Muito mal, Cowboys perde para o Eagles no Thanksgiving

Muito mal, Cowboys perde para o Eagles no Thanksgiving

627

(foto: dallascowboys.com)

 

Simplesmente decepcionante. Diante de mais de 90 mil pessoas, o Dallas Cowboys realizou seu tradicional jogo no dia de Ação de Graças e foi simplesmente arrasado. Dominando desde o começo do jogo, o Philadelphia Eagles não teve dificuldades e terminou o jogo com 33 a 10. DeMarco Murray, motor ofensivo da equipe, não passou das 100 jardas terrestres pela segunda vez na temporada. O jogo também foi ruim para Tony Romo, que viu sua série de 38 jogos seguidos com passe para touchdown acabar.

 

O Jogo

Começando na defesa, o Dallas Cowboys viu que teria problemas já no começo do jogo. Com passes curtos e boas corridas, o Philadelphia Eagles anotou seu primeiro touchdown depois de uma read option de Mark Sanchez. Já pressionado para empatar a partida, o ataque até chegou no campo adversário, mas um passe incompleto para Dez Bryant (que sofreu falta não marcada) matou a jogada. Começando na própria linha de 12, o Eagles não teve dificuldade pra fazer outro touchdown, dessa vez em um passe de 27 jardas para Jordan Matthews: 14 a 0.

Com uma campanha que começou no primeiro quarto, o Cowboys conseguiu seu primeiro (e único) TD do jogo após DeMarco Murray correr uma jarda para a endzone: 14 a 7 e uma nova esperança surgiu em Dallas. Contando com a defesa, o Cowboys acabou mal mais uma vez. Cedendo um passe de 58 jardas em uma terceira para 20, o Eagles conseguiu um field goal que ampliou a vantagem para 17 a 7. Depois de campanhas sem pontuação para ambos os lados, o Eagles gastou o relógio e anotou mais um field goal.

Com 1:35 restantes, o Cowboys tentou pontuar antes do intervalo, mas acabou se dando mal: Cole Beasley sofreu fumble na primeira jogada da campanha, matando o ataque de Dallas e dando ao Eagles chance de mais uma pontuação. Com outro field goal, o Eagles aumentou a vantagem para 23 a 7.

No terceiro quarto, o ataque continuou mal: apenas um firstdown na primeira campanha. Punt, bola do Eagles e o momento da reação: LeSean McCoy sofre fumble e Mincey recupera na linha de 13 jardas do ataque. Ainda assim, o Cowboys não conseguiu nada além de um field goal. O Eagles, entretanto, não perdoou: com uma corrida de 38 jardas, McCoy anotou o touchdown que praticamente definiu a partida: 30 a 10. Tentando reagir, o time passou a forçar mais passes e com isso veio mais um turnover: em um passe para Terrance Williams, Romo foi interceptado por Cary Williams. T-Will, que jogou com um dedo quebrado, nem chegou a tentar evitar a interceptação.

No último quarto o clima já era de derrota. Com mais um field goal e 33 a 10 no placar, a equipe de Philadelphia passou a colocar reservas em campo. Romo, buscando pelo menos manter a série de jogos seguidos anotando touchdowns, ficou em campo em todas as campanhas do time no ataque. Mesmo chegando no campo de ataque, Romo foi interceptado outra vez, dessa vez por Nate Allen, sacramentando o fim da sua série e do jogo.

 

Números

  • Passando

    Tony Romo
    Romo não conseguiu ter uma boa partida

Tony Romo: 18/29, 199 jardas, 2 INT. Rating: 53,66

Mark Sanchez: 20/29, 217 jardas, TD. Rating: 102,22

  • Correndo

DeMarco Murray: 20 att, 73 jardas, TD

Lance Dunbar: 2 att, 15 jardas

LeSean McCoy: 25 att, 159 jardas, TD

Chris Polk: 11 att, 49 jardas

  • Recebendo

Dez Bryant: 4 rec, 73 jardas

Cole Beasley: 4 rec, 41 jardas

Terrance Williams: 2 rec, 38 jardas

Jeremy Maclin: 8 rec, 108 jardas

Jordan Matthews: 4 rec, 51 jardas, TD

Riley Cooper: 4 rec, 32 jardas

 

Pontos Positivos

  • Cole Beasley

Pelo falta de pontos positivos no ataque de Dallas, o único ponto positivo é a maior utilização do Cole Beasley. Depois de um bom jogo contra o New York Giants, Beasley mostrou que deve ser mais utilizado e foi. Beasley, entretanto, sofreu um fumble que custou caro ao Cowboys, tornando o ponto positivo não tão positivo assim.

  • Jeremy Mincey

defensive end, ao contrário de todo o time, teve um bom jogo. Mal no começo, Mincey conseguiu boas jogadas no pass rush e ainda conseguindo recuperar o fumble do LeSean McCoy, que poderia ter sido um divisor de águas no jogo.

  • Tyrone Crawford

Assim como Mincey, Crawford teve um bom jogo no pass rush. O jogador, que tinha dificuldades em conseguir sacks, conseguiu um na partida que ainda terminou em um fumble do Mark Sanchez. Além disso, Crawford ainda conseguiu um qb run.

 

Pontos Negativos

  • Linha ofensiva

Destaque do time na temporada até aqui, a linha ofensiva foi realmente fraca na partida. Com apenas Tyron Smith tendo uma partida de mediana para boa, o resto da linha não conseguiu parar a linha defensiva do Eagles, cedendo quatro sacks em cima do Romo, alguns deles em terceiras descidas.

  • Defesa

Pelo fato de se fossemos apontar os erros um por um, teríamos que escrever outro post somente para isso, vamos generalizar a defesa. Sem conseguir parar o no-huddle do Eagles, a defesa foi envolvida no primeiro tempo e pouco conseguiu fazer. Quando deu sinais de melhoras, o ataque caiu de produção e sofreu turnovers, piorando ainda mais a situação para a defesa.

  • Tony Romo

Elogiado quando merece e criticado também. O Tony Romo que vimos em campo pareceu totalmente diferente do Romo de sempre. Não só aceitando sacks que não costumava aceitar, mas como também errando passes que não costumava errar, Romo teve um jogo muito ruim. Apesar de não ter tanta culpa em sua primeira interceptação, Romo errou ao continuar em campo para manter seu recorde e acabou saindo com mais uma interceptação.

 

Próximo jogo

Depois do Philadelphia Eagles, o adversário do Dallas Cowboys será o Chicago Bears. Também jogando no thanksgiving, a equipe do Bears também saiu derrotada para um rival, no caso o Detroit Lions. As equipes fazem em Chicago a partida do Thursday Night Football da semana que vem, que por ser em horário nobre terá transmissão no Brasil.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.