cornerback Morris Claiborne perderá seu sexto jogo consecutivo no próximo domingo, em uma lesão que é descrita como lesão na virilha.

Claiborne disse recentemente que ele “quebrou uma parte do osso” da pélvis no jogo contra o Eagles no fim de outubro.

Mo voltou ao campo, alongando com seus companheiros antes do treino, na quinta-feira pela primeira vez desde sua lesão. Ele não treinou, mas disse que foi capaz de treinar com as cordas de resistência e fazer alguns cortes.

Claiborne disse que ainda espera jogar no fim do mês, mas o Cowboys está esperando para ver como seu osso da pélvis está se recurando antes de liberá-lo para jogar. Se a próxima ressonância magnética, que deve vir na semana que vem, mostrar que o osso não se recuperou propriamente, o Cowboys pode optar por fazer uma cirugia que tiraria Morris de toda a temporada.

Resumo do treino:

  • O DE DeMarcus Lawrence não treinou na quinta-feira por conta de uma lesão nas costas. O coordenador defensivo Rod Marinelli disse, no entanto, que Lawrence deve jogar contra o Giants;
  • O CB Orlando Scandrick voltou a treinar na quinta-feira depois de perder o treino de quarta por conta do falecimento de um parente. Scandrick treinou de forma limitada por estar lidando com uma fascite plantar nas últimas semanas;
  • O S J.J. Wilcox (coxa) não treinou pelo segundo dia consecutivo. Garrett disse, entretanto, que Wilcox recebeu a chegada de um filho dois dias atrás;
  • O OT Chaz Green (costas) não treinou pela segunda vez seguida, mas treinou com as cordas de resistência no treino de quinta;
  • O LT Tyron Smith (costas), o LB Justin Durant (coxa) e o DE Jack Crawford (pé) treinaram de forma limitada pela segunda vez seguida.

 

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.