O Dallas Cowboys teve uma grande temporada, mas não boa o suficiente, de acordo com o vice presidente executivo do time Stephen Jones. A declaração foi dada em um evento que relembrou o vitorioso time de 1992.

Naquele ano, a equipe conquistou o primeiro de 3 Super Bowls nos anos 90. O time não disputa sequer a final da NFC desde 1995.

“Tem levado um certo tempo para retornarmos ao Super Bowl. É a nossa grande pedra no nosso sapato nesse momento”, disse Stephen. “Jerry (Jones, presidente do time) realizou um trabalho incrível até agora. Seja com o AT&T Stadium ou com o The Star, vem acontecendo coisas incríveis com o nosso time. Mas é um espinho no nosso caminho não ter disputado um Super Bowl. Temos que corrigir esses erros e esse é o nosso foco”.

O time foi o melhor da NFC em 2016 com 13 vitórias e 3 derrotas na temporada regular, mas acabou sendo derrotado logo na primeira partida dos playoffs.

“Parece que os deuses do futebol americano se alinharam para nos ajudar esse ano. Jerry entrando para o Hall da Fama foi enorme. Obviamente, Jason (Garrett, Dak (Prescott), Zeke (Elliott) e a Linha Ofensiva têm sido reconhecidos pelo trabalho que fazem. Foi decepcionante não chegarmos lá, mas ao mesmo tempo, é algo animador para o nosso futuro.”, declarou Jones.

Os Cowboys não desperdiçaram tempo para se preparar para 2017. O time entrou na pré-temporada com a pior situação no cap salarial na NFL, mas após reajustar alguns contratos, conseguiu liberar $1.768 de dólares para utilizar.

O salary cap estimado para este ano gira em torno de $168 milhões de dólares, e os Cowboys têm $2.4 milhões sobrando de 2016.

Jones já chegou em Indianapolis para a realização do Scouting Combine junto com os técnicos e olheiros do time. Não é esperado que os Cowboys busquem grandes nomes no período de Free Agency, o que faz com que a importância do draft cresça.

A defesa do time precisa melhorar. Foi apenas a décima quarta em jardas cedidas em 2016, com apenas 36 sacks e 9 interceptações.

“Nós teremos um difícil trabalho nessa offseason. Muita coisa para se fazer. Obviamente não fomos bons o suficiente esse ano e não daremos desculpas. Temos que dar créditos ao Green Bay Packers, ao Atlanta Falcons e ao New England Patriots por ter o melhor time no futebol americano. Nosso objetivo é chegar lá e para isso, estamos mais do que prontos para achar excelentes jogadores que se encaixam no nosso time e que façam a diferença esse ano”, concluiu Stephen Jones.

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.