O Dallas Cowboys iniciou as Atividades Organizadas do Time (OTA, em inglês) nesta última quarta-feira (31). Com isso, todos tiveram acesso para saber quem voltou a treinar e quem está lesionado, longe dos gramados.

Veja alguns destaques do departamento médico:

  • Ezekiel Elliott está participando do treino pelo segundo dia consecutivo. Ele não foi a campo na semana passada inteira, após ter sofrido um acidente de carro.
  • Os WRs Cole Beasley e Lucky Whitehead não estão treinando. Beasley foi mantido fora das OTA’s na última semana (isquiotibiais), enquanto que Whitehead esteve em reabilitação da região posterior da coxa nesta quarta-feira.
  • o CB Nolan Carroll está treinando como cornerback titular, dias após a sua prisão por dirigir sob efeito de álcool.
  • TE Jason Witten, LB Sean Lee e o LS L.P. Ladouceur voltaram a treinar, mas a comissão técnica só permitiu que os três atuassem de forma limitada.
  • Jogadores que não treinaram e que estão em reabilitação de lesões: LB Jaylon Smith (não treinando em dias consecutivos), DE Demarcus Lawrence, OT Chaz Green, G Joe Looney, TE Geoff Swaim, TE James Hanna, DT Stephen Paea, DE Benson Mayowa e LB Mark Nzeocha.

Mais notas importantes sobre as atividades da equipe:

  • Os outros titulares como cornerbacks, além de Nolan Carroll, foram Anthony Brown (out), e Orlando Scandrick (slot).
  • La’el Collins continua treinando como RT. Com Joe Looney (dor nas costas) não treinando e Jonathan Cooper praticando na equipe reserva, Emmett Cleary voltou a atuar no time titular como left guard.
  • Visão mais estranha do treino até agora: a camisa 42 no time branco. Durante os treinos do Time da América, as camisas brancas são usadas pelo ataque e as azuis, pela defesa. O número 42 era usado pelo S Barry Church desde 2010. Antes dele pertencia ao CB Anthony Henry. O último jogador do ataque a usar essa numeração foi o RB Troy Hambrick. Agora temos o tight end calouro M.J. McFarland utilizando a 42.
Márcio Silveira
Sigam-me

Márcio Silveira

Colaborador em Blue Star Brasil
Torcedor do Dallas Cowboys desde 2011, quando passou a acompanhar a NFL. Sonha em ver o time no Super Bowl cada vez que a temporada começa.
Márcio Silveira
Sigam-me