Com sua segunda escolha nesse segundo dia do Draft, o Dallas Cowboys reforçou mais uma vez sua defesa. Dessa vez com um jogador que pode ter impacto imediato ao time.

Com a escolha de 3ª rodada (67ª geral), o Cowboys selecionou o defensive tackle Maliek Collins, de Nebraska, que deverá contribuir no interior da linha defensiva. Medindo 6’1” (1,85 m) e pesando 311 lbs (141 kgs), Collins parece ser um verdadeiro nose tackle que jogara na 1-tech no esquema defensivo de Rod Marinelli.

Collins, que pulou sua temporada como senior para se declarar para o Draft, tem oito sacks em três anos no futebol americano universitário, apesar de enfrentar várias vezes bloqueios duplo. Collins ainda consegue ir atrás da bola no backfield, anotando 23 tackles para perda de jardas, incluindo 14 como sophomore em 2014. Collins teve 88 pressões no quarterback adversário nas últimas duas temporadas.

Maliek Collins praticava luta livre na época de high school e teve um recorde de 48-0 em Missouri, e isso se reflete no seu bom uso das mãos em técnicas para colapsar o pocket. Collins jogou ao lado de Randy Gregory em 2014.

Collins se junta a uma linha que parece estar completa na posição de 3-technique com Tyrone Crawford e Cedric Thornton, que também pode acabar jogando como nose. Mas atrás dele, Terrell McClain deve voltar de lesão e disputar snaps com Collins.

No Twitter, a universidade de Nebraska colocou um pequeno vídeo com jogadas de Collins, que também colocamos em nossa conta. Veja ele abaixo:

O Cowboys selecionou Jaylon Smith com a 34ª escolha geral mais cedo. Smith passou por uma cirurgia em seu joelho em janeiro e deve perder toda a temporada de 2016.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.