Na prorrogação, Bailey decide e Cowboys bate o Texans

Na prorrogação, Bailey decide e Cowboys bate o Texans

333
(foto: dallascowboys.com)

Foi suado. Foi sofrido. Foi na prorrogação. Mas o que importa é: foi. Após uma vitória, até certo ponto, tranquila contra o New Orleans Saints, time com um dos melhores quarterbacks da liga, a torcida estava confiante para mais uma vitória sem problemas. O que vimos no campo, porém, foi exatamente o oposto: forçando três turnovers, o Houston Texans buscou a vitória até os últimos segundos, quando empatou a partida após um touchdown do Arian Foster. Dan Bailey teve duas chances de fazer o field goal da vitória: errou no fim do último quarto, mas acertou na prorrogação, colocando 20 a 17 no placar e 4-1 no recorde da divisão.

O Jogo

O jogo que parecia ser fácil começou sendo realmente fácil. Apesar de um three-and-out do ataque, a defesa forçou não só um three-and-out também, como uma interceptação no Fitzpatrick. A partir daí, a complicação. O Cowboys conseguiu boas conexões e corridas até chegar a linha de 12 jardas, onde o Murray sofreu seu quarto fumble em cinco jogos.  A defesa, no entanto, forçou o punt e impediu que o Texans transformasse o turnover em pontos.

No segundo quarto, mais drama: após retornar um punt, Dwayne Harris sofreu um fumble, devidamente recuperado pelo Texans. A defesa, que mal teve tempo de descansar, fez o ataque de Houston sair sem um mísero firstdown, fazendo com que Dallas não sofresse nenhum ponto em nenhum dos dois turnovers que sofreu. Com a bola e pouco menos de cinco minutos no relógio, o Cowboys chegou até a redzone, mas só saiu com um field goal, o trigésimo acerto consecutivo de Dan Bailey.

Dez Bryant
Throw up the X! Dez Bryant comemora seu touchdown

Ao começo do terceiro quarto, Arian Foster liderou o drive de seis jogadas até um touchdown após uma corrida sua de 15 jardas. A resposta de Dallas foi quase imediata: quatro jogadas em 2 minutos, terminando com um touchdown de 43 jardas de Terrance Williams, com direito a Romo escapando de um sack do J.J. Watt. antes de lançar o passe.

Com 10 a 7 no placar, o Cowboys viu sua chance de ampliar o placar virar pó após Romo ser interceptado dentro da redzone – o terceiro turnover da equipe. A defesa, sempre ela, forçou um three-and-out e no drive seguinte, touchdown! Passe de duas jardas para Dez Bryant, que coloca 17 a 7 no placar.

Fim de jogo, certo? Errado. O Texans fez um drive de 6 minutos resultar em apenas um field goal. Precisando gastar o relógio, o ataque do Cowboys não conseguiu nenhum firstdown e gastou apenas 17 segundos. Com dois minutos no relógio, o Texans chegou ao empate em apenas um, após corrida de uma jarda do Arian Foster. Com 45 segundos no relógio, Romo deu ao Bailey um field goal de 53 jardas para dar a vitória, mas o kicker errou e o jogo foi à prorrogação.

No overtime, o Texans ganhou o cara-ou-coroa e começou assustando após uma corrida de 20 jardas. Sem McClain, machucado, temia-se um touchdown do Texans para encerrar a partida. A defesa, no entanto, apareceu de novo e forçou um punt. Numa 3rd & 9 crucial, Romo encontrou Dez Bryant que, com uma recepção espetacular, deu 37 jardas para o Cowboys. Agora com um field goal de 49 jardas, Dan Bailey coloca a bola dentro do Y, deixa o placar 20 a 17 e dá a Dallas sua quarta vitória consecutiva na temporada!

Números

  • Passando

DAL  – Tony Romo: 28/41,  324 jardas, 2 TD, INT. Rating: 123,80

HOU – Ryan Fitzpatrick: 16/25, 154 jardas, INT. Rating: 80,72

  • Correndo

DAL – DeMarco Murray: 31 att, 136 jardas

DAL – Joseph Randle: 2 att, 4 jardas

HOU – Arian Foster: 23 att, 157 jardas, 2 TD

HOU – Alfred Blue: 5 att, 16 jardas

  • Recebendo

DAL – Dez Bryant: 9 rec, 86 jardas, TD

DAL – Terrance Williams: 2 rec, 71 jardas, TD

DAL – Jason Witten: 4 rec, 59 jardas

HOU – DeAndre Hopkins: 6 rec, 63 jardas

HOU – Andre Johnson: 5 rec, 58 jardas

Pontos positivos

  • Jason Witten

    Witten vs HOU
    Witten passa das 10 mil jardas aéreas na carreira e bate recorde

O tight end futuro hall da fama fez um bom jogo com 4 recepções, 59 jardas e ainda foi mais uma vez importante nos bloqueios para abrir espaço para as corridas de Murray. Porém, o destaque foi que ao fazer uma recepção de 34 jardas, Witten ultrapassou a marca das 10 mil jardas recebidas, e agora tem 10.014 jardas recebidas na carreira. Witten é apenas o terceiro tight end da história a alcançar a marca das 10 mil jardas.

 
 

  • Orlando Scandrick

Desde que voltou de suspensão, Scandrick tem feito bons jogos. Jogando como titular, o cornerback marcou muito bem DeAndre Hopkins e ainda conseguiu uma interceptação no jogo. A defesa de Dallas cedeu apenas 154 jardas aéreas para o time de Houston.

  • Tony Romo

Romo fez mais uma boa partida. Após jogar mal nas duas primeiras semana, Romo fez 3 boas partidas em sequência contra Saint Louis, New Orleans e agora Houston. Romo lançou para 324 jardas e dois touchdowns, e ainda liderou o Cowboys para o drive da vitória na prorrogação. Em seu momento de maior destaque, Romo escapou de um sack do J.J. Watt e lançou um lindo passe para T-Will anotar o touchdown.

Pontos negativos

  • Pass rush

O Cowboys continua tendo problemas para sackar os quarterbacks adversários. Esse foi o segundo jogo na temporada que a defesa de Dallas não conseguiu nenhum sack, e agora tem apenas 5 sacks em 5 partidas. Em algumas situações o front seven até conseguiu pressionar Fitzpattick, principalmente com Melton, Crawford e defensive backs vindo em blitz, porém não conseguiu derrubar o Quarterback do Texans.

  • Turnovers

O Cowboys perdeu a bola 3 vezes nessa partida. Romo sofreu uma interceptação e Murray e Harris sofreram um fumble cada. Os turnovers de Murray e Romo foram dentro da redzone, já em situação de pelo menos um field goal. Com o fumble, Murray se tornou o jogador com mais fumbles sofridos da temporada.

Próximo Jogo

Depois de duas partidas em casa, o Cowboys agora joga sua partida mais difícil do ano, talvez. O adversário será o atual campeão do Super Bowl, o Seahawks, em Seattle. O Dallas Cowboys será o segundo time da NFC East que o Seahawks enfrentará. O primeiro é o Washington Redskins, no Monday Night Football. Cowboys e Seahawks será no dia 12 de outubro (domingo), às 17h25 no horário de Brasília

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.