Kavon Frazier está fazendo com que sintam a sua presença nos times especiais dos Cowboys.

O segundo anista vindo de Central Michigan está liderando com 10 tackles os times especiais e fez jogadas significativas em cada jogo desta sequencia de três vitórias seguidas.

Em San Francisco, na semana 7, Frazier forçou um fumble em um retorno de punt que deu inicio a um fácil touchdown para os Cowboys. Contra os Redskins, na semana 8, Frazier deu um tackle em Jamison Crowder para a perda de 1 jarda no ultimo quarto do jogo, quando a diferença ainda estava dentro de uma pontuação.

E, na semana passada, contra o Kansas City, Frazier fez um tackle no retornador do Chiefs, De’Anthony Thomas, no primeiro quarto, que o parou na linha de 13 jardas do campo de defesa e levou a um punt após três jogadas.

“Nós nos orgulhamos muito das unidades do nosso time”, disse Frazier, que atuou em sete dos oito jogos (estava inativo contra Green Bay).

“Realmente acreditamos que pode mudar os jogos e honestamente isso aconteceu nos últimos três jogos. Nossos times jogaram bem e ganhamos os três. Nós nos orgulhamos muito.”

Os Cowboys viram o efeito adverso que uma péssima jogada dos times especiais pode ter em uma equipe adversária. Os Chiefs poderiam ter preso os Cowboys em sua própria linha de 1 jarda no início do segundo quarto, mas uma falta de comunicação, fez a bola cair na end zone e permitiu que os Cowboys começassem da linha de 20 jardas.

“Essas são grandes jogadas”, disse Frazier. “Eu apenas dou o crédito ao punter Chris Jones por colocar a bola onde precisa estar, me dando tempo suficiente para chegar lá e fazer uma boa jogada.”

Vinicius Iori

Vinicius Iori

Colaborador em Blue Star Brasil
Torce, ama e sofre com o Cowboys desde 2006 e sonha em assistir um jogo no AT&T Stadium.
Vinicius Iori