Na sétima rodada da temporada regular, o Dallas Cowboys voltou a jogar fora de casa e simplesmente atropelou o San Francisco 49ers.  E com essa grande vitória nessa semana, qual foi o impacto disso nos Power Rankings americanos?

A resposta você vai conferir abaixo:

 

ESPN.com

espn

Posição: 5º (Variação: +7)

Os Eagles estão dificultando a vida dos demais na NFC East nesse momento, mas  Dallas ainda tem dois jogos para fazer contra eles e cinco jogos ainda dentro da divisão. As chances dos Cowboys ganharem a divisão é de 12,5% e elas parecem ser muito baixas, mas podem estar bem diferentes em algumas semanas.

 


Yahoo! Sports

yahoo-logoPosição: 10º (Variação: +4)

Vamos supor que Ezekiel Elliott consiga jogar todos os 16 jogos da temporada regular. Talvez domingo foi só um jogo contra o fraco time dos 49ers e não um sinal do que estar por vir. Mas foi realmente impressionante, e Elliott finalmente jogou como havia jogado na temporada passada. Definitivamente ainda não é tarde para os Cowboys começarem a correr, e a vitória contra os 49ers fez parecer que isso pode acontecer. É claro, tudo isso pode mudar se Elliott tiver que começar a cumprir sua suspensão.


 

CBS Sports

cbs-sports-logo

Posição: 12º (Variação: +5)

Eles dominaram os 49ers e o foco vai ser manter o ataque funcionando como nesse jogo, mas a defesa teve cinco sacks. O pass rush parece que está ganhando forma.

 


 

NFL.com

nfl-com-logo

Posição: 12º (Variação: +6)

Não sei ao certo de onde veio esse ataque dos Cowboys que jogou contra os 49ers, mas meu palpite é que veio da temporada passada. Pela primeira vez durante todo esse ano, a linha ofensiva de Dallas jogou como, bem, como a linha ofensiva de Dallas. Dak Prescott usou bem sua mobilidade, enquanto que o touchdown de Ezekiel Elliott vindo de um passe lembrou muito um de 2016, contra Pittsburgh. Jason Witten fez uma jogada diretamente vinda de 2007, justificando cada narrador o chamar de futuro Hall da Fama em cada jogada da transmissão, literalmente. Depois tinha Sean Lee, de volta ao time dos Cowboys, onde sua presença é palpável.  Um dos meus seguidores favoritos apontou a representatividade de Lee de forma assombrosa… e estatisticamente.

 


 

Bleacher Report

bleacher-report-logo

Posição: 13º (Variação: +2)

Esse foi o jogo mais completo no ano para o Dallas Cowboys, e as coisas funcionaram no ataque. Assim como os Raiders, Dallas é construído em torno do seu ataque. Quando ele funciona, algumas das deficiências defensivas conseguem ser mascaradas. Foi o caso contra os 49ers.

Com tanto dinheiro sendo gasto no ataque e na linha ofensiva, os Cowboys precisam desse tipo de performance visando o futuro. Foi o melhor jogo do ano tanto para a linha ofensiva quanto para o running back Ezekiel Elliott.

A defesa, que não é ótima, tem mostrado mais habilidade em seu pass rusher desde que David Irving retornou. Ele e DeMarcus Lawrence continuam a aparecer e prover alguma força para uma defesa que peca por faltar jogadores que façam a diferença. Essa é uma defesa que irá ceder pontos e jardas, mas também conseguirá fazer algumas grandes jogadas.

A maneira como os Cowboys jogaram na semana 7 foi encorajadora. Ninguém ganhou dos 49ers nesse nível ainda nessa temporada, e esse jogo já havia acabado no segundo quarto.


No ranking da USA Today, foi o único que os Cowboys perderam posições, ao cair mais duas e indo para o décimo-nono lugar.  Em sua avaliação, foi comentado sobre a progressiva melhora de Ezekiel Elliott a cada jogo desde da semana 2 contra os Broncos.

Eduardo Zamarian

Eduardo Zamarian

Colaborador em Blue Star Brasil
Gosto de ver todos os esportes, mas acompanhar o Dallas Cowboys e o Corinthians é obrigação diária. E também todo dia é dia de rock,bebê.
Eduardo Zamarian