O CB do Dallas Cowboys, Morris Claiborne, lidera a NFL numa estatística importante para a sua posição. A porcentagem de passes completos por tentativa em sua direção é a menor da liga, levando em consideração cornerbacks que foram alvo de lançamentos em pelo menos 20 vezes.

“Eu não sabia disto”, disse o jogador na sexta-feira.

Quarterbacks adversários já lançaram na direção de Claiborne 24 vezes. O defensor permitiu apenas 9 passes completos para 90 jardas e nenhum touchdownum percentual de 37,5% contra ele.

Os CBs Tramaine Brock, do San Francisco 49ers, e Dre Kirkpatrick, do Cincinnati Bengals, tiveram um percentual ainda melhor, contabilizando apenas 35,7% de passes completos por tentativa em sua direção. Porém, os jogadores não entraram na estatística da análise porque cada um teve apenas 14 bolas lançadas em sua direção, com 5 recepções permitidas por cada um dos cornerbacks.

“É apenas a Semana 4”, continuou Claiborne sobre o assunto. “Eu só espero continuar melhorando a cada semana. Basta ir lá e fazer o meu trabalho. Basta tentar controlar o meu lado do campo o tanto quanto eu puder.”

O coordenador defensivo dos Cowboys, Rod Marinelli, elogiou o atleta.

“Eu acho que a confiança dele está crescendo a cada dia”, disse Marinelli. “Ele está treinando a cada dia. Ele está no campo todos os dias. Sabemos que ele tem talento, isso nunca foi o problema. Ele está no topo dos detalhes, em todas as coisas. Como jogador, quando você tem um talento como este, e quando você junta isto a uma rotina de treinos, você começa a melhorar.”

Devido a lesões, Morris Claiborne perdeu 24 jogos dos 64 possíveis desde quando foi selecionado na sexta escolha geral do Draft de 2012 pelo Dallas Cowboys.

Seu treinamento atual tem compensado tantas semanas perdidas ao longo da sua carreira.

“É ótimo sair e receber mais snaps“, disse Claiborne. “Essas repetições são muito importantes.”

Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me