Na décima-primeira rodada da temporada regular, o Dallas Cowboys recebeu o Philadelphia Eagles e mais uma vez foi derrotado de maneira categórica e viu complicar as suas chances de ir para os playoffs. E com essa derrota, agora dentro de casa e para um rival de divisão, qual foi o impacto disso nos Power Rankings americanos?

A resposta você vai conferir abaixo:

 

ESPN.com

espn

Posição: 13º (Variação: 0)

Os Cowboys foram derrotados, na soma dos dois últimos jogos, por 64-16 e genuinamente, jogaram muito mal. Apesar disso, eles têm uma campanha de 5 vitórias e 5 derrotas e, uma vitória sobre os Chargers no Dia de Ação de Graças pode ajudar a endireitar o barco, porém uma outra grande derrota pode trazer estragos ainda maiores para os Cowboys.

 


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 13º (Variação: -2)

O que foi mais impressionante na goleada sofrida para os Eagles no domingo a noite é o quão pouco o time lutou durante o segundo tempo. Não é para se colocar toda a culpa em Dak Prescott, mas é chocante o quanto ele está atrás de Carson Wentz nessa disputa.


CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 13º (Variação: -1)

A ausência dos jogadores lesionados debilitaram-lhes nas últimas duas semanas e agora enfrentam os Chargers na quinta-feira, onde a vitória é obrigatória.

 


NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 16º (Variação: -3)

Derrota dura para os Cowboys, que se perderam durante o segundo tempo. Mais importante do que o jogo, é necessário fazer um momento de reflexão sobre o falecimento de Terry Glenn na segunda-feira. Glenn veio para Dallas em 2003 com pouco alarde. Sua careira havia sido inflamada em New England, e depois passar uma temporada com  Brett Favre em Green Bay, ninguém sabia o que ele iria fazer com sua carreira. Seu primeiro ano ainda era seu melhor ano, com dúvidas sobre suas atitudes (os Cowboys eram seu terceiro time em três anos). Ao invés disso, ele se toronou o mais confiável wide receiver em Dallas — e sim, isso inclui Keyshawn Johnson e Terrell Owens. O veloz Glenn liderou a NFL em jardas por recepção em 2005, e no ano seguinte, conseguiu a segunda temporada seguida de 1.000 jardas, em 2006. Infelizmente, lesões atrapalharam sua carreira na temporada seguinte, encurtando sua carreira na liga, que terminou como começou: com ele sendo um dos melhores jogadores na posição.

 


Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 13º (Variação: +2)

O Dallas Cowboys foi desleixado durante todo o jogo contra o Philadelphia Eagles. No entanto, a defesa apareceu apareceu muito bem ao parar o ataque adversário após dois turnovers, e Dallas, de alguma forma, foi ganhando o jogo para o intervalo.  Contudo, a manutenção dessa liderança não iria durar muito.

Os Cowboys conseguiram sucesso com seu poder físico, e é difícil vencer esse tipo de confronto contra os Eagles—especialmente sem Tyron Smith e Ezekiel Elliott.

Não ter Elliott está prejudicando esse time porque muito dele é baseado no jogo terrestre. Ele ajuda o ataque a armar bootlegs e grandes jogadas por lançamentos. Ele ajuda a defesa também porque permite aos Cowboys controlar o relógio. O jogo terrestre foi efetivo contra Philadelphia, mas os Eagles nunca se preocuparem com Alfred Morris vencê-los.

Algumas das grandes corridas que Morris teve no domingo teriam sido touchdowns com Elliott. As estatísticas não sempre fazem justiça a Elliott porque não mostram como ele aumenta as grandes corridas que ele faz. Esse jogo poderia ter sido diferente com ele em campo.

Elliott é um dos melhores jogadores na NFL. Ponto. Ganhar sem ele é difícil. É melhor os Cowboys recolherem os cacos rapidamente, pois eles têm um jogo contra os Chargers em alguns dias.

Os Cowboys podem se manter na corrida para chegar os playoffs —a situação deles é menos preocupante do que times como Chiefs e Redskins —mas eles têm que voltar a ganhar rapidamente.


No ranking da USA Today, os Cowboys também caíram mais um pouco, o suficiente para atingir sua pior posição em todos os rankings, juntamente com o ranking da NFL. Nessa semana, eles perderam mais duas posições e foram para o décimo-sexto lugar. Em seu comentário, foi destacado que Dak Prescott foi sacado 12 vezes nos dois jogo sem Tyron Smith e Ezekiel Elliott e questiona o que irá acontecer no próximo jogo que enfrentará Joey Bosa e Melvin Ingram.

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian