Em Philadelphia, Cowboys faz o jogo da temporada contra o Eagles

Em Philadelphia, Cowboys faz o jogo da temporada contra o Eagles

584

(foto: Tom Fox/The Dallas Morning News)

 

Foram 14 semanas até aqui. De seis vitórias consecutivas a duas derrotas seguidas e o quarterback titular lesionado. Com altos e baixos, o Dallas Cowboys vai à Filadélfia enfrentar a equipe do Eagles e, possivelmente, decidirá a temporada nesse confronto. Não é para menos: caso vença, o Dallas Cowboys terá 84% de chances de ir aos playoffs. Perdendo, apenas 36%. O jogo, caso não dê um improvável empate entre as equipes, praticamente definirá o vencedor da divisão NFC East.

 

Podcast

podcast de número 15 traz a análise do jogo contra o Chicago Bears e o que desse jogo pode ser utilizado para a partida contra o Philadelphia Eagles. Ainda, o podcast analisa o que Dallas deve aproveitar da partida entre as equipes no Thanksgiving e o que precisa melhorar. Além disso, tivemos um participante supresa! Ouça o podcast clicando aqui.

 

Fique de olho

  • Tony Romo

Na primeira partida contra o Eagles, Romo teve um dos piores jogos de sua carreira. Ele completou 62.1% de seus passes, uma marca até respeitável, porém foi seu segundo menor percentual de acertos essa temporada. Além disso, ele lançou para apenas 199 jardas, segundo menor número de jardas em 2014, e ainda teve seu primeiro jogo com mais de uma interceptação desde a semana 1. Romo ainda viu sua sequência de 38 jogos consecutivos com pelo menos 1 touchdown acabar no dia de ação de graças. Para o Cowboys vencer no Sunday Night, Romo precisa jogar muito melhor. O ataque terá de pontuar muito para que Dallas consiga a vitória, e o camisa 9 será o grande responsável por isso.

  • Barry Church

No primeiro confronto contra a equipe de Philadelphia, Rod Marinelli posicionou diversas vezes Barry Church próximo a linha de scrimmage para tentar parar o jogo terrestre do Eagles. Church até teve sucesso em algumas jogadas, terminando a partida com 11 tackles, sendo um deles para perda de jardas. Porém, o camisa 42 errou 3 tackles na partida, sendo um deles no touchdown longo de LeSean McCoy. Church ainda teve a difícil tarefa de marcar Zach Ertz quando Dallas jogou em marcação individual, e acabou se dando muito bem. Ertz terminou a partida sem nenhuma recepção, e Church desviou um passe de Sanchez na direção do tight end do Eagles na endzone. Para a defesa do Cowboys parar o ataque do Eagles, Church precisa ter outra boa partida na marcação, mas também precisa ser mais eficiente em seus tackles.

  • Jeremy Maclin

Maclin vem tendo uma ótima temporada após ficar de fora dos 16 jogos de Philadelphia em 2013 por conta de uma lesão nos ligamentos do joelho. Ele já recebeu 74 passes esse ano, para 1.109 jardas e 10 touchdowns. Na primeira partida contra Dallas, Maclin liderou o Eagles em recepções e jardas, com 8 e 108 respectivamente. Maclin é muito difícil de ser marcado por sua velocidade e agilidade. Ele consegue correr rotas com precisão e pode se alinhar tanto mais próximo a sideline como no slot. Os cornerbacks de Dallas terão de fazer um melhor trabalho para marcá-lo na partida do próximo domingo. Se Maclin tiver um jogo parecido com o que teve no primeiro confronto entre as equipes, será muito difícil parar o ataque de Philadelphia.

  • Fletcher Cox

Na partida do Thanksgiving, Cox dominou a linha ofensiva de Dallas e dificultou muito a vida de Tony Romo e de DeMarco Murray. Ronald Leary e Zack Martin tiveram grandes problemas quando tentaram bloqueá-lo, e isso dificultou demais a partida para o ataque de Dallas. Cox teve 4 tackles na partida, sendo um deles para perda de jardas, 1 sack e ainda pressionou Romo outras 3 vezes. Cox vem se consolidando como um dos melhores defensive tackles da NFL e um dos principais jogadores do time do Eagles. Será necessário que tanto Leary como Martin tenham grandes atuações para neutralizar Cox, e facilitar a vida de Tony Romo e DeMarco Murray na partida.

 

Desfalques

  • Dallas Cowboys

Dekoda Watson e Josh Bren são os únicos desfalques garantidos do time.

  • Philadelphia Eagles

Nick Foles é o único desfalque do Eagles para a partida.

 

O que esperar

Podemos esperar um ataque de Dallas mais agressivo, buscando atacar a secundária do Eagles logo no início da partida, para fazer com que a defesa de Philadelphia deixe menos jogadores próximos a linha de scrimmage para abrir espaços para as corridas de Murray. Tony Romo deve fazer um jogo melhor, após ter dez dias para se recuperar da partida em Chicago. Dez Bryant pode ser um fator decisivo, já que nenhum dos cornerbacks do Eagles tem qualidade para marcá-lo individualmente.

O ataque de Philadelphia liderado por Mark Sanchez tentará se recuperar após uma péssima partida em Seattle. O ataque no-huddle continua sendo uma das principais armas de Chip Kelly, que fazendo jogadas em intervalos curtos, impossibilita substituições e cansa a defesa adversária. A defesa de Dallas deve estar mais preparada para parar as corridas pelos lados de LeSean McCoy, porém tem de tomar muito cuidado com as read options, que foi um dos fatores decisivos na primeira partida.

A defesa do Eagles deve entrar na partida pensando em neutralizar o jogo terrestre do Cowboys, e com isso dará oportunidades para que jogadores como Bryant, Witten e Williams fiquem em marcação individual com os defensores. A partida vale a liderança da NFC East e deve ser um jogo muito disputado e de muitos pontos. O vencedor ficará muito perto do titulo da divisão e do direito de sediar uma partida na pós-temporada.

 

Uma vitória do Dallas Cowboys daria…

  • Um recorde de 10-4 pela primeira vez desde 1995, e a oitava vez na história da franquia;
  • Um número de dois dígitos pela primeira vez desde 2009 e a 27ª vez na história da franquia;
  • Um fim a uma série duas derrotas seguidas para o Eagles e impediria a terceira;
  • A terceira vitória consecutiva do Dallas Cowboys em Filadélfia;
  • Um recorde de 3-2 na NFC East e um recorde de 7-4 na NFC.
  • Um recorde de 7-0 em jogos fora de casa, empatando com o time de 1968 e 2007 com o maior número de vitórias fora de casa na história da franquia.

 

Transmissão

O jogo entre Dallas Cowboys e Philadelphia Eagles, no domingo, será no horário nobre americano, assim como praticamente todos os jogos decisivos de Dallas. Sendo no Sunday Night Football, o jogo começará às 23h30 no horário de Brasília, com transmissão no Brasil da ESPN e do Esporte Interativo. Ah, o tempo real será feito em nosso twitter, com a qualidade que vocês já estão acostumados.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.