É rodada de clássico! O Dallas Cowboys vai até Nova York enfrentar o problemático Giants em um jogo que pode decidir o futuro do Time da América na temporada: a briga em dezembro será pelos playoffs ou pelo Draft?

 

Informações Gerais

 

⚪ ✭ (6-6) Dallas Cowboys @ New York Giants (2-10)  🔵

 

  • 🏟 Local: MetLife Stadium, East Rutherford, New Jersey
  • 🗓 Data: 10/12 (Domingo)
  • ⏰ Horário: 16h00 (Horário de Brasília)
  • 📺 Transmissão: GamePass

 

Retrospecto

O Dallas Cowboys chega para o jogo com uma vitória para cima do rival Washington Redskins em horário nobre. Já o New York Giants vive fase péssima, com cinco derrotas nos últimos seis jogos e já matematicamente eliminados dos playoffs.

 

Podcast

Estamos de volta! Depois de alguns problemas, voltamos com tudo, falando do Redskins, das nossas chances de playoffs, do New York Giants e de muito mais! Não perca tempo e ouça já clicando aqui!

 

Fique de Olho
  • Alfred Morris

Com Ezekiel Elliott voltando de suspensão somente na semana 16, Alfred Morris ainda terá mais dois jogos como titular na posição de running back. Nas três primeiras partidas sem Zeke, Morris até teve boas partidas, tendo uma média de 4,8 jds por corrida, porém não causou grande impacto, correndo apenas 38 vezes nos três jogos e não anotando nenhum touchdown. O time do Cowboys foi montado através da linha ofensiva e do jogo terrestre, e depende de seu sucesso para vencer jogos. No jogo contra Washington, a linha ofensiva abriu diversos buracos para as corridas, e Morris conseguiu 127 jardas em 27 corridas, e ainda um touchdown. Essa é a fórmula se Dallas ainda quer chegar nos playoffs. 

  • DeMarcus Lawrence

David Irving está lidando com uma concussão e não treinou durante toda a semana, e precisa passar do protocolo até sábado para estar disponível para a partida de domingo. Caso Irving não possa jogar, a responsabilidade de pressionar Eli Manning fica para DeMarcus Lawrence, que lidera a liga em sacks na temporada, com 13.5 sacks.  Neste ano, a força da defesa do Cowboys está na linha defensiva, e Lawrence precisa ter mais um grande jogo para conter o ataque do Giants, que viu uma melhora em sua linha onfensiva ao longo da temporada, mas continua sendo uma das mais frágeis da liga.

  • Evan Engram

Após a lesão de Odell Beckham Jr e Brandon Marshall, Evan Engram se tornou o alvo favorito de Eli Manning no ataque do Giants. Já são 51 recepções para o calouro na temporada, com 569 jardas conquistadas e 6 touchdowns. Engram é um tight end muito atlético, e pode causar muitos problemas para a defesa do Cowboys. Os linebackers safeites de Dallas precisam tomar muito cuidado para não deixar Engram ter uma grande partida.

  • Landon Collins

Após uma temporada que lhe rendeu uma vaga no 1st team all pro da NFL, Collins continua sendo um dos jogadores mais consistentes da defesa do Giants, que vem tendo muitos problemas após um 2016 dominante. São 71 tackles, 6 passes desviados e 2 interceptações para Collins no ano. Com o ataque do Cowboys tendo problemas para mover a bola no jogo aéreo, Dak Prescott tem que tomar muito cuidado com Collins, que já se mostrou ser um playmaker e muito perigoso com a bola nas mãos.

 

O que esperar?

Em 2010, Cowboys e Giants se enfrentaram na semana 10 em uma situação similar a atual. O local era o mesmo: East Rutherford, New Jersey, no então New Meadowlands Stadium (atual MetLife Stadium). Já a situação das equipes era totalmente oposta. O Giants tinha uma campanha de seis vitórias e duas derrotas, e ainda brigava por playoffs. Já o Cowboys tinha uma campanha de apenas uma vitória e sete derrotas, e sua temporada já havia acabado. Porém, ainda existia uma motivação, principalmente pela mudança de técnico que ocorreu durante a semana. Wade Philipps foi demitido e em seu lugar assumiu, até então interinamente, o ex-coordenador ofensivo Jason Garrett. E mesmo sem nenhuma chace de playoffs, o Cowboys foi até New Jersey e derrotou o Giants pelo placar de 33×20.

Nessa semana, New York demitiu o seu técnico, Ben McAdoo, e em seu lugar assumiu interinamente o ex-coordenador defensivo Steve Spagnuolo. Ainda, o maior ídolo da história do New York Football Giants, Eli Manning, volta a posição de quarterback após ter ido para o banco na última semana, para dar lugar ao veterano Geno Smith. Apesar do record de apenas 2 vitórias e 10 derrotas, a equipe de New York tem muita motivação para a partida. Já o Cowboys, precisa vencer de qualquer maneira as últimas 4 partidas para ter qualquer chance de ir aos playoffs.

Todos esses motivos, além da gigantesca rivalidade entre as equipes, fazem com que esse possa ser um jogo muito disputado. Com a volta de Eli Manning, e a saída de McAdoo do comando ofensivo, surgem esperanças de um ataque revigorado por parte do Giants. Evan Engram e Sterling Sheppard são as principais armas ofensivas do time, e o Cowboys terá que tomar muito cuidado, com sua secundária muito jovem que provavelmente não contará com seu líder, Orlando Scandrick. A linha ofensiva de New York teve uma melhora ao longo da temporada, e o running back Orleans Darkwa vem tendo boas atuações correndo com a bola. Com a volta de Sean Lee, Dallas deve ter melhores condições de parar o jogo terrestre do adversário, e se forçar Eli Manning a vencer a partida com seu braço, pode ter sucesso com o pass rush de DeMarcus Lawrence.

Ofensivamente, Dallas também vem tendo muitos problemas. Desde a saída de Ezekiel Elliott, Dak Prescott não vem tendo boas atuações, e tem tido dificuldade de acionar seus principais alvos, principalmente Witten, Beasley e Dez. Alfred Morris vem de uma grande atuação contra a equipe de Washington, e precisa manter a produção para o sucesso do ataque do Cowboys. Defensivamente, o Giants tem bons pass rushers em Olivier Vernon e Jason Pierre Paul, e Damon Harrison é um terror parando o jogo terrestre. A linha ofensiva de Dallas está com problemas físicos, com La’el Collins e Tyron Smith lidando com lesões nas costas e ficando fora de treinos durante a semana. Na secundária, Janoris Jenkins deve marcar Dez Bryant durante quase todo o jogo, e Prescott precisa tomar muito cuidado com Landon Conllins na posição de safety. 

 

Desfalques

Dallas Cowboys

  • O QB Dak Prescott (mão) e o LB Sean Lee (coxa) treinaram normalmente e vão para o jogo;
  • O DT Maliek Collins (pé), o LB Justin Durant (concussão/doente), o WR Brice Butler (pé), o OT Tyron Smith (costas) e o OT La’el Collins (costas) estão listados como questionáveis, mas devem jogar;
  • O DT David Irving (concussão) não treinou durante a semana e, apesar de estar questionável, não deve jogar.

 

New York Giants

  • O LB Jonathan Casillas e o OT Justin Pugh estão fora do jogo;
  • O WR Sterling Shepard, o RB Orleans Darkwa, o CB Eli Apple, o DE Jason Pierre-Paul e o OT Chad Wheeler estão listados como questionáveis.

 

Curiosidades
  • Dallas Cowboys e New York Giants fazem uma rivalidade histórica. Não é errado dizer que essa é uma das maiores rivalidades de toda a NFL.
  • Somente dois times enfretaram mais vezes o Dallas Cowboys na temporada regular que o New York Giants (110 partidas): o Washington Redskins (114) e Philadelphia Eagles (112).
  • O Dallas Cowboys lidera o confronto direto contra o Giants. Em 110 partidas, foram 63 vitórias para o lado de Dallas e 46 para New York. O histórico ainda conta com dois empates;
  • Entre 1974 e 1980, o Dallas Cowboys conseguiu 12 vitórias seguidas contra o New York Giants. É a segunda maior sequência de vitórias sobre um time da história do Dallas Cowboys;
  • O New York Giants foi o responsável pela única não derrota do Dallas Cowboys em sua primeira temporada na história da franquia. Você pode ler mais sobre esse jogo clicando aqui.

 

Uma vitória do Dallas Cowboys…
  • Varreria o New York Giants pela 21ª vez na história do confronto, a maior dentre todos os confrontos na história do time, e a primeira desde 2014;
  • Encerraria uma sequência de duas derrotas seguidas jogando em Nova York;
  • Ampliaria o recorde dentro da NFC Leste para 4-1 e na NFC para 6-4.

 

🖥 Assista o Jogo!

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.