Já garantido na pós-temporada com a melhor campanha da conferência, o Dallas Cowboys foi até Filadélfia para enfrentar o Eagles cheio de jogadores reservas e acabou perdendo por 27 a 13. Como padrão, o Blue Star Brasil avalia a performance do time na partida em ótimo, bom regular, ruim e péssimo, separando-as por setores e posições. As notas são dadas pela equipe do site.

 

ATAQUE

Quarterback – Com poucos snaps e sendo muito pressionado, não deu tempo de Dak Prescott mostrar o bom desempenho dos últimos jogos. Enquanto Tony Romo brilhou na campanha que teve, Mark Sanchez foi absolutamente terrível e um dos responsáveis pela derrota. Na média, a nota fica como REGULAR.

Running Backs – Sem Ezekiel Elliott, poupado, o backfield do Cowboys ficou por conta de Darren McFadden, Alfred Morris e Lance Dunbar. Apesar de uma corrida longa de McFadden, o conjunto em si foi bem ruim. Por culpa do jogo aéreo ruim ou não, os corredores de Dallas hoje tiveram um desempenho RUIM

Wide Receivers – Mesmo jogando com três quarterbacks diferentes, os recebedores tiveram uma partida boa. Cole Beasley recebeu passe longo de Sanchez e converteu terceiras descidas importantes, enquanto Terrance Williams voltou a anotar um touchdown após duas semanas. BOM

Linha Ofensiva – Sem Ronald Leary e Tyron Smith, a linha ofensiva teve mais trabalho que o normal e acabou cedendo bastante pressão para Dak Prescott no começo do jogo e para Mark Sanchez na segunda etapa. Com problema também para abrir caminho para o jogo terrestre, a OL leva apenas um REGULAR

Tight Ends – Jason Witten deixou sua recepção em campo e acabou trabalhando mais nos bloqueios. Depois de poupado, Gavin Escobar assumiu os trabalhos e não apareceu muito. REGULAR

Scott Linehan, coordenador ofensivo – Com o time reserva, Linehan fez o que pode. Sem as peças principais, fica difícil de julgá-lo. SEM NOTA

 

DEFESA

Linha Defensiva – De novo com bastante desfalques, a linha defensiva não repetiu o sucesso das últimas semanas em derrubar o quarterback e forçando turnovers. Apesar da queda, Wentz chegou a ficar bastante desconfortável no pocket ao longo da partida e ainda viu Randy Gregory teruma boa partida. BOM

Linebackers – Com Sean Lee entre os poupados, Andrew Gachkar e Damien Wilson receberam mais chances e jogaram bem. Apesar disso, os jogadores da posição tiveram problemas para parar o jogo terrestre no último quarto e também cederam um caminhão de recepções e jardas para o TE Zach Ertz. REGULAR

Secundária – Entre os reservas, o CB Leon McFadden teve um bom trabalho, juntamente com Anthony Brown, que quase garantiu uma interceptação pra conta. Os recebedores do Eagles foram anulados na partida e não tivram chances de causar problemas. ÓTIMO

Rod Marinelli, coordenador defensivo – Assim como Scott Linehan, não dá para julgá-lo por um jogo em que o time estava com o freio de mão puxado. SEM NOTA

Jason Garrett, técnico – Apesar de não receber nota também, Garrett optou por colocar Mark Sanchez cedo demais no jogo. Será que caberia mais uma campanha pro Tony Romo? Infelizmente jamais saberemos… SEM NOTA

Special Teams – O time de especialistas estava tendo uma campanha perfeita até que Chris Jones teve o punt bloqueado. Uma pena. BOM

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.