Heróico! Quebrando mais recordes, Cowboys vence o Seahawks em Seattle

Heróico! Quebrando mais recordes, Cowboys vence o Seahawks em Seattle

544
Foto: DallasCowboys.com

 (foto: www.dallascowboys.com)

Inacreditável. Supreendente. Heróico. Dallas Cowboys. Poucos acreditavam, muitos torceram. E foi. Calando todos os críticos, o Dallas Cowboys venceu, por 30 a 23, o atual campeão do Super Bowl em sua casa, com recordes individuais quebrados por Jason Witten, Dan Bailey e DeMarco Murray. Mesmo sofrendo turnovers que deram ao Seahawks a liderança provisória do placar, o Dallas Cowboys conseguiu a reação após um drive espetacular, incluindo uma recepção milagrosa de Terrance Williams em uma terceira descida. No fim do drivetouchdown do DeMarco Murray. O Seattle teve até a chance de empatar o jogo, mas Rolando McClain (foto) intercepta Russell Wilson e dá a vitória para Dallas.

 

O Jogo

Apesar do resultado final, o jogo começou com vantagem total para o time da casa. Em seu primeiro drive, a defesa começou até bem, mas um passe longo para Kearse deu ao Seahawks os primeiros pontos da partida após um field goal. O ataque do Cowboys não conseguiu muitas jardas e após um late hit de Bobby Wagner em Tony Romo, que teve de ser atendido no gramado, o time foi para o punt. No lance, o primeiro erro do time de especialistas: punt bloqueado e retornado para touchdown. 10 a 0, e o filme de 2012 passava na cabeça do torcedor de Dallas. A reação foi rápida: em apenas nove jogadas, o drive terminou com passe de duas jardas de Romo para Gavin Escobar, o tight end reserva, anotar seu primeiro touchdown da temporada.

Gavin Escobar
Escobar anota o primeiro TD de Dallas

No segundo quarto, um drive muito longo, gastando 9:45 no relógio pra ser mais exato, deu ao Cowboys o empate após um field goal de 42 jardas. A defesa manteve o bom nível do primeiro quarto e forçou um three-and-out do forte ataque do time da casa. Na campanha seguinte, Dez Bryant consegue sua primeira recepção pra cima de Richard Sherman, que ainda cometeu falta na jogada. Algumas jogadas depois, Witten consegue a recepção de número 900 de sua carreira ao segurar a bola na endzone e dar ao Dallas Cowboys vantagem no placar: 17 a 10.

Como toda vitória que se preze, não podia faltar a emoção. Após a defesa forçar mais um punt de Seattle, Harris sofre o fumble e o Seahawks recupera. Duas jogadas depois, Russell Wilson entra na endzone: 17 a 17. No ataque seguinte, Travis Frederick erra o snap e o Seahawks recupera a bola: mais um drive pro ataque do time da casa em posição já de field goal. Dessa vez a defesa teve espaço e tempo de fazê-los apenas anotarem três pontos: 20 a 17.

Antes de terminar o terceiro quarto, Dan Bailey bateu seu recorde: anotou um field goal de 56 jardas, o mais longo da carreira, batendo seu antigo recorde de 53 jardas e empatando o jogo. Bailey ainda se tornou o kicker (com no mínimo 100 chutes) com melhor aproveitamento da história da NFL.

No último e decisivo quarto, a defesa continuou aparecendo. Após forçar outro punt, o ataque não colaborou de novo e também devolveu a bola pro adversário. Nesse momento, o Seahawks conseguiu mais um field goal, dessa vez pra desempatar a partida. Perdendo, o Cowboys precisava pontuar de qualquer jeito. Após uma falta, o Cowboys teve uma 3rd & 20 e esteve a um passo de perder a partida. Na jogada, Romo escapou de dois sacks e acertou um passe para uma recepção milagrosa de Terrance Williams, arrastando a ponta dos pés antes de sair pela lateral. Seattle bem que tentou desafiar, mas os juízes confirmaram a recepção.

Na continuação da campanha, Murray mostrou porque é o melhor running back da temporada: corrida de 25 jardas para por o time já em zona do field goal de empate. Duas jogadas depois, corrida de 10 jardas para a endzoneTouchdown, virada no placar e recorde quebrado: DeMarco Murray se tornou o segundo jogador da história a correr 100 jardas nos seis primeiros jogos da temporada, igualando o recorde de Jim Brown (jogador de hall da fama).

Com 3:16 restantes, o Seahawks foi pro tudo ou nada. Contra a nossa defesa, entretanto, foi nada. Sem firstdown, o ataque foi para a quarta descida e… NADA! Bola pra Dallas, que gastou o relógio e conseguiu um field goal. Sobrando 1 minuto, Wilson tentou levar o time pro empate, mas McClain consegue uma interceptação, fechando o placar em 30 a 23 para o Dallas Cowboys.

Você pode ver os melhores momentos clicando aqui.

Números

  • Passando
Tony Romo
Romo teve mais uma boa partida na temporada

DAL – Tony Romo: 21/32, 250 jardas, 2 TD. Rating: 148,01

SEA – Russell Wilson: 14/28, 126 jardas, INT. Rating: 74,04

  • Correndo

DAL – DeMarco Murray:  29 att, 115 jardas, TD

DAL – Joseph Randle: 5 att, 52 jardas

SEA – Marshawn Lynch: 10 att, 61 jardas

SEA – Percy Harvin: 3 att, -1 jarda

  • Recebendo

DAL – Terrance Williams: 2 rec, 70 jardas

DAL – Dez Bryant: 4 rec, 63 jardas

DAL – Jason Witten: 2 rec, 24 jardas, TD

SEA – Jermaine Kearse: 3 rec, 62 jardas

SEA – Doug Baldwin: 2 rec, 32 jardas

SEA – Luke Willson: 2 rec, 11 jardas

 

Pontos Positivos

  • DeMarco Murray

Murray correu para 115 jds enfrentando a melhor defesa contra o jogo corrido da NFL. O running back do Cowboys se tornou o segundo jogador da história da liga a iniciar uma temporada com 6 jogos com pelo menos 100 jardas, se juntando ao jogador que está no Hall da Fama, Jim Brown, como os únicos a conseguirem o feito. Além de Murray, Randle também correu muito bem e teve 52 jardas e 5 corridas.

  • Tight Ends

Nas 5 primeiras semanas da temporada, Romo lançou 5 touchdowns, todos para Dez Bryant e Terrance Williams. Contra o Seahawks, Romo lançou um touchdown para Gavin Escobar e outro para Jason Witten. Ainda, Witten alcançou a marca das 900 recepções na carreira, se tornando apenas o segundo tight end da história da NFL a chegar a marca.

  • Linebackers

Enfrentando o melhor ataque terrestre da NFL, a defesa do Cowboys fez um trabalho espetacular parando Marshawn Lynch e Russell Wilson nas corridas. O Seahawks teve apenas 80 jds terrestres na partida e a boa partida dos linebackers ajudou ao baixo número de jardas. Rolando McClain e Justin Durant somaram para 13 tackles totais e ainda jogaram muito bem na cobertura de passe. McClain ainda interceptou um passe que liquidou a partida.

  • Garrett, Linehan e Marinelli

Os treinadores do Cowboys vem fazendo um trabalho ótimo nessa temporada. Garrett montou um time com mentalidade vencedora, em que cada jogador dá o seu máximo e ainda têm um ótimo clima no vestiário. Linehan tem balanceado muito o ataque do Cowboys, fazendo um ótimo trabalho nas chamadas no jogo corrido e melhorando uma estatística de Tony Romo que preocupou ano passado, as jardas por tentativas de passe. Marinelli transformou a pior defesa da NFL em uma defesa sólida, que consegue parar os ataques adversários e forçar turnovers. A defesa do Cowboys jogou muito bem contra o Seahawks, segurando Wilson para apenas 126 jardas aéreas e Lynch para 61 jardas terrestres.

 

Pontos negativos

  • Special Teams

Com exceção de Dan Bailey, que acertou suas duas tentativas de field goal, e se tornou o kicker com maior percentual de acertos na história da nfl, o special teams do Cowboys teve uma partida para se esquecer. Harris sofreu um fumble em um retorno de punt que levou Seattle a anotar um de seus touchdowns. Ainda, o Seahawks conseguiu bloquear um punt que foi retornado para touchdown. 14 dos 23 pontos do Seahawks foram após erros do Special Teams de Dallas.

 

 Próximo Jogo

Depois da partida fora de casa, o Cowboys volta para Dallas em um duelo de divisão. O New York Giants será o primeiro time da NFC East que o Cowboys enfrentará na temporada. O jogo será no dia 19/10 (domingo) às 17h25.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.