O proprietário do Dallas Cowboys, Jerry Jones, ainda lamenta a suspensão de seis jogos para o running back Ezekiel Elliott. Não foi bom para a equipe dos Cowboys que tem 2-3 na ausência de Elliott, com um jogo restante antes do retorno.

Mas ele prontamente reconhece um ponto positivo que veio do hiato de Elliott, a forma do quarterback Dak Prescott.

Jones disse em seu programa de rádio em 105.3 The Fan que a suspensão de Elliott fez de Prescott um jogador melhor, o que é um bom presságio para os Cowboys agora e no futuro.

“Nos fez sentir falta de Zeke, mas, no que diz respeito de Dak, temos um jogador melhor por ter passado por isso”, disse Jones. “Eu não recomendo para os Cowboys, é claro, mas conseguimos um jogador melhor. Temos um futuro melhor porque ele passou por esse período de tempo sem Zeke”.

Os Cowboys sempre elogiam a ética de trabalho de Prescott e suas atitudes. Mas eles sempre reconheceram que ele ainda era um jogador jovem e crescente, apesar de ter a melhor temporada de calouro de qualquer quarterback na história da NFL em 2016.

Nos três primeiros jogos da ausência de Elliott, Prescott foi interceptado cinco vezes e sofreu três fumbles nas explosivas derrotas por uma pontuação combinada de 92-22 contra Atlanta Falcons, Philadelphia Eagles e Los Angeles Chargers.

Mas ele saiu das últimas duas semanas com 38-14 e 30-10. Vitórias contra Washington Redskins e New York Giants com cinco passes para touchdown e nenhum turnover.

Contra os Giants, Prescott teve sua melhor marca da carreira passando a bola com 332 jardas e três touchdowns.

Jones comparou a ética de trabalho e comprometimento de Prescott, com o futuro Hall of famer quarterback Peyton Manning.

“Estou tão feliz pelos nossos fãs” disse Jones. “Todos os dias que ele vai lá, ele tem a chance de melhorar. Ele é um tremendo trabalhador. E você costumava ouvir essas coisas sobre Peyton Manning o quanto ele investiu em tudo, o que ele fez todos os treinos. Quando você tem esse tipo de disciplina, você vai melhorar. Sabemos que ele tem um talento extraordinário. Então francamente, estamos melhores”.

Carlos Ramalho

Carlos Ramalho

Colaborador em Blue Star Brasil
Sofreu do famoso amor à primeira vista com a NFL em 2010 e se encantou com os Cowboys no mesmo ano. Desde então, segue fielmente o Time da América!
Carlos Ramalho