É semana de clássico! Jogando fora de casa, o Dallas Cowboys vem com tudo pra cima do Washington Redskins, em um jogo que promete definir quem leva a vantagem para continuar brigando pelo título da divisão.

 

Informações Gerais

 

⚪ ✭ (3-3) Dallas Cowboys @ Washington Redskins (3-3) 🔴

 

  • 🏟 Local: FedEx Field, Landover, Maryland
  • 🗓 Data: 29/10 (Domingo)
  • ⏰ Horário: 18h25 (Horário de Brasília)
  • 📺 Transmissão: ESPN, GamePass

 

Retrospecto

O Dallas Cowboys chega para a partida depois de um massacre para cima do San Francisco 49ers. Já o Washington Redskins não vem com o mesmo retrospecto, já que perdeu o último Monday Night Football para o Philadelphia Eagles.

 

Podcast

O episódio de número 72 do podcast fala justamente da viagem do Dallas Cowboys para a Califórnia, que acabou trazendo uma vitória na bagagem e o confronto contra o Redskins. Ouça-o clicando aqui.

 

Fique de Olho
  • WR Cole Beasley

Após um início ruim de temporada, em que conseguiu apenas 16 recepções para 133 jardas nos primeiros 6 jogos do ano, Cole Beasley precisa voltar a ser o mesmo de 2016, ano em que liderou o Cowboys em recepções e jardas recebidas na temporada. Com um difícil matchup para Dez Bryant, enfrentando Josh Norman, e Terrance Williams mal nas últimas partidas, Beasley precisa ser o alvo de segurança de Dak Prescott, e ajudar Dallas a converter terceiras descidas na partida.

  • FS Byron Jones

Em um ano que se criou muitas expectativas sobre a sua evolução, Byron Jones vem desapontando, não tendo nenhuma interceptação na temporada, e falhando em causar um grande impacto nas partidas. Contra Washington, Jone será fundamental, tendo que em diversas ocasiões enfrentar os dois grandes tight ends dos Redskins, Jordan Reed e Vernon Davis. Durante sua carreira, Jones sempre foi considerado um especialista nessa função, e precisa executá-la muito bem mais uma vez nesse domingo.

  • RB Chris Thompson

 Nesse início de temporada, Chris Thompson vem sendo a principal arma ofensiva do time de Washington. Tanto no jogo aéreo, onde Thompson lidera a liga em jardas recebidas por um running back, e também no jogo terrestre, em que tem uma média de 5 jardas por corrida, Thompson é o jogador mais explosivo do ataque do Redskins, e seu time depende de suas grandes jogadas para bater o Cowboys no domingo.

  • CB Josh Norman

Após alguns jogos fora por conta de lesão, Josh Norman deve voltar ao time do Redskins na partida contra Dallas. Com Norman em campo, a defesa de Washington se torna muito mais perigosa, pois ele tem a habilidade de anular o principal recebedor do adversário, e facilita o trabalho do resto da defesa. Norman tem um histórico positivo contra Dez Bryant, desde a sua época em Carolina, e tentará anular o camisa 88 do Cowboys mais uma vez.

 

O que esperar?

Apesar de ainda estamos na primeira metade da temporada, o jogo de domingo é fundamental para as duas equipes na briga por uma vaga na pós-temporada. Com o Philadelphia Eagles liderando a liga com 6 vitórias, tanto Washington como Dallas precisam muito de uma vitória para se manterem vivos na disputa pelo título da divisão, principalmente pela sequência das duas equipes nas próximas três partidas.

Após a viagem para Washington, Dallas recebe Kansas City, depois vai até Atlanta e termina a sequência recebendo o Eagles. Já o Redskins, após a partida contra o Cowboys, viaja para Seattle, recebe Minnesota e termina viajando até New Orleans para enfrentar o Saints. Com as duas equipes com três vitórias e três derrotas no momento, o time que for para 3-4, e ainda tendo essa sequência muito complicada pela frente, ficará com o caminho muito complicado para chegar aos playoffs. 

Na partida contra San Francisco, o Cowboys recuperou a sua identidade, e na melhor partida de Elliott no ano, conseguiu estabelecer o jogo terrestre cedo, e facilitou a vida de Dak Prescott, que lançou apenas 25 passes. Quando Dallas corre muitas vezes e tão bem como no último domingo – foram 265 jardas em 43 corridas – o time se torna praticamente imbatível, e isso precisa continuar acontecendo para que o time tenha sucesso no restante da temporada.

A defesa do Redskins evoluiu muito contra o jogo terrestre, e é a 9ª melhor da NFL no quesito. A aquisição do linebacker Zach Brown tem tido um efeito positivo, e Brown lidera o time em tackles com 63. Ainda no front 7, Washington conta com a dupla de pass rushers Ryan Kerrigan e Preston Smith, que juntos tem 8,5 sacks no ano e podem causar problemas para os tackles de Dallas. Com Josh Norman marcando Dez Bryant, Terrance Williams e Cole Beasley precisam ter uma boa partida para ajudar o ataque aéreo do Cowboys.

No ataque, o Redskins ainda depende muito de Kirk Cousins e do jogo aéreo. A principal contratação da offseason, Terrelle Pryor, não vem bem na temporada, e será substituído pelo jogador escolhido na primeira rodada do draft de 2016, Josh Doctson, como o recebedor número 1. A dupla de tight ends Jordan Reed e Vernon Davis continua causando muitos problemas para as defesas adversárias, e Chris Thompson pode transformar um passe curto em um touchdown de 80 jardas.

A linha ofensiva do Redskins está muito desfalcada, e pode estar sem seus dois principais jogadores, Trent Williams e Brandon Scherff, já que ambos não treinaram nenhuma vez durante a semana. Dessa forma, DeMarcus Lawrence e David Irving podem ter mais um grande jogo e pressionar Kirk Cousins e forçá-lo a cometer erros.  Sean Lee mais uma vez será fundamental parando o jogo terrestre e também na marcação de Thompson. Na secundária, os safeties precisam de uma grande atuação, já que enfrentarão Jordan Reed e Vernon Davis diversas vezes duante a partida.

 

Fala, rival!

A temporada do Washington Redskins vem sendo até boa. As três derrotas foram para os dois melhores recordes da NFL nesse ano e, tirando o jogo de segunda-feira, todas foram na última posse do último período.

Kirk Cousins vem fazendo uma temporada boa. Mesmo com vários problemas com seus wide receivers, ele passou de 300 jardas em três dos últimos quatro jogos. Destaque também para Chris Thompson, que vem sendo um tipo de ”Darren Sproles” nesse time, muito importante recebendo passes em situações de terceira descida e na redzone vem sendo muito utilizado.

Mas o grande ponto desse ataque do Redskins é a linha ofensiva. Comandada por Bill Callahan (ex-técnico da linha ofensiva do Dallas Cowboys), a OL vem sendo uma das melhores da Liga nos últimos anos, mas para o jogo de domingo deve estar muito baleada em virtude do MNF, onde três deles sairam contundidos durante a partida.

A defesa do Redskins melhorou, principalmente o seu front seven, que após a chegada de Jim Tomsula (treinador da linha defensiva) passou a pressionar mais o QB até em situações de four-man rush. Zach Brown, que veio na offseason do Buffalo Bills, vem sendo um dos destaques da defesa nesse ano, estando entre os líderes da NFL em tackles, com 63 tackles totais e ficando atrás apenas de Blake Martinez (Green Bay Packers) e C.J. Mosley (Baltimore Ravens) com uma partida a menos que Martinez e duas a menos que Mosley.

O jogo de domingo, mesmo sendo na semana oito, já é decisivo, muito porque estamos com o mesmo recorde na temporada (ambas as equipes tem recorde 3-3) e o Redskins perdeu dois jogos dentro da divisão Leste da NFC. Se ainda quisermos sonhar com uma vaga na pós-temporada, uma vitória nesse jogo é fundamental, até pela tabela do time nessa temporada ser uma das mais difíceis da NFL. Palpite do Redskins Brasil é de 27-17 para o Redskins.

– Texto escrito pelos amigos do @RedskinsBrasil

 

Desfalques

Dallas Cowboys

  • Com uma lesão na coxa, o CB Chidobe Awuzie está fora da partida, assim como Dan Bailey (virilha);
  • O LB Justin Durant (virilha), o DT Maliek Collins (pé) e o LB Kyle Wilber (joelho) treinaram de forma limitada e estão listados como questionáveis para a partida;
  • O LB Sean Lee (coxa) e o OT Tyron Smith (costas/quadril) treinaram normalmente nos últimos dias e vão para o jogo.

 

Washington Redskins

  • O OT Ty Nsekhe, o C Spencer Long e o LB Mason Foster estão fora da partida;
  • Os cornerbacks Josh Norman, Bashaud Breeland, Fabian Moreau, o OG Brandon Scherff, o OT Trent Williams e o LB Preston Smith estão listados como questionáveis.

 

Curiosidades
  • Dallas Cowboys e Washington Redskins fazem uma das maiores rivalidades da NFL. A rivalidade começou antes mesmo do Cowboys ser fundado devido ao desentendimento do dono do Redskins com o futuro dono do Cowboys;
  • Em toda a história, Dallas e Washington se enfrentaram 114 vezes. É o segundo time que o Cowboys mais enfrentou em sua história perdendo apenas para o Philadelphia Eagles (116);
  • Das 114 partidas entre as equipes, o Cowboys venceu 68 delas, maior número de vitórias da história da franquia sobre um outro time. O confronto também teve 44 vitórias do Redskins e dois empates;
  • Apesar da vantagem no confronto direto, o Redskins tem vantagem quando o jogo vale um pouco mais. Na pós-temporada, os dois times se enfrentaram duas vezes disputando o título da conferência (1972 e 1982), com o Redskins vencendo os dois jogos;
  • Já o retrospecto recente dá vantagem para o Dallas Cowboys. Nos últimos 17 jogos, o Dallas Cowboys levou vantagem em 12 deles. Jogando em Washington, o Cowboys só perdeu duas vezes nos últimos oito anos.

 

Uma vitória do Dallas Cowboys…
  • Daria ao time um recorde de 4-3 pela 14ª vez na história da franquia e pela primeira vez desde a temporada de 2013;
  • Ampliaria o recorde dentro da NFC East para 2-0;
  • Ampliaria o recorde contra times da NFC para 4-2;
  • Aumentaria a sequência de vitórias contra o Redskins para três, a maior desde a sequência de três jogos entre 2010 e 2011;
  • Daria a quinta vitória consecutiva contra o Redskins jogando fora de casa.

 

🖥 Assista o Jogo!

Gabriel Plat

Editor-Chefe em Blue Star Brasil
Curte NFL por escolha e o Dallas Cowboys por amor. Aprecia a boa música e compartilha outro sofrimento: o Botafogo. Um dos participantes do podcast.