O Cowboys balanceou sua escolha com a estratégia de win-now ao escolher o running back Ezekiel Elliott na primeira rodada com um jogador do futuro ao escolher o linebacker Jaylon Smith na segunda rodada.

Mas não diga para Smith que ele não jogará em 2016.

Ao ser perguntado por repórteres após ser selecionado na sexta-feira, Smith disse “absolutamente. Nunca duvide de Deus”.

Smith sofreu uma grave lesão no joelho em seu último jogo com Notre Dame no Fiesta Bowl. As reocupações giram em torno de um dano no nervo, que acabou fazendo-o cair no Draft e ser selecionado mais cedo do que o esperado — mais cedo até que o linebacker Myles Jack.

“Eu tenho sensações diferentes todos os dias com o nervo, mas é apenas em relação ao tempo”, disse Smith “Eu estou apenas três meses e meio fora, então só o tempop vai dizer, mas o joelho está bem. Isso foi aprovado no exame médico de que o joelho não tem nenhum problema. Mas é apenas uma questão de tempo para o nervo. Nunca é tão cedo para dizer.”

“Não há tempo de recuperação porque isso é um processo onde nós estamos deixando Deus fazer seu trabalho. Nós precisamos ser pacientes e você sabe que o nervo pode voltar amanhã. É questão de tempo. Quando ele quiser voltar, ele vai voltar.”

O fato de que o Cowboys fez Smith ser uma escolha tão alta sugere que eles têm esperança de que o nervo voltará mais cedo. Se isso acontecer, o Cowboys pode ter pego outro ótimo jogador enquanto continuam sua busca pela glória.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.