Faala, seus torcedores do líder da NFC East!

Depois da quarta vitória consecutiva da temporada, um atropelo para cima do Cincinnati Bengals, o Power Ranking vem com algumas mudanças. Confira a nossa classificação abaixo:

1 – RB Ezekiel Elliott (0)

Mais uma vez, Zeke foi o nome do jogo. Líder de jardas terrestres da NFL, Elliott caminha a passos largos para ser eleito o calouro ofensivo do ano.

2 – QB Dak Prescott (0)

Foi a primeira vez que Dak Prescott sofreu um turnover na temporada, mas isso não minimiza mais uma grande partida dele. Seria o primeiro do ranking se não houvesse um tal de Elliott.

3 – C Travis Frederick (+1)

Que partidaça do nosso center, hein? Da proteção ao Dak Prescott para os buracos abertos para Zeke correr, Frederick vem fazendo valer cada centavo pago em sua renovação.

4 – CB Morris Claiborne (-1)

Mo continua jogando em alto nível. Mesmo alinhando com A.J. Green, Claiborne não cedeu e teve uma boa partida — apesar de uma falta de interferência. Seu passe desviado na end zone impediu um TD certo de Brandon LaFell.

5 – OG Zack Martin (+1)

Olha quem também está subindo na nossa classificação! Zack Martin foi mais um a jogar de forma impecável e merece subir mais uma posição nessa semana

6 – WR Cole Beasley (-1)

E aí você pergunta: como alguém que anota um touchdown cai uma posição? Isso se deu por conta da grande partida de Martin, e não por um desempenho ruim do diabo loiro.

7 – LT Tyron Smith (+)

Tyron Smith voltou e voltou com tudo! Com o lado cego de Dak Prescott melhor protegido, ficou mais fácil para o quarterback ter uma boa partida.

8 – FS Byron Jones (+1)

E que tal aquela ótima jogada ao evitar um passe de mais de 40 jardas para A.J. Green? Apesar de ter errado em um dos touchdowns de LaFell, Byron fez o suficiente para subir na nossa classificação.

9 – CB Brandon Carr (+)

Olha só quem está aqui! Depois de uma ótima partida anulando A.J. Green, Carr merece uma posição no nosso Top 10.

10 – WR Terrance Williams (+)

Sem Dez Bryant, T-Will fez o que era esperado que ele fizesse. Jogou bem e, principalmente, foi muito seguro e, principalmente, sem afobar. Suas conversões em terceiras descidas foram fundamentais pra vitória do time.

Menção Honrosa: DE DeMarcus Lawrence

Ele não teve nenhum sack na partida, tem razão. Mas você percebeu a diferença da linha defensiva do Dallas Cowboys com e sem ele?

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.