No mês passado, Jason Witten não tinha certeza se continuaria jogando após a temporada de 2017, o último ano de seu contrato. Parece que agora ele decidiu continuar com os Cowboys bem além da próxima temporada.

O líder em recepções da franquia em todos os tempos assinou uma extensão de contrato por mais quatro anos, de acordo com fontes.

Witten, que fará 35 anos em maio, não ficou de fora de nenhum jogo nos últimos 13 anos. O jogador, escolhido 10 vezes para o Pro Bowl, foi o segundo do time em recepções (69) e o terceiro em jardas conseguidas através de recepções (673) na última temporada.

“Eu penso que, a partir desse momento, tenho de olhar e analisar um ano de cada vez,” disse Witten em fevereiro. “Eu não desconsideraria, mas não acho que farei um anúncio da minha aposentadoria também. Eu sei o quanto você se sacrificar nesse jogo, então é difícil saber como será a sensação quando o momento chegar.

“Eu sei do que sou capaz de fazer, o nível de exigência que espero de mim mesmo no jogo, porque quando olho para trás e continuando a avaliar essa temporada, eu realmente sinto que consegui fazer isso esse ano. Para mim, eu amo jogar com esse grupo. Eu adoro meu papel nesse grupo e certamente minha expectativa é jogar nesse alto nível. Eu não sei por quanto anos ainda jogarei nesse nível, mas eu ainda amo fazer isso e de ter esse tipo de oportunidade.”

Os detalhes do contrato são importantes. Uma extensão de quatro anos não necessariamente significa que Witten jogará até o final desse contrato. No entanto, parece que trará uma diminuição no teto salarial do time para 2017, dando a Dallas uma maior flexibilidade.

Witten, uma escolha de terceira rodada no draft de 2003, é o sétimo em todos os tempos na história da NFL em recepções, com 1.089 na sua carreira. Ele está a seis recepções de ultrapassar Tim Brown pelo sexto lugar e a 13 de passar por Cris Carter pelo quinto lugar.

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian