Em Dallas, Cowboys busca emplacar sua terceira vitória consecutiva

Em Dallas, Cowboys busca emplacar sua terceira vitória consecutiva

302

(foto: Matthew Emmons/USA TODAY Sports)

 

“Vingança é um prato que se come frio”. Certamente a situação é mais do que propícia para a frase ser usada para o jogo dessa semana. Depois de ganhar seus dois últimos jogos, sendo o último uma virada histórica contra o St. Louis Rams, o Cowboys volta para Dallas para enfrentar seu algoz: o New Orleans Saints. As equipes se enfrentaram nos dois últimos anos e o Saints venceu ambas, incluindo um massacre de 45 a 17 no ano passado. Em 2012, o Cowboys chegou a levar o jogo para a prorrogação, mas um field goal deu a vitória para New Orleans.

 

Fique de Olho

 

  • Terrance Williams

O coordenador defensivo de New Orleans, Rob Ryan, conhece muito bem o ataque do Cowboys e por isso deve utilizar muitas marcações duplas em Dez Bryant e Jason Witten. Terrance Williams provavelmente enfrentará marcação individual o jogo todo e tem de tirar proveito disso. O segundo-anista tem apenas 8 recepções para 102 jardas em 3 jogos esse ano. Para vencer o Saints, Dallas vai precisar de um grande jogo de Williams.

  • Anthony Spencer

    Anthony Spencer - New Orleans Saints
    Spencer é a esperança da DL de Dallas

Após mais de um ano fora, Spencer deve voltar a jogar no domingo. Sua última partida foi na semana 2 da temporada de 2013, quando agravou uma lesão no joelho e teve de passar por uma grave cirurgia. Spencer participou do Pro Bowl após a temporada de 2012, quando teve 11 sacks, a melhor marca de sua carreira. Espera-se que o camisa 93 jogue entre 15 e 20 snaps no domingo. Mesmo com pouco tempo em campo, Spencer pode ajudar o pass rush do Cowboys, que conseguiu apenas 3 sacks nas 3 primeiras semanas da temporada.

  • Drew Brees

O quarterback do Saints é um dos melhores da NFL e provavelmente irá para o hall da fama após se aposentar. Nas últimas 2 partidas contra Dallas, Brees completou 75% dos seus passes e lançou para 838 jardas, 7 touchdowns e nenhuma interceptação. A defesa do Cowboys precisa pressionar Drew Brees para dificultar suas ações, porém ele foi sackado apenas 3 vezes esse ano. Se Brees tiver números parecidos com os dos dois últimos jogos contra o Cowboys, New Orleans deve sair de Dallas com a vitória.

  • DeMarco Murray

Murray correu para 385 jardas nos 3 primeiros jogos da temporada e lidera a liga nessa estatística. Para vencer o time do Saints, Dallas precisa deixar Drew Brees e todo o ataque de New Orleans fora de campo, e a melhor maneira de conseguir isso, é correr com a bola e controlar o relógio. Scott Linehan deve tentar estabelecer o jogo terrestre desde o início e Murray deve receber muitas oportunidades. Esperamos que ele não sofra um fumble pela quarta semana consecuitva.

 

Desfalques

 

Dallas

  • Terrell McClain, Rolando McClain, Anthony Spencer, Henry Melton e Davon Coleman tem a participação no jogo dada como questionável;
  • Justin Durant e Dez Bryant estão listados como provável de devem jogar.

New Orleans

  • Mark Ingram, Marcus Ball e Erik Lorig estão fora;
  • Jhonatan Goodwin, David Hawthorne, Curtis Lofton, Patrick Robinson e Benjamin Watson estão listados como questionável.

 

O que esperar

 

Podemos esperar um jogo de muitos pontos, com os dois ataques levando vantagem sobre as defesas. Para Dallas vencer, o ataque precisará ficar muito tempo em campo, e a linha ofensiva precisa ter uma boa partida, tanto abrindo espaços para as corridas de Murray, como também bloqueando Tony Romo quando ele for passar a bola. Rob Ryan é um coordenador defensivo muito agressivo e adora mandar blitz. Dallas precisa bloquear bem quando a defesa de New Orleans mandar vários jogadores para cima de Romo, e os wide receivers precisam correr boas rotas para dar opções de passes rápidos para o quarterback de Dallas. Rob Ryan provavelmente irá dobrar a marcação em Dez Bryant o jogo todo, e por isso jogadores como Terrance Williams, Cole Beasley e Gavin Escobar precisam ter boas atuações para o ataque aéreo funcionar. Parar o ataque de New Orleans é uma tarefa muito difícil, e para minimizar os avanços de Drew Brees e seus companheiros de equipe, é preciso pressioná-lo durante toda a partida. Jimmy Graham é o melhor tight end da liga, e como Dallas vem tendo problemas em marcar os tight ends adversários, pode-se esperar que Rod Marinelli dobre a marcação nele em algumas situações.

 

Curiosidades

 

Dallas Cowboys e New Orleans Saints começaram sem uma perspectiva de rivalidade. Nos primeiros 12 jogos entre as equipes, o Dallas Cowboys ganhou 11, incluindo uma marca de seis vitórias seguidas entre 1973 e 1984. De lá pra cá, porém, um desastre: apenas quatro vitórias do Cowboys contra 10 do Saints. Nas últimas quatro partidas entre as equipes, três vitórias para o time de Louisiana.

E não pense que as partidas são sempre disputadas: dos 26 jogos, 12 tiveram uma diferença de no mínimo duas posses de bola. Em compensação, o histórico recente novamente contradiz o resto: nos últimos 16 jogos, 11 foram decididos por 10 pontos ou menos.

DeMarcus Ware - Saints
Ware força o sack e o fumble: vitória de Dallas

Mesmo com histórico recente ruim, o Dallas Cowboys tem uma grande vitória no confronto para se lembrar: 2009, Super Dome.

O time da casa tinha 100% de aproveitamento: 13 vitórias em 13 jogos, mas quem brilhou foi o Dallas Cowboys. Com um touchdown de 49 jardas para Miles Austin, Romo abriu o placar. Depois de dois touchdowns de Marion Barber, o Cowboys chegou a abrir 24 a 3 no placar no terceiro quarto. O forte ataque do Saints esboçou uma reação e diminui a vantagem para 24 a 17 e sonhou com a prorrogação depois que Nick Folk errou um field goal. Com o Saints marchando para o empate, a estrela de DeMarcus Ware brilhou novamente: na jogada crucial do drive, Ware consegue seu segundo sack no jogo e o segundo fumble forçado no Brees. Recuperação do Dallas Cowboys e fim de jogo: o invicto New Orleans Saints, que viria a ser campeão, sucumbiu. Você pode ver os melhores momentos da partida clicando aqui.

 

Uma vitória do Dallas Cowboys daria…

 

  • Um recorde de 3-1 pela primeira vez desde 2008, e pela vigésima primeira vez na história da franquia;
  • A primeira vitória do Dallas Cowboys em casa na temporada. No único jogo em casa até então, derrota para o San Francisco 49ers;
  • O fim do jejum contra o Saints, quebrando a sequência de três jogos sem vitórias contra o time de New Orleans;
  • A primeira vitória em casa contra o New Orleans Saints desde 1991, onde o Cowboys venceu por 23 a 14;
  • A vigésima quarta vitória do Dallas Cowboys no Sunday Night Football, além de impedir duas derrotas consecutivas no horário nobre americano;

 

Transmissão

 

A partida terá início às 21h30 no horário de Brasília. Por ser o Sunday Night Football, horário nobre americano, o jogo será transmitido no Brasil tanto pela ESPN quanto pelo Esporte Interativo. O tempo real, claro, será feito em nosso twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.