Há muitas coisas importantes acontecendo em um vestiário da NFL no intervalo. Os técnicos precisam animar o time e ajudar os jogadores com ajustes do que viram na primeira metade do jogo.

Mas algumas vezes o show do intervalo é muito bom para se perder.

Em uma entrevista, a lenda Michael Irvin admitiu que ele escapou do vestiário para ver uma parte do show de Michael Jackson no intervalo do Super Bowl XXVII.

O discurso do técnico Jimmy Johnson não conseguiu manter Irvin no lugar, ao que parece.

“Cara, escuta. Jimmy Johnson estava tentando falar sobre o plano de jogo e tudo mais. E a gente estava lá como ‘Calma aí, professor!’ E então metade de nós estava espiando para poder ver Michael Jackson”, disse Irvin para o The Rich Eisen Show.

Calma. Então você realmente deixou o meio do discurso de Johnson para ver o Rei do Pop?

“Com certeza”, disse Irvin. “Eu tive que fazer. Eu precisava fazer isso”.

Para o Irvin se defender, o que Johnson poderia dizer que seria tão necessário com o Cowboys vencendo por 28 a 10 sobre o Buffalo Bills e com o caminho certo para a vitória por 52 a 17?

“Eu pensei sobre isso umas semanas atrás quando estávamos falando sobre o Antonio Brown ‘violando a santidade de um vestiário’ enquanto o técnico estava falando.”

“E então me perguntaram, ‘Michael, você já fez algo parecido?’ E eu respondi se sair do vestiário para ver o show do intervalo contava.”

“Isso que eu estava falando. Porque eu queria ver Michael Jackson, cara. Aquele era o momento logo ali. E nos dias seguintes as críticas disseram que aquele tinha sido o melhor show do intervalo da história.”

 

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.