Na partida, os Cowboys não conseguiram fazer o suficiente para derrotar os Packers, mas ficou claro que os árbitros prejudicaram a equipe do Texas.

Em dado momento da partida, foi marcado uma falta de conduta antidesportiva cometida pelo wide receiver dos Cowboys, Brice Butler. No lance, os árbitros marcaram que o jogador havia entrado no huddle antes de voltar para a sideline da equipe e não participar da próxima jogada.

Mas como é mostrado no vídeo a seguir, fica bem claro que o que estava acontecendo não era um huddle (Aquele círculo que os jogadores formam para combinarem qual será a próxima jogada).

Tradução: Esta foi, aparentemente, a falta de conduta antidesportiva que Brice Butler cometeu.

 A penalidade custou a Dallas 15 jardas. E após uma recepção de 22 jardas, os Cowboys não conseguiram alcançar a red zone dos Packers, devido esta penalidade. A campanha dos Cowboys havia terminado e a equipe foi forçada a fazer um punt, deixando no mínimo, de fazer três pontos.

E no final da partida, a equipe de Dallas acabou perdendo por 34-31.

Praticamente, quase todos que acompanham o futebol americano, não sabia exatamente o que a equipe oficial de árbitros da partida estava falando, e, como se sabe, o resto do mundo estava certo e a NFL errou novamente. O ex executivo da NFL, Michael Lombardi, relata que a liga confessou e assumiu o erro.

Tradução: A chamada de penalidade por Dallas estar com muitos jogadores no Huddle foi um erro, a liga admitiu isto as equipes…desculpe…

Tradução: Outros times questionaram a chamada, ligaram para a liga para esclarecimentos e a NFL disse que Dallas não estava querendo enganar, a chamada de falta não foi uma decisão certa.

Aqui está a regra oficial que os árbitros estavam supostamente tentando colocar em prática:

Nota: A intenção da regra é impedir que as equipes usem substituições simuladas para confundir os adversários, permitindo aos jogadores entrarem e saírem sem ao menos participar de uma jogada em determinadas situações, como em mudanças que os treinadores fazem quando estão em situação de uma quarta descida, mesmo que ele se aproxime do huddle e se comunique com um colega de equipe.

O jogador é treinado para ajudar a evitar este tipo de engano, mas ficou bem claro que os Cowboys não estavam tentando enganar os Packers. Após a derrota e em sua coletiva de imprensa, o treinador dos Cowboys Jason Garrett, também fez questão de frisar que não houve nenhuma intenção de fazer aquilo que os árbitros acharam que a equipe houvesse feito.

E embora a NFL tenha admitido que cometeu o erro, isso fará pouca diferença para a equipe de Dallas, que agora, já esta se preparando para a próxima temporada.

ATUALIZAÇÃO: Dois membros da NFL negaram a informação. São eles: Michael Signora, vice-presidente de comunicações da liga e Dean Blandino, vice-presidente da arbitragem.

Tradução: “Falta por conduta antidesportiva em GB-DAL foi chamada corretamente. Regra 5, Seção 2, Artigo 8e está nas regras desde 1955.”

Tradução: “Eu não falei com nenhum time sobre a chamada (da falta). A falta foi chamada pela última vez em 2014 na Semana 8 em WAS e DAL contra o número 82 de WAS.”

 

Marcus Vinicius Tavares

Marcus Vinicius Tavares

Colaborador em Blue Star Brasil
Torce para os Cowboys desde 1995 e acompanha fielmente o time desde 2005. Curte o bom e velho rock and roll e tem como a comida favorita: Hamburger! Trocar idéia e beber uma gelada são seus passatempos prediletos.
Marcus Vinicius Tavares