No frio de Chicago, Cowboys se prepara para enfrentar o Bears

No frio de Chicago, Cowboys se prepara para enfrentar o Bears

542

 (foto: dallascowboys.com)

Depois da bye week, o Dallas Cowboys começou sua reta final de temporada com, discutivelmente, os jogos mais difíceis do ano. Depois de viajar para Nova York e vencer de virada a equipe do Giants, o Cowboys fez seu tradicional jogo no Dia de Ação de Graças e não foi bem: derrota pesada para o Philadelphia Eagles. Buscando voltar ao rumo das vitórias, o Cowboys viaja dessa vez para o norte, em Chicago, enfrentar a equipe do Bears.

 

Podcast

Na sua 14ª edição, o podcast dessa semana vem com a análise da derrota sobre o Philadelphia Eagles no tradicional jogo de thanksgiving. Mais importante, os participantes destacam os pontos principais do Chicago Bears: como aproveitar dos positivos, como evitar os negativos e o que deve fazer para ganhar a partida. Gostou? Então acesse clicando aqui.

 

Fique de Olho

  • Dez Bryant

O camisa 88 teve um jogo apagado contra a equipe de Philadelphia, porém tem tudo para fazer uma grande partida contra a fraca secundária do Bears. Bryant será marcado pelo calouro Kyle Fuller ou pelo veterano Tim Jennings durante a partida, e pode ter vantagem contra ambos. O ataque aéreo do Cowboys precisa voltar a jogar bem, e com isso mais bolas devem ser lançadas na direção de Bryant. Ele pode ser o fator decisivo para o sucesso do ataque de Dallas.

  • Rolando McClain

O ataque do Bears foi unidimensional contra o Detroit Lions. Os running backs de Chicago correram apenas 7 vezes com a bola na partida, para um ganho de 14 jardas. Para o jogo contra Dallas, o foco do ataque do Bears deve ser o jogo terrestre, principalmente com Matt Forte. Com isso, os linebackers de Dallas terão papel fundamental para o sucesso do time na partida, tendo a difícil tarefa de parar Forte. Rolando McClain teve uma má atuação na última semana, porém pode ter um grande jogo contra Chicago.

  • Brandon Marshall

Marshall é um dos melhores recebedores da liga, e pode causar grandes problemas para a defesa de Dallas, principalmente por conta de seu físico e qualidade de rotas. Marshall é um jogador muito alto e de muita força, e que requer um cornerback físico para ser parado. Nenhum dos corners de Dallas tem esse perfil, e qualquer um deles é no minimo 12 centímetros menor que Marshall. O recebedor de Chicago pode ter uma grande partida, assim como Beckham Jr. e Jeremy Maclin tiveram quando enfrentaram a secundária de Dallas nas últimas semanas.

  • Jared Allen

Allen é um dos melhores na história em sua posição e provavelmente irá para o Hall da Fama após se aposentar. Sua carreira já está chegando perto do fim, porém Allen continua sendo um jogador produtivo para a defesa de Chicago. Ele tem 5 sacks na temporada, e já pressionou os quarterbacks adversários 24 vezes, maior marca do time. Tyron Smith terá a difícil tarefa de bloquear Allen, e precisa fazer um ótimo jogo para proteger Tony Romo e abrir espaços para as corridas de DeMarco Murray.

O que esperar

Podemos esperar ambas as equipes tentando estabelecer o jogo terrestre no frio de Chicago. Porém, Dallas deve passar mais a bola, principalmente nas primeiras descidas para não deixar o ataque tão previsível. A secundária de Chicago é fraca e Dallas pode tirar proveito disso, porém tem que se manter longe das situações óbvias de passe para Tony Romo não sofrer tanta pressão do bom pass rush do Bears. A defesa de Dallas pode ter grandes problemas marcando os grandes recebedores de Chicago, principalmente Marshall e Jeffery, caso ele jogue. Para não deixar esses recebedores em marcação individual contra os cornerbacks, Dallas deve optar por jogar mais vezes em marcação por zona, e quando jogar em marcação individual, sempre terá um safety ajudando na cobertura no fundo do campo. O ataque do Bears teve uma grande queda em relação a temporada passada, porém continua muito perigoso. Os jogadores falaram em entrevistas essa semana que o time pretende correr mais com a bola, e se o ataque conseguir ser balanceado, Dallas pode ter muitos problemas. A linha defensiva do Cowboys precisa fazer um jogo melhor em relação à partida contra o Eagles, tanto pressionando Cutler como fechando os espaços para as corridas de Forte. Esse jogo tem tudo para ser uma partida de domínio dos ataques. Se o frio de Chicago permitir, claro.

 

Desfalques

  • Dallas Cowboys

Tyler Patmon, Jeff Heath e Dekoda Watson são os únicos desfalques do Cowboys para a partida.

  • Chicago Bears

Daryl Sharpton e Chris Williams não irão jogar;
Robbie Gould e Cornellius Washington tem a participação no jogo dada como duvidosa;
Alshon Jeffrey, Jay Ratliff e Chris Conte estão listados como questionável.

 

Uma vitória do Dallas Cowboys daria…

  • Um recorde de 9-4 pela primeira vez desde 1993 e a oitava vez na história;
  • O fim a mais uma temporada com apenas oito vitórias, três seguidas no total;
  • Um recorde de 2-0 no Thursday Night Football;
  • Um fim a uma sequência de três derrotas seguidas para o Bears;
  • A primeira vitória contra Chicago desde 2007;
  • Um recorde de 29-18 em jogos após o jogo de thanksgiving.

 

Curiosidades

Dallas Cowboys e Chicago Bears fazem um duelo tradicional na NFL. Com 24 partidas entre os dois na história da liga, a vantagem é de Dallas: 13 vitórias a 11. Bears, entretanto, leva vantagem no retrospecto recente: três vitórias seguidas e uma invencibilidade que dura desde 2007.

Cowboys e Bears também encabeçam também uma lista impressionante: a de porcentagem de vitórias em toda a história da franquia na temporada regular. Com 472 vitórias em 830 jogos (.572 de aproveitamento), o Dallas Cowboys só perde para Chicago, com 735 vitórias em 1.318 jogos (.574 de aproveitamento).

O Cowboys também foi a segunda equipe que chegou mais rápido a 500 vitórias, necessitando de apenas 880 jogos para tal feito.  Com 10 jogos a menos, o Chicago Bears é a única equipe que atingiu tal marca de forma mais rápida.

Transmissão

Por ser um jogo de quinta-feira, o Thursday Night Football, a partida terá transmissão tanto da ESPN quanto do Esporte Interativo. Como de praxe, o jogo será às 23h30 no horário de Brasília e terá tempo real completo de nosso twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.