Em seu último jogo em casa, Cowboys recebe a equipe do Colts

Em seu último jogo em casa, Cowboys recebe a equipe do Colts

547
Foto: Scott Boehm/Getty Images

Depois de incansáveis 15 rodadas, a temporada vai chegando a seu fim. Na semana 16 da temporada, o Cowboys se despede da torcida na temporada regular contra a equipe do Indianapolis Colts. Com a última vitória sobre o Philadelphia Eagles, o Dallas Cowboys encaminhou sua participação nos playoffs, dependendo apenas de si para chegar à pós-temporada e podendo garanti-la já no domingo em caso de derrota do Eagles para o Redskins e vitória de Dallas.

 

Podcast

Chegando a sua 16ª edição, o podcast chega em seus dias mais felizes após a grande vitória sobre o Philadelphia Eagles. Além da análise do jogo anterior, o pod ainda disseca o time do Indianapolis Colts: como parar Luck e seus recebedores, como o Cowboys deve atacar e muito mais! Basta clicar aqui para escutá-lo!

 

Fique de olho

  • Joseph Randle

DeMarco Murray sofreu uma fratura em sua mão na partida do último domingo e teve de passar por cirurgia. O camisa 29 deve ir para o jogo, porém não deve correr com a bola com a mesma frequência das outras partidas dessa temporada. Com isso, Joseph Randle deve ter várias oportunidades e precisa jogar bem para ajudar o ataque de Dallas. Em 2014, Randle correu apenas 34 vezes com a bola, porém já conseguiu 237 jardas, com uma ótima média de 7 jardas por tentativa. O camisa 21 já anotou 2 touchdowns no ano, e na partida que teve mais oportunidades, correu muito bem. Foram 7 corridas contra a equipe de Jacksonville, para 56 jardas e um touchdown. Randle não é um jogador tão bom quanto Murray, porém ele é mais explosivo e pode conseguir grandes avanços. Randle precisa aproveitar ao máximo todas suas tentativas de corrida para que Dallas mantenha seu estilo de jogo, sem utilizar muito Murray, que terá dificuldades em segurar a bola com uma fratura em sua mão esquerda.

  • Dez Bryant

Bryant fez sua melhor partida da temporada contra o Philadelphia Eagles, conseguindo 6 recepções para 114 jardas e 3 touchdowns. Com a limitação de Murray e consequentemente do jogo terrestre, Bryant precisa aparecer mais uma vez para ajudar o ataque do Cowboys. A secundária é o ponto forte da defesa de Indianapolis. Vontae Davis vem sendo um dos melhores cornerbacks da NFL nessa temporada, e junto com Greg Toler formam uma das melhores duplas da NFL. Os safeties Mike Adams e Sergio Browns também são bons jogadores, e ajudam muito na cobertura de passe dos Colts. Dez Bryant precisa ter um ótimo jogo para ajudar Tony Romo, que precisará lançar bastante a bola caso o jogo terrestre não funcione.

  • Andrew Luck

Luck é o melhor quarterback jovem da liga e já vem se tornando um dos melhores jogadores de toda NFL. Nessa temporada, ele lidera a liga em jardas lançadas com 4492 e em touchdowns com 38. Luck lidera um dos melhores ataques da NFL e quase não conta com a ajuda do jogo terrestre. Indianapolis tem a melhor média de jardas através de passe por jogo da liga, porém é apenas o 17° em jardas terrestres. Dessa maneira, Luck é forçado a lançar demais a bola e acaba cometendo muitos erros. O quarterback do Colts já lançou 14 interceptações na temporada. Apenas Jay Cutler e Blake Bortles lançaram mais. Para a partida do próximo domingo, Luck não deve contar com seu principal alvo, T.Y Hilton, que está lesionado, porém ainda tem muitas peças para o ajudar, como o veterano Reggie Wayne, os tight end Coby Fleener e Dwayne Allen, além do novato Donte Moncrief. A defesa do Cowboys precisa fazer uma ótima partida para parar esse forte jogo aéreo de Indianapolis.

  • D’Qwell Jackson

Jackson é o middle linebacker titular de Indianapolis e lidera o time em tackles com 120. Desde seus tempos de Cleveland, Jackson é conhecido por ser um ótimo jogador parando o jogo terrestre, e sempre está entre os lideres de tackles da NFL. Nesse ano, além de parar o jogo corrido, Jackson tem sido muito eficiente nas blitz e já conseguiu 4 sacks. DeMarco Murray é o melhor running back de Dallas bloqueando, e é normalmente o responsável por fazer o bloqueio nos linebackers que fazem a blitz pelo meio da linha ofensiva de Dallas. Com a lesão na mão, Murray não conseguirá bloquear muito bem, e o Colts pode tirar proveito disso. O time de Indianapolis é um dos que mais manda blitz em toda liga, e Jackson deve atacar Romo diversas vezes na partida.

Desfalques

  • Dallas Cowboys

DeMarco Murray e Zack Martin estão listados como questionável.
Doug Free tem a participação na partida dada como duvidosa.
Josh Brent e Dekoda Watson não irão jogar.

  • Indianapolis Colts

Vontae Davis e T.Y Hilton estão listados como questionável.
Godsher Cherilus, Hugh Thornton e Joe Reitz estão fora.

 

O que esperar

Mesmo com Murray limitado, Dallas deve tentar estabelecer o jogo terrestre, utilizando mais vezes Joseph Randle e Lance Dunbar na partida. Será muito complicado lançar a bola contra a boa secundária do Colts, porém Jason Witten pode ter um grande jogo enfrentando os linebackers no meio do campo. O time de Indianapolis deve mandar muitas blitz na partida para tentar derrubar Romo, e sem Murray para ajudar nos bloqueios, Dallas pode ter problemas nessa situação.

O ataque do Colts não deve contar com Hilton, porém ainda tem ótimos alvos. Os tight ends Dwayne Allen e Coby Fleener podem ter grande participação na partida, já que a defesa do Cowboys tem dificuldade em marcar jogadores dessa posição. O ataque terrestre de Indianapolis não é dos melhores, e está sem Ahmad Bradshaw que está fora da temporada. Trent Richardson e Dan Herron são agora os principais corredores do time do estado de Indiana.

Luck vem tendo uma grande temporada, porém é um dos líderes da liga em turnovers. Dallas pode tirar proveito dos desfalques de Thornton e Cherilus, titulares da linha ofensiva de Indianapolis, para pressionar Luck e forçá-lo a cometer erros.Dallas ainda não perdeu na temporada quando força mais de 2 turnovers em uma partida.

A equipe do Colts já está classificada para a pós temporada, porém ainda quer melhorar sua posição dentro da conferência para ter uma folga na primeira rodada dos playoffs. Já Dallas precisa da vitória para continuar na liderança da NFC East. 

 

Uma vitória do Dallas Cowboys daria…

  • 11 vitórias na temporada pela primeira vez desde 2007 e a 18ª vez na história da franquia;
  • A terceira vitória consecutiva e a segunda maior série de vitórias do time na temporada;
  • Um recorde perfeito (4-0) diante da AFC South, aumentando o recorde histórico para 24-16;
  • Um recorde de 4-4 jogando em casa na temporada.

 

Curiosidades

Sendo de conferências diferentes, Cowboys e Colts possuem poucos jogos entre si. Dos 15 jogos entre as equipes, a vantagem é de Dallas: 9 vitórias a 6. Apesar da vantagem, existe um jogo entre as equipes em que o Cowboys trocaria todas suas vitórias no confronto por ela: o Super Bowl V.

Disputado em 1971, o Dallas Cowboys perdeu o primeiro Super Bowl de sua história para o até então Baltimore Colts. Em um jogo acirrado, o Cowboys chegou ao último quarto vencendo por uma vantagem de 10 pontos, mas um touchdown e um field goal no último segundo deram ao Colts seu primeiro anel. Sem se abalar, o Cowboys se recuperou do Super Bowl V vencendo o Miami Dolphins na grande final do ano seguinte.

Apesar dessa derrota, a vantagem no confronto histórico é de Dallas. Com seis vitórias consecutivas, o Cowboys ficou 21 anos sem perder para o Colts. Mais recente, o Cowboys conta com duas vitórias consecutivas sobre a equipe de Indianapolis, sendo a última no Lucas Oil Stadium. Ainda com Manning, o time do Colts perdeu para o Cowboys de Jon Kitna, quarterback reserva que se tornou titular depois da lesão de Tony Romo. Em casa, a vantagem continua: cinco vitórias de Dallas contra apenas duas de Indianapolis.

Transmissão

O jogo será no dia 20/12, domingo, às 19h25 no horário de Brasília. Como anunciado essa semana, a ESPN transmitirá a partida. O tempo real, claro, será feito em nosso twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.