Depois de uma explosão de notícias relacionadas a uma alegação de violência doméstica envolvendo o running back do Dallas Cowboys, Ezekiel Elliott, e sua ex-namorada, o assunto seguiu com mais discrição. De acordo com o site TMZ.com, isto pode mudar caso a parte acusadora apresente indícios à promotoria para prosseguir com o caso.

O escritório da promotoria da cidade de Columbus confirmou que a acusadora já falou com os investigadores e não parece querer deixar o caso tão cedo.

“Atualmente, temos uma investigação em aberto”, foi o que disse um representante da promotoria de Columbus ao TMZ Sports.

“Estamos recolhendo o máximo possível de provas. Uma vez que a investigação estiver concluída, o nosso escritório irá determinar se há evidências suficientes. Basicamente, se há provas para acusá-lo ou não”.

Depois de poucas notícias circularem após a história inicial, alguns se perguntaram se a investigação continuaria, especialmente após os relatórios da polícia indicarem que não havia testemunha que pudesse confirmar qualquer tipo de desentendimento na noite em questão. Apesar disto, a investigação vai prosseguir e pode ser que Elliott precise se defender em algum momento.

Como já foi noticiado, o jogador nega firmemente as acusações e acredita que a mulher teve outros motivos para levar essas alegações adiante, dando a entender que ela ameaçou arruinar a carreira do atleta caso ele terminasse o relacionamento entre eles. Fontes afirmam que o Elliott tem mensagens de texto no telefone que sustentam esta afirmação.

Enquanto isso, o running back se prepara para se juntar aos Cowboys em Oxnard para participar do Training Camp, com o início dos treinos confirmado para o próximo sábado. Nesta última terça-feira (26), head coach Jason Garrett comentou brevemente sobre a situação.

“Eu não quero comentar muito sobre isso”, disse, enquanto participava de uma palestra de treinadores no AT&T Stadium. “Nós acreditamos que sabemos tudo sobre Ezekiel Elliott e tudo o que ele é como pessoa, e eu acho que seria prematuro fazer qualquer tipo de comentário além deste.”

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me