Jaylon Smith, escolha de segunda rodada do Dallas Cowbooys, segue sem jogar sua temporada de calouro por conta de uma lesão sofrida em sua última partida pelo futebol americano universitário. O ex-linebacker de Notre Dame tuítou na segunda-feira que se ele tivesse uma chance de fazer tudo de novo, ele ainda jogaria no Fiesta Bowl.

running back de LSU Leonard Fournette e o running back de Stanford Christian McCaffrey foram criticados por optarem não jogar seus bowl games para se prepararem para o Draft.

Ao ser perguntado na quarta-feira sobre jogadores optando por não jogar sua última partida no college para se preparar para o Draft, Smith recusou entrar em muitos detalhes.

“Todo mundo é responsável por tomar suas próprias decisões”, disse Smith. “Você precisa ser responsável sobre as decisões que você toma”.

Mas por que ele não tem nenhum arrependimento?

“Está tudo bem”, disse Smith com um sorriso. “Eu vou te dar algo depois. É tudo amor, cara. Estou bem. Vocês vão ver mais no futuro.”

Smith teve uma lesão grave no joelho esquerdo na derrota para Ohio State no Fiesta Bowl por 44 a 28. Esse foi também o último jogo de college do atual running back do Cowboys e ex-estrela de OSU, Ezekiel Elliott.

Zeke, que correu para 149 jardas e quatro touchdowns na vitória, tuitou várias vezes sobre o assunto.

Tradução: “Todos esses garotos decidindo não jogar seus bowl games. Eu faria qualquer coisa para jogar com mais uma vez com meus irmãos naquele (uniforme) vermelho e cinza”

Tradução: “Uma última vez para você honrar sua universidade e uma última chance de jogar com seus caras que serão seus irmãos para a vida toda”

Tradução: “E há uma diferença entre não jogar seu último ano (no college) e não terminar sua última temporada.”

Tradução: “Meu erro, não sabia que elees estavam lidando com lesões. Então acho que faz sentido”

Tradução: “Eu só sei o quanto amei minha universidade e os caras que joguei junto. Meu último jogo foi o momento mais memorável da minha carreira universitária.”

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.