No Thanksgiving, Cowboys faz jogo chave contra o Eagles

No Thanksgiving, Cowboys faz jogo chave contra o Eagles

612

Depois de uma vitória sofrida e suada contra o New York Giants, o Cowboys não vai ter muito tempo de descanso. Já nesta quinta-feira, o time joga seu tradicional jogo de thanksgiving, dessa vez contra o Philadelphia Eagles. Empatados na liderança da NFC East com um recorde de 8-3, o jogo será decisivo e definirá o líder momentâneo da divisão.

 

Fique de olho

Terrance Williams

O recebedor número dois do Cowboys teve uma queda de rendimento nas últimas semanas, vendo apenas 4 passes lançados em sua direção nas duas últimas partidas e conseguindo apenas 1 recepção. Porém Williams pode ter um grande jogo contra o Eagles. Os defensores de Philadelphia falaram essa semana que o foco será parar o jogo terrestre de Dallas e Dez Bryant. Com isso, Williams deve receber marcação individual de Bradley Fletcher, que teve 20 passas lançados na direção dos recebedores que marcava nas duas últimas partidas, permitindo 12 recepções para 238 jardas e 2 touchdowns.

Rolando McClain

McClain teve uma queda de rendimento após um grande começo de temporada, porém voltou a jogar muito bem contra o Giants. Após uma semana de bye para se recuperar de lesões, ele liderou o time em tackles com 11, sendo 2 para perda de jardas. Na partida contra o Eagles, o camisa 55 terá a difícil tarefa de parar o bom jogo corrido de Philadelphia, liderado por LeSean McCoy e Darren Sproles. Se McClain e toda a defesa de Dallas conseguir parar o jogo terrestre do Eagles e deixar Mark Sanchez em situações óbvias de passe, o Cowboys pode conseguir forçar alguns turnovers.

Connor Barwin

O outside linebacker do Eagles vem tendo uma grande temporada e é o terceiro jogador com mais sacks na NFL com 12,5. Ele ainda já pressionou os quarterbacks adversários 22 vezes e já desviou 5 passes. Para o ataque do Cowboys ter sucesso, Doug Free precisa ter um grande jogo para neutralizar Barwin para abrir espaços para as corridas de Murray e principalmente proteger Tony Romo.

LeSean McCoy

O running back do Eagles teve um começo de temporada de baixo rendimento, porém vem jogando muito bem nas últimas semanas. McCoy tem 218 jardas e 1 touchdown nos dois últimos jogos, com uma média de 5 jardas por tentativa de corrida. McCoy sempre joga bem contra Dallas e é um dos melhores running backs da NFL, tendo liderado a liga em jardas terrestres na temporada passada.

Special Teams

Talvez o diferencial do time, o Eagles tem um dos melhores special teams da liga. Os retornadores de Philadelphia já anotaram 4 touchdowns essa temporada, e Darren Sproles tem uma média de 14.9 jardas por retorno de punt. O special teams de Dallas está mal em 2014 , e para o Cowboys parar os retornadores do Eagles, Dan Bailey precisa conseguir muitos touchbacks nos kickoffs e Chris Jones precisa ter bons chutes, com um hang time alto, para dar tempo dos gunners de Dallas chegarem no retornador.

 

Desfalques

  • Dallas Cowboys

Jeff Heath, Jack Crawford e Tyler Patmon são os únicos desfalques do Cowboys.

  • Philadelphia Eagles

Nick Foles não joga;
Emanuel Acho está listado como questionável;

 

O que esperar

Podemos esperar o ataque do Eagles tentando se manter longe de situações óbvias de passe, para limitar os turnovers de Mark Sanchez. Ainda, o ataque do Eagles joga sempre no no huddle, e dessa maneira impossibilita as substituições da defesa. Rod Marinelli utiliza uma rotação de 8 jogadores na linha defensiva para deixar sempre os jogadores descansados, porém enquanto o relógio estiver correndo (após jogadas de corrida e passes completos) a defesa de Dallas não poderá fazer substituições. Será interessante ver como será feita a rotação da linha defensiva, que provavelmente terá uma pequena queda de rendimento pelo cansaço dos jogadores, que terão que jogar vários snaps consecutivos.

O Cowboys deve se preparar para parar o jogo terrestre e as screens do ataque de Philadelphia, mas deve tomar bastante cuidado com passes longos e play actions, principalmente como Jeremy Maclin. O ataque do Dallas deve continuar atuando da mesma maneira, tentando estabelecer o jogo terrestre e trabalhando os passes curtos e play actions. Podemos esperar uma boa partida de Jason Witten e dos recebedores secundários, principalmente Terrance Williams. O jogo pode ser decidido no special teams, e o Cowboys precisa tomar muito cuidado para que os retornadores do Eagles não façam uma diferença na partida.

 

Uma vitória do Cowboys daria…

  • Um recorde de 9-3 pela primeira vez desde 1981, e a quinta vez na história da franquia;
  • Nove vitórias na temporada, acabando com a sequência de oito vitórias que já dura três temporadas;
  • O maior número de vitórias numa temporada desde 2009;
  • Um recorde de 3-1 na divisão;
  • Um recorde de 30-16-1 na história do Dallas Cowboys no thanksgiving;
  • Um recorde de 4-3 no AT&T Stadium essa temporada e 26-21 na história do estádio.

 

Curiosidades

Rival histórico, o Philadelphia Eagles é o time que o Dallas Cowboys mais enfrentou em toda sua história. Como não poderia ser diferente, o Dallas tem a vantagem no retrospecto histórico: são 62 vitórias texanas contra 48 vitórias do time de Philadelphia. Os times ainda se enfrentaram quatro vezes na pós-temporada, com histórico positivo para Dallas: três vitórias e uma derrota. A vitória sobre o Eagles em 2009 também marca a única vitória de Tony Romo nos playoffs.

Durante 1967 e 1972, o Cowboys venceu o Eagles por nada menos que 11 vezes consecutivas, a segunda maior sequência de vitórias da história do Dallas Cowboys sobre um time. Em 1992 e 1995, o Cowboys enfrentou o Eagles na pós-temporada e saiu vencedor nas duas. A curiosidade é que nessas duas temporadas o Dallas chegou ao Super Bowl e saiu vitorioso,

Apesar da derrota que tirou Dallas dos playoffs de 2013, o Cowboys venceu três das últimas quatro partidas contra o Eagles, mostrando que também tem um histórico recente positivo.

Os destaques negativos do Cowboys no clássico ficam por conta da primeira partida entre os dois, derrota por 27 a 25 em 1960, quando o Cowboys possuía apenas duas semanas de vida, e a derrota na final da NFC de 1980. Jogando em casa, o Eagles forçou o Cowboys a jogar de azul, a “camisa azarada”. O jogo acabou 20 a 7 para Philadelphia, que foi ao Super Bowl mas acabou sendo derrotado pelo Oakland Raiders.

Transmissão

Como tradição nos Estados Unidos, o Dallas Cowboys sempre joga no segundo horário do Dia de Ação de Graças, o thanksgiving. Às 19h30 no horário de Brasília, o jogo terá transmissão da ESPN e, claro, tempo real do nosso twitter.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.