Jason Garrett diz que Cowboys não vai se intimidar com Richard Sherman

Jason Garrett diz que Cowboys não vai se intimidar com Richard Sherman

227

(foto: Brad Loper/The Dallas Morning News)

 

Durante uma partida contra o Seattle Seahawks, muitos times temem enfrentar Richard Sherman, discutivelmente o melhor cornerback da liga. Nas últimas duas temporadas, Sherman teve oito interceptações, e o reflexo disso está na temporada atual: foram apenas 15 passes lançados em sua direção, e apenas sete completos.

Ao contrário do que os times vem fazendo, Jason Garrett disse que o time não vai ter medo de atacá-lo, principalmente quando Dez Bryant estiver alinhado contra ele. Contra o Texans, no último domingo, Garrett chamou diversas corridas na direção de J.J. Watt, evitando que ele tentasse ir atrás de jogadas de impacto. No passado, Garrett, então quarterback reserva do Dallas Cowboys, viu Troy Aikman lançar passes para Michael Irvin diversas vezes enquanto estava sendo marcado por Deion Sanders.

“Eles (Seahawks) tem bons jogadores no outside, eles tem bons linebackers, eles tem bons rushers, o free safety é fantástico. Nós temos que jogar (bem). Nós temos um respeito saudável pelo time deles, mas temos que fazer o que tem que ser feito.”

Ainda, Garrett acredita que Bryant é capaz de desafiar Sherman. Nessa temporada, Dez já tem 32 recepções para 376 jardas e quatro touchdowns.

“Dez vem sendo explosivo e dinâmico desde o primeiro minuto que ele chegou aqui, mas ele também vem amadurecendo como um route runner“, disse Garrett. “Ele amadureceu na quantidade de rotas que ele pode correr. Paciência durante o jogo – ele vem tendo muita atenção das defesas – é também uma parte importante da sua maturidade porque isso o permite jogar bem durante todo o jogo”.

“Ele vai ser marcado pelo melhor cara ou por algum tipo de marcação dupla e os caras que melhor suportam isso e continuam jogando são tipicamentes os melhores recebedores da liga.”

Não só Dez Bryant como também Richard Sherman foram questionados sobre esse duelo. E ambos mostraram respeito pelo adversário.

“Dez é um talento incrível”, disse Sherman. “Obviamente seu histórico fala por si, mas ele faz um bom trabalho se livrando da marcaçao, recebendo a bola no ar. Ele fez uma jogada fantástica para eles (Dallas Cowboys) semana passada, que é um indicativo do que ele pode fazer quando a bola está no ar”.

“O respeito é o mesmo aqui”, disse Bryant. “Nós não temos problemas um com o outro. Nós nos respeitamos muito. Nós dois amamos esse jogo, e sabemos que domingo nós vamos ter que ir lá e dar nosso melhor para ajudar nossos times a conseguir a vitória. Eu sei que esse é o pensamento dele. Esse é o meu pensamento”.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.