemas com lesões na temporada de 2014.

Duke Johnson é o Running Back do draft que mais se encaixa no esquema de corridas do Cowboys. Pode acabar sendo preterido por outro jogador por conta de seu tamanho, já que Dallas busca um RB completo, para substituir Murray. É uma opção para a segunda ou terceira rodada do draft. Recentemente, o jogador disse que gostaria de jogar no Cowboys.

 

T.J. Yeldon
Foto: Youtube.com/NFL
Foto: Youtube.com/NFL
  • Posição: Running Back
  • Universidade: Alabama
  • Altura: 6-1
  • Peso: 226 lbs

Jogando em um dos melhores times da NCAA, T.J Yeldon foi um Running Back produtivo em suas três temporadas na universidade de Alabama.

É um jogador bom tamanho para a posição. Tem boa paciência e visão em suas corridas. Correu algumas vezes em jogadas de bloqueio por zona. Boa agilidade, fazendo os cortes necessários para encontrar o buraco na linha ofensiva, e explodir para o segundo nível da defesa. Bom na goaline, totalizando 37 Touchdowns ao longo dos 3 anos de sua carreira.

Alguns scouts acreditam que ele seja apenas um running back de terceira descida. Precisa evoluir na proteção em jogadas de passe. Força abaixo da esperada por seu tamanho. Buscou muito as corridas por fora no nível universitário. Problemas com fumbles ao longo de sua carreira.

T.J Yeldon pode ser visto pelo Cowboys como o último running back completo do Draft. Seria uma boa aquisição para o backfield de Dallas, e possivelmente titular como calouro. Deve ser escolhido no final da segunda, ou na terceira rodada.

 

Mario Edwards Jr.
Foto: Jacob Langston / Orlando Sentinel
Foto: Jacob Langston / Orlando Sentinel
  • Posição: Defensive End
  • Universidade: Florida State
  • Altura: 6-3
  • Peso: 279 lbs

Caso fosse para o draft em 2014, Edwards provavelmente seria escolhido na primeira rodada. Após ganhar peso e tentar uma mudança para Defensive Tackle no ano passado, sua produção caiu.

Ainda, Edwards Jr. é um jogador versátil podendo jogar como Defensive End ou Defensive Tackle em Dallas. Joga com muita força e potência após o snap. Utiliza seu braços longos para escapar dos bloqueios. Boa visão e reconhecimento das jogadas para parar as corridas. Sabe pressionar o quarterback utilizando sua força, porém precisa aprender outros movimentos para ser efetivo na NFL. Precisa melhorar sua reação após o snap. O aumento de peso para jogar como Defensive Tackle o prejudicou, e apesar de já ter perdido peso após o fim da temporada, existe a preocupação que não tenha a mesma velocidade e explosão que tinha em 2013.

É uma boa opção para o Cowboys na segunda ou terceira rodada. Se encaixaria melhor como Left End em Dallas, podendo ser importante para a rotação da linha defensiva já como calouro, podendo ser deslocado para Defensive Tackles em situações de passe.

 

Jogadores que correm por fora

Quinten Rollins

  • Posição: Cornerback
  • Universidade: Miami (OH)

Após jogar basquete nos seus 4 primeiros anos na faculdade, Rollins fez a transição para o futebol americano e se deu muito bem. Com ótimo físico e bom na press man coverage, Rollins pode ser uma das surpresas desse draft. Por ter jogado a maior parte de sua elegibilidade outro esporte, ainda tem muito o que evoluir no futebol americano. Deve ser escolhido na segunda ou terceira rodada.

Danielle Hunter

  • Posição: Defensive End
  • Universidade: LSU

Jogador muito atlético com físico ideal para ser um ótimo pass rusher na NFL. Liderou todos jogadores da SEC em tackles para perda de jardas em 2014. Precisa melhorar seus movimentos de pass rush, já que apesar de ter o físico ideal, não acumulou muitos sacks em sua carreira. Jogador de terceira rodada.

 

Chance de Troca?

Talvez. Caso o Dallas Cowboys veja a oportunidade de selecionar algum bom jogador de primeira rodada que sobrou na segunda rodada ou um de segunda que sobrou para a terceira, é possível que haja uma troca. Em 2014, o Dallas Cowboys trocou suas escolhas de segunda e terceira rodada pela escolha de segunda rodada do Washington Redskins para selecionar DeMarcus Lawrence, o último bom pass rusher daquele draft na visão do time.

Essa troca poderia ocorrer também caso o time queira garantir um jogador de uma posição que necessite (leia-se running backcornerback). Caso o time não tenha selecionado nenhum jogador de uma das posições na primeira rodada, a chance de uma troca para garantir um dos jogadores citados acima é alta.

Já o trade down é improvável de se acontecer. Com muitos “últimos bons jogadores” de algumas posições saindo na segunda rodada ou no começo da terceira rodada, o Dallas Cowboys dificilmente abrirá mão da sua escolha por mais algumas em rodadas futuras.


Quer ver a análise do primeiro dia do draft? Então clique aqui!

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.