Jerry Jones confirmou na última sexta-feira pela manhã que o cornerback titular Orlando Scandrick sofreu duas fraturas transversais em suas costas na vitória de quinta a noite por 38-14 sobre Washington.

Por mais que pareça que é uma lesão que pode fazer com que Scandrick fique algum tempo de fora, o o dono e gerente geral dos Cowboys estava otimista.

“Você consegue jogar mesmo com essa lesão, como ele demonstrou na quinta a noite,” falou Jones no programa The Fan’s “G-Bag Nation”  na rádio KRLD-FM (105.3). “Ele é durão. Não sei se isso limitará seu tempo de jogo”.

O quarterback Dak Prescott tomou uma pancada na sua mão direita no primeiro tempo, o que o forçou a fazer um exame de raio-X no vestiário. Prescott retornou e jogou normalmente até o final de jogo.

“Nós tivemos uma pessoa muito resistente aqui por anos, Tony Romo,” disse Jones. “Mas Dak é tão durão quanto. Dak é um competidor.”

A mão de Prescott estava inchada após o jogo, mas ele assegurou aos repórteres, diversas vezes, que ele estava bem.

Existe uma preocupação sobre sua participação para o jogo contra o New York Giants no próximo domingo?

“Eu simplesmente não sei,” falou Jones. “Eu o vi jogar bem, mesmo com a lesão. Então vamos ver como as coisas evoluem. (O raio-X feito durante o jogo) não mostrou nenhuma fratura.”

Jones tem a expectativa de que o linebacker Sean Lee irá retornar de sua lesão no joelho e jogará na semana que vem. Lee perdeu os últimos três jogos por causa dessa contusão.

O jogo da última quinta a noite foi a primeira vez que os Cowboys ganharam sem Lee a disposição desde 2014.

“Ele tem se sentindo bem,” disse Jones. “Ele já fez todo o possível para estar pronto para voltar. Tenho um bom pressentimento sobre sua volta.”

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian