“Eu sempre cresci como um fã do Cowboys”, diz Darren McFadden

“Eu sempre cresci como um fã do Cowboys”, diz Darren McFadden

504
Foto: dallascowboys.com

Darren McFadden, o mais novo reforço do Dallas Cowboys, falou com a imprensa sobre seu novo time. Em sete temporadas, McFadden jogou com cinco diferentes head coaches, mostrando a falta de continuidade do jogador, que foi escolhido na quarta escolha geral do draft de 2008.

Assim que se juntar com o Cowboys, no entanto, McFadden sabe que será visto como o substituto de DeMarco Murray. Mas para ele, que assinou um contrato de dois anos por um valor de 5,69 milhões de dólares, a meta é ter um bom começo de temporada.

“Estou muito animado de estar aqui. Eu não sei se consigo expressar em palavras como estou animado”, disse McFadden. “Eu sempre cresci como um fã do Cowboys, durante todo meu tempo em Arkansas. Estou animado de estar aqui e me juntar com meus novos companheiros de equipe e fazer isso andar. Eu sinto que (minha meta) é um bom começo. Estar aqui em Dallas, não podia ser um lugar melhor. Estou ansioso em jogar com esses caras. Esse é o time deles, eu quero chegar e contribuir e ajudar esse time”.

McFadden disse que uma vez que Murray assinasse com o Eagles, ele saberia que Dallas seria sua primeira escolha.

“Para mim, eu mantive isso (a ideia de jogar em Dallas)”, disse McFadden sobre as movimentações na free-agency. “Eu deixei meu agente cuidar de praticamente tudo. Mas eu sempre mantive minha vontade (de jogar) em Dallas. Eu pensei que tudo que acontecesse com a situação de DeMarco Murray, isso impactaria na minha situação. Sinto que tudo acabou terminando bem.”

McFadden, que terminou em segundo colocado no Troféu Heisman de 2006 e 2007, encontrou com Jerry Jones, dono do Cowboys e ex-aluno de Arkansas, mas disse que a visita na sexta ao escritório de Jones foi um pouco diferente.

“Ser capaz de sentar nesse escritório é um sonho virando realidade para mim”, disse McFadden. “De vir aqui e colocar meu nome nesse papel e fazer isso oficial. Eu amei.”

E os elogios também não terminam aí. Com uma linha ofensiva de três escolhas de primeira rodada, McFadden não poupou palavras para a ajuda da linha para os running backs.

“DeMarco (Murray) fez um ótimo trabalho. Eu amava ver ele correr”, disse McFadden. “A linha ofensiva fez um tremendo trabalho em abrir os buracos. Como um running back, isso é algo que você ama ver. Eu gosto de ir até o fim do campo. Essa é a primeira coisa que eu consigo ver quando vejo os filmes. Essa linha ofensiva vai lá e abre os buracos. Uma vez que eu passar pelos buracos, eu vou lá e vou até o fim do campo.”

Sete anos atrás, se preparando para o draft, McFadden impressionou os olheiros e técnicos no scouting combine em Indianapolis quando correu 40 jardas em 4,33 segundos.

“Um monte de gente me pergunta se eu ainda consigo correr um 4,3 (segundos nas 40 jardas)”, disse McFadden. “Eu digo, ‘qualquer dia, só me alinhar'”.

Alinhando-se ou não nas 40 jardas de novo para correr esse tempo, ninguém sabe. Mas McFadden irá se alinhar no backfield do Cowboys em 2015. E isso não parece ser o único lugar que ele gostaria de estar.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.