Massacre! Cowboys engole o Colts e é campeão da NFC East!

Massacre! Cowboys engole o Colts e é campeão da NFC East!

684
Fonte: dallascowboys.com

Não poderia ser melhor. Depois do Philadelphia Eagles perder para o Washington Redskins, bastava ao Cowboys vencer o Indianapolis Colts para garantir o título da divisão e a vaga nos playoffs pela primeira vez desde 2009. Avassalador do começo ao fim, o Cowboys não tomou conhecimento da forte equipe de Indianapolis e venceu por 42 a 7, com show de Tony Romo, que fez uma partida quase perfeita.

 

O Jogo

Começando com a posse da bola, o Cowboys se mostrou dominante já na primeira campanha. Em 6:15 do relógio, o ataque percorreu as 80 jardas do campo para o touchdown, que viria após passe de 9 jardas de Romo para Terrance Williams. Também dominante, a defesa forçou uma quarta descida logo de cara e contou com a sorte do jogador do Colts não conseguir segurar a bola após um fake punt. Com a bola já na redzone, bastou ao Romo um passe na endzone para Dez Bryant conseguir a recepção e o touchdown: 14 a 0.

Forçando mais um three and out, a defesa deu mais uma chance ao ataque, que não perdoou novamente: em mais uma campanha longa, Tony Romo consegue seu terceiro touchdown no jogo após passe para Cole Beasley, que quebra tackles e ganha 24 jardas até chegar na endzone.

Com a posse novamente após belo trabalho da defesa novamente e sorte de vários drops do ataque, o ataque pontuou novamente: com uma boa campanha, uma corrida de uma jarda de DeMarco Murray para a endzone amplia a vantagem: 28 a 0 e vitória praticamente encaminhada. Tentando um touchdown no fim, o Colts chegou até a redzone, mas Luck foi interceptado na endzone por J.J. Wilcox, selando o fim do primeiro tempo.

No terceiro quarto, outro turnover: após desvio de Hayden no passe de Luck, Anthony Hitchens interceptou o passe. Sem conseguir nenhum firstdown, a campanha acabou sem pontos por conta de um field goal errado de Dan Bailey. Mesmo assim, a defesa fez seu trabalho novamente ao forçar o punt, mantendo o zero no placar do Colts. Imperdoável, Romo chegou ao seu quarto touchdown com um passe de 25 jardas para Jason Witten, se tornando o quarterback com mais jardas aéreas da história do Dallas Cowboys, ultrapassando a lenda Troy Aikman.

Com 35 a 0 no placar, o Colts passou a colocar seu quarterback reserva em campo, Matt Hasselbeck. Comandando o time, Matt sofreu um fumble após sack de Orlando Scandrick, recuperado pelo George Selvie. Com a bola, o Cowboys “retribuiu o favor” com Joseph Randle, que sofreu o fumble no campo de ataque.

Com o placar definido, o Cowboys conseguiu seu touchdown com Brandon Weeden: em seu único passe na partida, Weeden encontrou Terrance Williams livre, que conseguiu 43 jardas e o touchdown. Já com a vitória garantida, o Cowboys passou a jogar com seus reservas e foi nesse momento que saiu a única pontuação de Indianapolis: touchdown de Tipton após passe de 1 jarda de Hasselbeck.

Ainda com chances de pontuar novamente, o Colts viu o cronômetro zerar antes do time conseguir o touchdown. Fim de jogo e festa no gramado: o Dallas Cowboys é campeão da NFC East e volta aos playoffs pela primeira vez desde 2009.

 

Números

  • Passando

    Tony Romo
    Romo teve uma das melhores partidas da carreira

Tony Romo: 18/20, 218 jardas, 4 TD. Rating: 151,67

Brandon Weeden: 1/1, 43 jardas, TD. Rating: 158,33

Andrew Luck: 15/22, 109 jardas, 2 INT. Rating: 41,66

Matt Hasselbeck: 15/21, 126 jardas, TD. Rating: 102,48

 

  • Correndo

DeMarco Murray: 22 att, 58 jardas, TD

Joseph Randle: 13 att, 37 jardas

Dan Herron: 7 att, 3 jardas

Trent Richardson: 2 att, 1 jarda

 

  • Recebendo

Jason Witten: 7 rec, 90 jardas, TD

Dez Bryant: 5 rec, 73 jardas, TD

Terrance Williams: 2 rec, 52 jardas, 2 TD

Cole Beasley: 2 rec, 29 jardas, TD

Hakeem Nicks: 9 rec, 72 jardas

Coby Fleener: 4 rec, 36 jardas

Reggie Wayne: 3 rec, 23 jardas

 

Pontos Positivos

  • Tony Romo

O dono da partida. O quarterback, comumente chamado pelos que pouco assistem jogos do Dallas de “amarelão”, mostrou que é um QB de elite. Errando apenas dois passes de 20, chegando a completar 15 seguidos e conseguindo quatro touchdowns, Romo teve uma das melhores performances de sua carreira. Com o título da divisão, Romo agora poderá provar seu valor na pós-temporada.

  • Jason Witten

tight end foi mais uma vez fundamental na vitória do Cowboys. Com 79 jardas e um touchdown, Witten vem deixando pra trás a apagada primeira metade da temporada em termos de recepções e vem mais uma vez mostrando ser o ponto seguro do Romo.

  • Anthony Hitchens

Liderando o time em tackles na partida, Hitchens vem sendo uma grande surpresa do time. Titular após a lesão de Durant, Hitchens vem se mostrando muito seguro para um calouro. Sua interceptação, mesmo vinda de graça após o desvio de Hayden, coroou seu desempenho.

 

Pontos Negativos

  • Dan Bailey

O melhor kicker da história da NFL em porcentagem de chutes acertados errou o único que tentou. Pelo fato de o jogo já estar praticamente decidido no momento da partida, o erro é perdoável. Por ter sido um chute longo, de 52 jardas, também. Mas que não seja algo recorrente.

  • Special Teams

O time de especialistas de Dallas não foi mal, é verdade. Mas uma jogada poderia ter dado outro rumo à partida: o fake punt. Com um erro, o special teams deixou McDonald livre, que não conseguiu fazer uma recepção fácil. Caso esse firstdown tivesse acontecido, por erro do ST, o Cowboys não teria aberto 14 pontos de vantagem no primeiro quarto e o jogo poderia ter sido outro.

  • Drops

drop, quando o jogador não consegue fazer a recepção em um passe que a bola chega em suas mãos, não foi de Dallas, e sim do Colts. Mesmo bem, a defesa teve a sorte de contar com vários drops do Colts, que garantiram muitos punts. Também em relação a drop teve o já citado no fake punt e uma quase interceptação no Tony Romo, que poderia também ter sido retornada para touchdown. Pelo bem de São Tom Landry, a sorte estava do lado de Dallas.

 

Próximo Jogo

Já classificado, o Dallas Cowboys faz seu último jogo da temporada contra o já eliminado Washington Redskins. Apesar de não estarem mais decidindo nada na temporada, o Redskins é um rival histórico de Dallas e deverá fazer um jogo duro, assim como fez contra o Philadelphia Eagles. Contando com isso, o Cowboys poderá inclusive poupar jogadores para a partida. O jogo será no próximo domingo, 28/12, às 16h30.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.